Pessoas com relações sexuais fora do comum possuem melhor saúde mental

Os praticantes de sadomasoquismo e práticas íntimas consideradas ‘diferentes’ devem se alegrar! Os cientistas afirmam que pessoas que possuem esse tipo de gosto nas relações sexuais podem estar com a saúde mental em dia.

1406595384_740215_0000000000_noticia_normal

Essa informação é bastante controversa porque o Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, muitas vezes apelidado de “bíblia da psiquiatria”, mostra que pessoas com práticas sexuais excêntricas podem ter distúrbios psicológicos ou transtornos, classificando-os com fixação sexual incomum.

Os pesquisadores declararam ao portal LiveScience que acham a inclusão no Manual como algo estigmatizante. O novo estudo foi publicado no Journal of Sexual Medicine, onde os participantes responderam a questionários. Os participantes não sabiam a verdadeira intenção do estudo que fez inúmeras perguntas sobre a personalidade, sensibilidade à rejeição, estilo de relacionamento, bem-estar geral, etc.

O estudo mostrou claramente que os praticantes de relações íntimas excêntricas não eram diferentes do resto da população, apresentando um comportamento mais aberto, extrovertido e com experiências conscientes. Eles também demonstraram ser menos neuróticos, um traço que é bastante característico da ansiedade.

Os praticantes destes hábitos também mostraram grande tolerância à rejeição, algo que os paranóicos costumam sentir, pensando que as pessoas não gostam deles.

editorial-de-lingerie-50-tons-de-cinza---2-1352151148130_956x637

Quem busca práticas íntimas diferenciadas possui elevados níveis de bem-estar e segurança pessoal dentro dos relacionamentos, segundo os cientistas.

Os participantes mostraram-se mais saudáveis psicologicamente do que o restante da população, mas a pesquisa também relevou que a consciência por uma necessidade em práticas sexuais incomuns pode levar à frustração e menos relacionamentos emocionais.

Fonte: JornalCiência

E você, o que pensa disso? Construa uma opinião e deixe comentário! E não se esqueça de curtir nossa página no Facebook e nos seguir no Twitter!

  1. Peagha

    23 de dezembro de 2015 em 21:15

    minhas relações sexuais são tão fora do comum que nem existem

  2. Gabriel Miranda

    23 de dezembro de 2015 em 17:02

    Parece que nenhum de vocês entenderam o significado da matéria. Ele falou de fetiches diferentes e não apenas sadomasoquismo. E essas pessoas são mais saudáveis que os reclusos e não todo mundo.

  3. Leonam

    23 de dezembro de 2015 em 15:31

    Legal, vou viver um pouco mais do que eu imaginava…

  4. Lynn Rock

    23 de dezembro de 2015 em 01:32

    Sadomasoquistas são mais saudáveis? Prefiro continuar menos saudável, isso não é pra mim.

  5. Willyam Ricardo

    22 de dezembro de 2015 em 15:29

    Acho melhor eu continuar com a minha vida mermo kkkk…

  6. André Silva

    22 de dezembro de 2015 em 09:31

    Primeiro a matéria fala que eles são apenas normais, e não loucos, ou seja, são como qualquer pessoa. E logo depois ela afirma que eles são mais saudáveis psicologicamente que os outros. Por quê? Explica antes de afirmar, ninguém é adivinha.

  7. Gabriel Frigini

    22 de dezembro de 2015 em 03:15

    Oi? O loko!

  8. Little Uchiha™

    25 de dezembro de 2015 em 12:26

    Mas nem uma chicotadinha nas costas? kkkkk

  9. Lynn Rock

    24 de dezembro de 2015 em 21:23

    Simplesmente detesto, não seria retardada como a guria do 50 tons. Vai bater no capeta, em mim não

7 Comentários
mais Posts
Topo