Minilua

O curioso poço dos templários

Mistico e misterioso, o poço dos templários, está localizado na Quinta da Regaleira, em Sinta, Portugal.

O poço é repleto de símbolos exotéricos que têm relação com a Rosa-Cruz, a Maçonaria e a Ordem Templária, porém muitos historiadores também encontraram relações com a simbologia gnóstica, cristã e alquímica.

O local, projetado pelo arquiteto italiano Luigi Manini, é de propriedade de Antônio Augusto Carvalho Monteiro.

O terreno possui cerca de 4 hectares de terras, contando com grutas, lagos, torres, jardins, labirintos e poços, além do palácio, da capela e de uma cripta.

Com beleza única, a Quinta da Regaleira, mistura estilos romântico, gótico, manuelino e renascentista, e é considerada um patrimônio mundial pela UNESCO.

Construída por volta de 1900, a Quinta está aberta a visitação desde 2002, porém um dos lugares mais visitados é o Poço dos Templários, já que desperta tanta curiosidade por sua construção.

No fundo do poço existe uma cruz templária sobreposta por uma estrela de oito pontos, conhecido como poço iniciático, uma espécie de torre invertida que mergulha nas profundezas da Terra, simbolizando o útero, de onde provem a vida e também a sepultura, para onde o indivíduo voltará.

O poço com escada em espiral tem nove patamares, com 27 metros, que descem de quinze em quinze degraus. Os nove patamares, simbolizando descer ao abismo da Terra ou subir em direção ao céu, também ressaltam os nove círculos do inferno, as nove seções do purgatório e os nove céus do Paraíso, que o gênio de Dante consagrou na Divina Comédia.

A Quinta também conta com 12 estátuas de deuses da mitologia greco-romana, dentre eles estão: Flora, Vulcano, Dionísio, Orfeu, Hermes, Fortuna, Pã, Vênus e Ceres

 

Adaptado de Noite Sinistra