Minilua

Pessoas que quase mudaram a história do mundo

A história da humanidade é marcada por diversas pessoas que acabaram ditando os rumos do mundo. Porém, no lado B do tempo, existem muitas pessoas que estiveram a poucos segundos de mudar tudo que conhecemos hoje, mas acabaram falhando:

Norman Morrison

Estar em casa, dentro de quarto, e ser capaz de acessar informação hospedada do outro lado do mundo é uma das maiores revoluções de todos os tempos. Atualmente, nós vivemos em uma era onde a informação percorre fios longos e traz para todos o conhecimento desejado. Essa revolução iniciou em 1974, mas começou a popularização apenas em 1986. Contudo, antes disso, um homem criou outra forma de internet.

Em outubro de 1983, Norman Morrison junto com a gigante AT&T lançou um produto chamado ViewTron, que custava 12 dólares ao mês, mais um dólar por hora de acesso. Nesse produto, os clientes poderiam ler notícias, trocar mensagens e até mesmo fazer compras.

Infelizmente, o produto tinha o alcance limitado, atingindo apenas a Flórida. O projeto nunca decolou e, em 1995, quando a internet já era vista como o negócio do século, a ViewTron foi fechada, causando um prejuízo de 50 milhões de dólares. No total, essa rede teve apenas 2700 clientes e perdeu a oportunidade de ser a principal rede do mundo.

Valentin Savitsky

No dia 27 de outubro de 1962, Valentin quase mudou o rumo de toda a história da humanidade.

Ele era capitão de um submarino russo que estava na volta nos EUA durante a famosa crise dos mísseis de Cuba. Nesse momento, o USS Baele buscava por submarinos perto da costa americana. A busca acabou encontrando o submarino russo e, durante os momentos de tensão, o capitão russo, sem contato com o comando em Moscou, tomou uma decisão: ele dispararia misseis nucleares contra o navio americano.

Todos os soldados a bordo se preparam para o ataque. Aquele disparo poderia ter mudado o rumo do mundo e iniciado a Terceira Guerra Mundial. Para nossa sorte, o subcomandante foi capaz de enrolar o capitão e o convencê-lo que não deveria disparar o torpedo e assim foi feito. A nova guerra foi cancelada e a tensão acabou dando em nada.

Mark Rossini

Mark era um agente do FBI que trabalhava no setor de contra-terrorismo no final dos anos 90, início dos anos 2000. Durante muito tempo, ele fez parte do time que estava rastreando Bin Landen e seus comparsas.

Uma de suas investigações revelou que Khalid Al-Mihdhar e Nawaf Al-Hazmi, responsáveis por jogarem os aviões no World Trade Center tinha chego ao país. Imediatamente, o agente fez um relatório com todos os dados para a CIA fazer alguma ação de investigação.

A CIA acabou não fazendo nada e meses depois do relatório de Mark, dois aviões bateram no World Trade Center matando mais de 3 mil pessoas. Talvez, se a CIA tivesse levado em conta o aviso do agente do FBI, a tragédia teria sido evitada.