Minilua

Por que somos apaixonados por vilões?

Caso você não tenha notado, existe um padrão meio estranho no que diz respeito ao gosto de humanos por pessoas malvadas. Não é à toa que diversos psicopatas ganharam fama. Até mesmo em seriados e na televisão nós vemos os anti-heróis sendo admirados tanto quanto, ou até mais, do que os heróis. Mas porque será que nós temos essa admiração por pessoas malvadas?

 

Por quê?

Ninguém tem certeza absoluta do motivo que nos leva a admirar pessoas malvadas, mas existem algumas boas ideias sobre isso.

 

Primeira hipótese

Alguns psicólogos acreditam que nós admiramos os vilões porque eles nos dão algo que nenhum herói consegue dar: a sensação de liberdade total. O psicopata normalmente não respeita leis, nem as outras pessoas, ele simplesmente faz o que quer, sem se importar com mais nada. Esse tipo de comportamento, mesmo que inconscientemente, acaba sendo admirado pelas pessoas, que também gostariam de fazer diversas coisas, mas não fazem porque pensam nos outros ou tem medo das leis.

 

Segunda hipótese

Assim como os outros seres vivos do planeta, nós somos animais e temos o instinto falando alto. Segundo o psicólogo J. Reid Meloy, as pessoas gostam das histórias de vilões porque elas as conectam ao mais básico dos instintos: sobrevivência. Quando vemos um psicopata atrás de sua presa, vivemos em nossa imaginação essa caçada e nos sentimos um pouco na pele da presa e um pouco na pele do predador. Por isso, surge e admiração pelo malvado, pois gostaríamos de ser um caçador como ele é.

 

Terceira hipótese

Por que as pessoas gastam dinheiro e tempo apenas para arriscarem sua vida? Esse hábito, que parece totalmente irracional, é praticado por milhões em todo o mundo. São raras as pessoas que dizem não para uma aventura em um lugar desconhecido, ou a possibilidade de pular de paraquedas ou mesmo uma montanha russa radical.

Isso ocorre porque o medo dá prazer. Quando nos sentimos ameaçados, nosso corpo entra em um estado de estresse alto, mas logo em seguida recebemos uma grande dose de dopamina, que dá um prazer inigualável. Esse hormônio do prazer é o grande responsável por adorarmos o medo. Por isso, acredita-se que nosso gosto por psicopatas venha do fato deles causarem medo, da mesma maneira do que uma boa aventura e, por isso, eles acabam nos dando prazer.