Minilua

Pessoas odiadas que fizeram coisas boas

Nossa história é cheia de vilões e pessoas odiadas, mas nem sempre elas foram ruins ou fizeram apenas o mal:

Saddam Hussein

Saddam Hussein é conhecido mundialmente por ter sido um dos maiores ditadores da história moderna. Mas antes de se tornar um tirano, que levou o Iraque a viver guerras e se tornar um dos países mais pobres do mundo, Saddam era “outra pessoa”.

Em 1972, após ter privatizado a grandiosa indústria de petróleo nacional, o ditador iniciou um dos maiores e mais bem executados programas de educação do mundo. Conhecido como “Campanha Nacional de Erradicação do Analfabetismo”, o programa previa educação obrigatória e gratuita para todos os cidadãos do país. Além disso, até as universidades abriram suas portas de maneira gratuita para o povo. Em pouco tempo, as taxas de analfabetismo do país despencaram e a formação acadêmica se tornou comum.

Um sistema de saúde gratuita foi criado, atendendo todas as pessoas de maneira extremamente eficiente. Os agricultores começaram a receber dinheiro do governo para tocar o negócio. Poucas vezes na história do mundo se viu um país evoluir tanto em tão pouco tempo.

Tamanho programa fez com que Saddam fosse reconhecido mundialmente e foi dado a ele um prêmio da UNESCO a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura.

Justin Bieber

Justin é um dos artistas mais odiados do planeta. Apesar de possuir milhões de fãs, qualquer pessoa que não gosta de seu jeito ou músicas, normalmente o odeia. O menino canadense é conhecido por seu jeito meio grosso de tratar os fãs e atitudes nada legais com diversas pessoas, porém ele possui um lado que poucos conhecem.

Justin é um dos artistas mais engajados em projetos de caridade no mundo. Um de seus mais louváveis atos é o fato de ter se tornado o primeiro artista a atingir o número de 200 desejos no programa “Make-a-wish foundation”.

A “Make-a-wish foundation” é uma organização sem fins lucrativos que promove o desejos de crianças com graves problemas de saúde. Por exemplo, digamos que uma criança possui um câncer grave e vive em tratamento. Ela envia seus dados a essa organização e diz que tem como sonho passar o dia com um artista famoso. Essa organização entra em contato com o artista e faz o encontro acontecer. Em alguns casos, as crianças desejam viagens ou algum tipo de presente. Se estiver ao alcance da organização o desejo é realizado.

Justin é reconhecido como um dos maiores voluntários dessa ONG e, apesar de ter alcançado a fama há pouco anos, já fez mais de 200 visitas a crianças com problemas de saúde, sempre tirando todos os gastos de seu próprio bolso.

Além disso, ele doa e participa das seguintes organização de caridade, que vão desde ONG’s que ajudam doentes, até uma que deseja construir escolas na Guatemala:

Alzheimer’s Association

Children’s Miracle Network Hospitals

City of Hope

Comic Relief

Cure Duchenne

DoSomething.org

Food Bank For New York City

Give Back Hollywood Foundation

GRAMMY Foundation

It Gets Better Project

Jumpstart

KaBOOM!

Make-A-Wish Foundation

Musicians on Call

Pencils of Promise

PETA

Red Cross

Starship Foundation

Usher’s New Look Foundation

World Vision