Polêmica: Possível fim da Classificação Indicativa

fullmetalalchemistb

E mais uma polêmica começou a rolar na internet; tudo está em volta da atual prática da Classificação Indicativa na TV aberta, em jogos, filmes, mostras e festivais de cinema. O tema que tem sido alvo de discussões junto ao público, por iniciativa do Ministério da Justiça desde o mês de novembro, sobre como melhorar e o que deve mudar em relação a prática atual de classificação, que delimita idade para determinados conteúdos.

images (1)Como todos sabem, nos últimos anos isso refletiu na quantidade de animes na TV aberta, que caiu absurdamente por causa da Classificação Indicativa, restringindo o número de animações que são viáveis a TV sem que as emissoras precisem mexer em seu conteúdo. Isso já fez e faz várias vítimas, como Naruto, Dragon Ball Z, Cavaleiros do Zodíaco, Samurai X, entre tantos outros que foram tirados do ar ou censurados por causa do horário.

Mas não só os fãs de animes são contra essa prática. Agora, os roteiristas brasileiros, que incluem desde autores de novelas até os escritores de programas, estão entrando na briga por meio da AR (Associação dos Roteiristas). Segundo a entidade, presidida pelos dramaturgos Marcílio Moraes e Walcyr Carrasco, a atual forma de classificação indicativa está prejudicando os autores de novelas, por exemplo, ao trabalhar com conteúdo artístico criativo, porque as emissoras são obrigadas a impor uma autocensura.

Essa forma de auto-controle do seu conteúdo próprio e original está mudando a forma de se fazer TV, já que todos os horários estão sofrendo interferências do MJ, e por vezes do Ministério Público. A própria AR não é totalmente contra a Classificação Indicativa, mas somente ao problema atrelado a vinculação de horários para a exibição de determinado programa, que vem acontecendo desde 2007 e que obrigou até a Rede Globo a criar sua Rede Fuso, para os estados que tem horário diferente ao de Brasília.

samuraix 2

Caso a atual forma de autoclassificação seja alterada sem imposição de horários, talvez haja a esperança do retorno massivo dos animes a TV aberta, sem que as emissoras se vejam obrigadas a adequar as cenas violentas, ou não. Mas na prática isso não existe, até porque o público é bem diversificado em todos os horários, mas específico em determinados programas, vide nós, telespectadores descontentes.

É possível fazer consultas de classificação indicativa através do site do próprio MJ, e contesta-las. Por exemplo, se consulta a situação do anime Naruto digitando-o na barra de pesquisa, seleciona um episódio ou game na lista da página e clica se concorda ou não com a classificação indicativa da atração. Se não, siga os passos que a página solicita e dê sua opinião.

Clique AQUI para ser direcionado a página.

Gantz07-14

Fonte: Anmtv

  1. Matheus

    13 de dezembro de 2014 em 20:46

    Eu acho a classificaçao indicativa uma das coisas
    Mais inúteis que existe. Afinal qual e o problema
    De um adolescente ver filme porno ja que hoje
    Hoje em dia as crianças sabem de tudo
    E claro que tem problema criança ver mas
    Adolescente pra min não tem problema um
    Garoto de 13,14,15,assistir isso

  2. Olympia Secret

    29 de março de 2013 em 10:44

    Ronaldo Fenômeno, você já é milionário, é ídolo e formador de opinião de MILHÕES de jovens e adolescentes; Se tivesse caráter, não faria propaganda de bebida alcoólica. Para retribuir um pouquinho a Deus e à vida por todo o sucesso e talento que recebeu, deveria fazer campanha CONTRA tal consumo, em prol dos nossos jovens; RONALDINHO GAÚCHO! DÊ O EXEMPLO E INICIE UMA CAMPANHA DESTAS!

  3. animetics

    10 de novembro de 2012 em 21:18

    No Brasil, o problema da escassex das animações, não só japonesas, mas também até dos EUA, é causado por outros dois fatores (talvez o melhor seja dizer aqui “CULPADOS”):
    1.As ONGs que combatem a propaganda voltada para o público infanto-juvenil, com a alegação de que “criança não está preparada para consumir”. Por causa dessas ONGs, animes e demais desenhos animados que dependem da venda de bugigangas (brinquedos, games, artigos escolares com personagens desta ou daquela série, guloseimas, roupas e demais peças de vestuário, etc.) têm sido as maiores vítimas dessas ONGs, que, sob o pretexto de proteger a infância dos males do consumismo, querem proibir a veiculação de comerciais e outras formas de propaganda destinados a esse público. Comparem com a situação das emissoras décadas atrás com a situação atual, e verão que houve mudanças não só na programação, como também nos comerciais;
    2.As ONGs de defesa da infância e adolescência que, sob o pretexto de proteger a infância e a juventude dos chamados “conteúdos violentos e sexuais” dos programas televisivos (curiosamente, só os animes e cartoons têm sofrido por causa dessas ONGs, ao passo que programas como o BBB, telejornais policialescos, programas com danças e músicas apelativas que todos já viram e ouviram, etc. continuam a passar sem nenhum problema). Por causa dessas ONGs, anunciantes têm deixado de patrocinar animações que tenham, ainda que muito pouco, algum dos conteúdos citados ou outros que possa ser motivo de reclamações. Resultado: menos e menos animações na TV aberta. Já na TV por assinatura, a situação é um pouco melhor, mas mesmo assim…
    Desse jeito, a continuar a situação atual, o único lugar em que será possivel assistir (ou baixar) animes é na inernet. Certa vez, li num blog de TV por assinatura, não me lembro agora qual era o nome, um comentário postado por um internauta, também fã de programas de TV por assinatura, dizendo para os fãs de animes para desistirem de pressionar emissoras e operadoras de TV e migrarem de vez para a rede, onde poderão ver animes do jeito que eles quiserem (com ou sem dublagem). Infelizmente, essa é a verdade.
    Tem mais uma coisa que eu acrescento agora:
    Se você, que é fã de animes, e que está cansado dessa situação (animes sendo cancelados ou tirados do ar nos canais abertos e até nos canais de assinatura), então faça algo a respeito. E isso é possível. Basta que você (e os demais fãs de animes que estão lendo, neste momento, tanto o artigo acima quanto os comentários postados) comece a fazer essas três coisas:
    1. NÃO DÊ DINHEIRO OU QUALQUER TIPO DE AJUDA PARA ESSAS ONGS DE PROTEÇÃO À INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA;
    2. NÃO DÊ DINHEIRO OU QUALQUER TIPO DE AJUDA PARA ESSAS ONGS QUE SÃO CONTRA A PROPAGANDA VOLTADA PARA O PÚBLICO INFANTO-JUVENIL;
    3. DIVULGUE ESSA MENSAGEM PARA OS DEMAIS FÃS DE ANIMES PARA QUE ELES FAÇAM TAMBÉM O MESMO.
    Só conscientizando os fãs de animes é que começaremos a mudar essa situação.
    Porque, pensem bem: não faz sentido que nós, fãs de animes e mangás, continuemos a dar um tostão que seja ou uma contribuição qualquer para essas malditas ONGs que tanto têm nos prejudicado.
    É como dar dinheiro a um inimigo que só irá prejudicá-lo. Então, porque doar dinheiro ou o que quer que seja para o nosso inimigo?
    Se sua família, parentes ou amigos fazem doações para essas ONGs que só têm nos prejudicado com suas ações, convença-os a NÃO doarem mais nada para essas ONGs.
    Está na hora de sermos coerentes conosco mesmos. De que adianta reclamar de que seu anime preferido foi cancelado, cortado ou tirado do ar por causa das pressões diretas e indiretas dessas ONGs, se continuamos a dar dinheiro ou qualquer tipo de ajuda a elas?
    Portanto, PAREM DE RECLAMAR E FAÇAM ALGO A RESPEITO!
    É isso aí.

    • Olympia Secret

      29 de março de 2013 em 10:39

      Meu Deus! Eu não acredito no que acabo de ler. O cara falando em consciência, defendendo retaliações a instituições de proteção moral a crianças e adolescentes, etc. fim da autoregulamentação, tudo em defesa dos tais animes que são dos maiores lixos produzidos pela sociedade contemporânea! Vai ler um bom livro, cara! Vai assistir TV Educadora, Canal Futura, TV Cultura… Nossa juventude é um oceano de imbecis moldados pelo mercado e a principal ferramenta é a TV! Cria-se um instrumento de autoregulamentação, UM MÍNIMO que se poderia fazer, o que já uma migalha, e até com isso querem acabar! Conseguimos acabar com propaganda de cigarros, estamos tentando acabar com propaganda de bebidas, já temos TV de péssima qualidade, repleta de tudo o que é baixaria e vocês ainda vêm defender o fim da autocensura, em prol de mais merd4! Estamos caminhando a passos largos para a autoextinção da raça humana, isto sim!

  4. Black

    4 de junho de 2012 em 23:09

    as novelas passam cenas de sexo e eles nao fazem nada

    • Samuel Eich

      9 de julho de 2012 em 18:38

      Black …. comentario do mes o/

  5. Igor Figueiredo

    15 de maio de 2012 em 21:49

    Na boa, assistia cada coisa quando pequeno e n tenho nda d errado ‘-‘ 
    Assistia :Samurai X, Yuyu Hakusho, DBZ/GT, Elfen Lied e mts outros cheios de sangue/violência/um certo apelo sexual sem censura. E to de boa ‘-‘ alias, to até mt bem! O que as crianças agora tem/ñ tem que ñ tinhamos/temos?

  6. Hibari Kyoya

    3 de fevereiro de 2012 em 02:04

    talvez nunca mostre eu na tv aberta,mordendo pessoas até a morte

  7. Hibari Kyoya

    3 de fevereiro de 2012 em 02:02

    GANTZ
    [img]http://static.minilua.org/wp-content/uploads/2010/12/Gantz0714_thumb.jpg[/img]

    esse anime nunca vai passar na tv aberta,a violencia é altissima

  8. Tassio Silva

    3 de fevereiro de 2012 em 01:50

    vou ser sincero. gosto e muito dessa lei. se gosto de animes? os respeito e muito, na verdade tenho assistido alguns, e minha admiração para animes como code geass e angelbeats é imensa. se sou a favor da lei. sim sou. horas, entao em q horarios deve-se passar animes? pela madrugada meus filhos. pela madrugada. afinal, animes sao para crianças, ou para adultos?

    temos de esquecer essa hipocrisia de achar q se é desenho é para criança.
    os animes, pelo contrario, invertem a ordem — sao para adultos e ponto.

    abraços.

  9. Sakata Gintoki

    14 de agosto de 2011 em 18:20

    bem q qndo eu tava passando d canal na TV eu vi q tava passando naruto,ai eu percebi q ao inves de sair sangue,saia catarro

    • Olympia Secret

      29 de março de 2013 em 10:41

      E se eu assistir a isto, de mim sai VÔMITO!

  10. vlad dracul

    1 de janeiro de 2011 em 12:44

    O que eu tenho pra falar pro ministério da justiça é que se quiser reclamar dos animes, que reclamemas fale das novelas e dos filmes do Van Damme
    Que passam na tv ou no programa do Gugu
    Rebolou, vacilou, agaixou e mostrou o **
    o engraçado é que parece que quem mais sofre com isso são os animes.
    pro MJ “desenho japones” é coisa de criança e ponto.
    pelo jeito eles não sabem distinguir tem animes que realmente é feito para crianças, mas do outro lado da moeda tem animes que são feitos para um público mais maduro.

  11. Arthur Pavão franco

    27 de dezembro de 2010 em 19:19

    Ahh fala sério. Tem que acabar com isso mesmo ou no mínimo não ser tão rigoroso quanto é. Crianças de 12 anos hoje em dia não são crianças de 12 anos de 10 anos atrás. Outra coisa ridícula que ocorre na Globo é que uma novela das 9 tem classificação “14 anos” e quando essa novela acaba e depois passa no “Vale a pena ver de novo”, ela tem classificação “12 anos”. Da pra entender? Ou acaba com isso ou parem com essa manipulação escrota

  12. Othon Francisco

    27 de dezembro de 2010 em 05:38

    é verdade  desenhos Ben 1o e Pica pau é violentas ?

  13. Lucas Toshio Sato

    26 de dezembro de 2010 em 20:46

    Eu digo o seguinte: Que cenas podem ser ruim para uma criança de 12 anos? Vocês deveriam se preocupar com programas como Pica -pau que demonstra armas e influencia as crianças a o ato de usar uma! Agora onde uma criança podera usar um Jutsu ou coisa igual?

    • TENSEI

      27 de dezembro de 2010 em 03:25

      agora vc viajo legal…

      nada vê

  14. Jose Nunes

    26 de dezembro de 2010 em 18:09

    pohha e fod4 eles poem para digitar email e descrissão para quem dis ñ isso e fod4 da ate fontade de desisti

  15. Aida Saadeh

    26 de dezembro de 2010 em 11:51

    Ah por favor….hipocrisia! Tem coisa muito pior liberada por ae!

    • Bruno Obenauf

      9 de janeiro de 2011 em 19:54

      concordo

  16. TENSEI

    26 de dezembro de 2010 em 11:24

    e por isso e outros motivos que eu odeio as emissoras de TV aberta…
     todo esse moralismo de não poder mostrar cenas consideradas
     pesadas entre outras coisas
     

    • Guilherme

      26 de dezembro de 2010 em 23:41

      isso é, a midia e suas manipulações!
      que vergonha mas fazer oq se vcs não se lembram aqui é BRASIL um pais de todos até da ridicularidade e da burrisse humana!

    • Jorge William

      26 de dezembro de 2010 em 13:48

      Muitas vezes a ordem vem de cima (Ministério das Comunicações) para baixo (Emissoras de TV)

      http://loterias-sorte.blogspot.com/

      • TENSEI

        26 de dezembro de 2010 em 23:02

        sim…

         grande parte das vezes
         o ministerio das comunicações
        interfere e/ou controla o que as emissoras vão transmitir.
        mas quem escolhe a programação é a própria emissora

24 Comentários
mais Posts
Topo