Preconceitos em nossa sociedade #3

preconceito loiras

10 - Contra as loiras: Nos meios de comunicação, recebem os piores adjetivos. De modo geral, são tratadas como “burras” ou “analfabetas”.

11 - Contra os góticos: Por conta de um estilo, acabam sendo discriminados. São vistos, por uma parcela da sociedade, como seguidores do mal e adoradores de cemitérios.

gothics

12 - Contra os Happy Rockers “Teletubbies” e “gaystarts”. Apenas dois dos “apelidos” usados contra eles.

restart

13 - Contra os pastores: São criticados, via de regra, por católicos e “não cristãos”. Para estes, seus representantes não passam de “enganadores”, ou ainda, “aproveitadores da boa fé”.

14 - Contra a Rede Globo: Na Web, diversos são aqueles contrários à emissora. Entendem, sobretudo, que a rede é alienadora, tendo atuado como uma espécie de “câncer”.

  1. Gustavo Bernardo

    6 de setembro de 2013 em 09:27

    As Loiras são as mais gatas, pq o preconceito?

  2. Truta Limão

    20 de fevereiro de 2013 em 18:44

    Odeio a globo

  3. Douglas Mourão

    21 de janeiro de 2013 em 22:53

    mas aquele 14 é bem certo

  4. Evil Yoiki

    28 de agosto de 2012 em 16:25

    Happy Rockers? Desde quando colorido e feliz é coisa de rock? 

  5. Carlos Fernando

    14 de julho de 2012 em 18:12

    Preconceito contra a Globo deveria ser incentivado por todos.

  6. Anyone Butme

    16 de junho de 2012 em 23:04

    Alienadora e propagadora dos esteriótipos de tudo quanto é tipo de ser a rede globo é sim!
    PRINCIPALMENTE DOS GAYS;(CRÔ  de fina estampa e ainda censurou os únicos gays maçhos da TI TI TI) DE Q TODO GAY É EFEMINADO E Q TODA MULHER É DONA DE CASA!
    QYER MAIS????!!!
    mulheres e homossexualidade masculina a globo só vai tratar com maturidade quando a media permitir, por modismo, ainda mais!

  7. Leonardo Freitas andrade

    28 de maio de 2012 em 20:47

    falta de informação e preconceito porem tudo tem limite para nossa conciencia.restart estraga valores que foram ensinados,sinceramente falando que o escuta é alienado.sem preconceito

  8. SRªThexuga arqueza pepper DUQUESA VON baronesa

    25 de julho de 2011 em 01:19

    eu sou GOTHIC e é verdade oke ta escrito ali

    • Fulvio Tonani

      14 de maio de 2012 em 17:30

      Eu não sou um cara preconceituoso, mas uma coisa eu tenho dizer a pior coisa que eu fiz na minha vida foi ir numa “balada” gótica, olha que eu ja fui em diversos tipos, de heavy, metal, hard rock, death metal, mas o gótico…. um povo arrogante que só fika preso no próprio mundo ( pessoas nd sociáveis) fui eu e um amigo meu, ninguem te comprimenta e tem um ou outro que fika te olhando com ar de superioridade, e depois ainda dizem que sofrem preconceito, em todas outras festas que eu citei nós saimos com pelo menos 4 ou 5 novos amigos, mas nesse rolê gótico saimos com arrependimento.
      Se vc não estiver trajando uma saia preta e um cap ridículo ninguem olha pra vc.

  9. Morgan Derelictum

    6 de julho de 2011 em 19:09

    Corrigindo: Falta de informação

  10. Morgan Derelictum

    6 de julho de 2011 em 19:07

    O preconceito ocorre com tudo que é diferente da massa.
    Fazer o quê, tenho pena do povo, pois é falta de inforação e nada mais.
    Nunca sofri preconceito por ser gótica, o que ocorre mais é o assédio exagerado masculino, fora isso não me incomoda.
    Apelidinhos é normal tais como Motícia, vandinha, bruxa, vampira, mas não me incomoda muito pelo contrário….

  11. Dave

    22 de junho de 2011 em 19:29

    preconceito contra a Globo? tudo mundo sabe que ela é a maior manipuladora do país. E olha que eu não sou a favor de nenhuma emissora hein…

  12. Roberta Vampire

    14 de junho de 2011 em 02:10

    Acho que o preconceito não esta nos “góticos” e sim nos roqueiros em geral.
    Além disso, todo roqueiro já foi chamado de emo. ( principalmente se tem franja)
    Se não é, ele é chamado de “sujo” e coisa do diabo.
    É engraçado ver a cara das pessoas quando saio na rua, uns me olham admirados e atraidos.
    Outros ( principalmente mulheres), apontam, rirem, ou fazem algum comentarios desnecessario.
    Eu nunca tive nada contra o Restart até eles virem a midia falando que fazem HAPPY ROCK, nossa, aquilo me deixou furiosa, porque pra mim, foi um insulto ao rock.
    Agora eu zuar alguém na rua que é fã de restart? JAMAIS.
    Sei como é ruim receber preconceito e evito de fazer isso com os outros.
    ADOREI essas materias, quem sabe assim, vocês ajudam a acabar um pouco com o preconceito.
    Deveriam falar dos emos ( embora não aprecie, não entendo porque tanta gente odeia), Punks ( amo o estilo Punk e tenho amigos que já foram barrados em alguns lugares publicos por confundirem com o Skinhead, ou apenas por preconceito mesmo ), Otaku ( sempre acham que quem faz cosplay é retartado e infantil).

    • SRªThexuga arqueza pepper DUQUESA VON baronesa

      25 de julho de 2011 em 01:20

      é dois que sai na rua as peoples fica me olhando

  13. GunnerRoses

    13 de junho de 2011 em 12:51

    Num tenho preconceito contra os caras do restart só tenho preconceito contra seu estilo, musica e fãs e também deles ficarem falando q camtam ‘rock’. Eles é q tem preconceito ao cantarem essas m.erda q eles cantam e chamarem isso de rock.

  14. vlad dracul

    12 de junho de 2011 em 14:07

    Os góticos não existem.
    Se eles existissem ou fossem como os seus antepassados.
    eles seriam, um tipo de cristãos fánaticos.
    se olhar pelas historias antigas, os novos góticos são um tipo de distorção da cultura dos goticos antigos godos visgodos e por ai vai.

    • Morgan Derelictum

      6 de julho de 2011 em 19:10

      Meu, eu ri demais deste comentário! kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  15. Matheus Moreira

    11 de junho de 2011 em 21:30

    Não gosto nem um pouco de Restart/Cine/Essas bandas aí, mas estou longe de praticar preconceito contra eles. Mas acho uma palhaçada metaleiros fritadores falarem que é uma crítica ao rock chamar Restart de “Rock”. Não que eu esteja defendendo Restart ou criticando o metal (Que gosto muito, por sinal), mas se for pensar por esse lado, até o metal tá completamente fora da idéia “Rock”. Sei lá, acho esse tipo de preconceito coisa de gente infantil, ficar se preocupando com a vida dos outros. Eu fico aqui curtindo meu rock anos 90’s e to pouco me fudendo pra Happy Rockers, deixa eles fazerem o sucesso deles e receber tietagem, já já isso acaba.

  16. Diogo Nascimento

    9 de junho de 2011 em 23:23

    As pessoas pensam que podem julgar  um ser-humano que pensa de forma diferente, age diferente, veste-se de forma diferente dos padrões e paradigmas estabelecidos, ou por suas mentes pouco evoluídas(dos preconceituosos), ou por sociedades marcadas por vicissitude e amoralismo. Uma atitude deplorável e muito instintiva (covarde). A pluralidade de etnias e classes econômicas que constituem a população brasileira e mundial gera diferenças ideológicas e de interesse cultural,  
    podendo culminar em expressões que denigram a integridade moral ou física de um indivíduo. Disse-me um sábio uma vez que esse mundo é um canal de expiação, talvez um propósito maior no sofrimento espiritual(mental), talvez o único motivo que o mantém vivo e são.                                                           

  17. Kevin

    9 de junho de 2011 em 12:22

    Não, realmente é ridículo esse negócio de preconceito. Mas, poxa, esse negócio de Restart não tem como ficar quieto. 
    Eles se dizem uma banda de rock, que não é o caso. Estão humilhando o Rock isso sim…!

    • Jonathan Pride

      24 de julho de 2012 em 15:25

      Eles não se dizem rock, happy rockers, mas foda-se… Só acho que qualquer um pode escolher qualquer coisa, não gosto que critiquem as bandas que eu gosto (Nightmare, scandal) Tambem nao vou criticar as outras

  18. Wearegoingtohell

    9 de junho de 2011 em 01:02

    Em alguns casos não se trata de preconceito, e sim de opinião. Coomo disse uma pessoa acima, não gostar e criticar Restart é bom senso, não preconceito, e os pastores, como eles saem construindo igrejas em qualquer buraco? Vocês acham mesmo que eles sabem o que eles estão falando? Eu acho que não. E contra a globo, é sim, uma emissora que aliena as pessoas, é a mais pura realidade. Não, eu não sou anticristo, nem anti protestante, só não gosto do que eles fazem, fingem ser algo pra lucrar em cima de pessoas, vamos se dizer “ignorantes” com o perdão da palavra. Aliás, sou ateu, não acho que seja preconceito ser contra algumas coisas e criticá-las de certa forma.

    • Arceus Levignin

      23 de novembro de 2013 em 14:16

      O problema é você dizer “TODO PASTOR É LADRÃO” e “TODO FÃ DE RESTART É GAY” pois existem muitos pastores que não divulgam apenas a religião em si, mas sim seus princípios (amor, paz,aceitação) como disse Matheus Moreira e quanto aos Restarters (nem sei se isso existe, perdoem-me os fans) , esse é o gosto deles, pois do mesmo jeito que você escuta a musica deles e como eles escutam a sua…

    • Douglas Da Costa

      9 de junho de 2011 em 22:05

      Faz sentido sua opnião! rs  Ateu! porque será que vcs ainda vivem muito tempo? há, ja sei, é porque Deus ama a todas as pessoas sem se importar com o que elas são, pois o sangue de Jesus purifica de todo o pecado, ou seja, ateu ou não, Deus ainda tem a misericórdia de amá-lo. Mas não esqueça de que se não aceitarmos a Jesus… (Deus é amor, mas também é justiça) Não deixaria um ser que o ama e prega a sua palavra no mesmo lugar de um que o blasfema. Pense nisso.

      • Fulvio Tonani

        14 de maio de 2012 em 17:18

        Se vc quer “pregar” vá para uma igreja. Uma coisa que me deixa mto irritado  é que sempre quando um ateu da sua opinião e diz ser ateu sempre aparece um “crentinhozinho” querendo dar lição de moral e sempre querem tentar “converter” . Ow vá para sua igreja universal e para de fala merda pra quem não quer ouvir.
         

        • Jonathan Pride

          24 de julho de 2012 em 15:24

          Verdade, não sou ateu, mas nao tenho religião, acho perda de tempo ¬¬ E sempre vem esses caras

  19. Diego Mancilla

    8 de junho de 2011 em 20:08

    Eu sofro preconceito toda vez que saiu de casa! Nao sou emo, gotico, ou qualquer coisa do tipo! Me sinto bem assim e foda-se os outros, muitos me zoam de homosexual e pa, mesmo eu nao sendo fico pensando como deve ser com um homosexual de verdade! È foda, a maioria parte daqueles neguinhos carecas, com roupa larga e falando que nem malandro! Se eu vejo um na rua ja espero 2 opçoes, me assaltarem ou me zoarem! Boa coisa nao vem desses porras mesmo! (ta aqui meu preconceito tambem, adquirido depois de muito tempo que esses idiotas vem se achando os fodas zoando com qualquer um na rua)

  20. Walkmar Carvalho Vieira Junior

    8 de junho de 2011 em 18:22

    Contra as religiões afrobrasileira, pessoas que simplesmente que querem cultuar suas divindades com oferendas na natureza e são chamados de macumbeiros e adoradores do Diabo.

    • Douglas Da Costa

      9 de junho de 2011 em 21:59

      Então se explique melhor! Porque pra mim, só existe um Deus e um diabo, e quem não adora a Deus, só pode adorar o (?)

      • Jonathan Pride

        24 de julho de 2012 em 15:22

        Douglas, voce não tem um pingo de Sabedoria ¬¬

  21. Victor Da Silva

    8 de junho de 2011 em 17:58

    Como vocês tem coragem de colocar preconceito contra a Rede Globo, e não colocar contra a Rede Record. A Rede Globo já é a primeira, agora a Record sofre muito preconceito, até pela Globo, vocês deveriam ressaltar isso!

  22. Isa

    8 de junho de 2011 em 17:14

    Preconceito contra os pastores, os “happy rockers” (rock da onde?) e a Globo não é preconceito, é a mais pura realidade.

    • Douglas Da Costa

      9 de junho de 2011 em 21:57

      Com os pastores é sim, pois que há muitos patores safados é verdade, mas a maioria ainda permanece firme nos propósitos de Deus. Então não insultem meu pai.

      • Matheus Moreira

        11 de junho de 2011 em 21:20

        Aonde assino Douglas? Muitos pastores (assim como padres também) usam a boa fé da pessoas pra beneficio próprio. Mas ainda existem pessoas que seguem firmes no propósito da igreja, divagando princípios que todos deviam seguir (não seguir propriamente a religião, mas os princípios que ela procura empregar: amor, respeito, compaixão e tudo mais). Gente que reclama da Globo, mas fala que todos os pastores são bandidos, são altamente alienados pela emissora. Vão em pelo menos 5 igrejas, e tirem suas conclusões.

  23. Anônimo

    8 de junho de 2011 em 15:47

    eles filhas da puta desses coloridos reclamam, então parem de usar essas merdas de roupas e cantar esse lixo de musica

    • Fabiana Cianci

      11 de setembro de 2011 em 22:25

      Ué, por que? Não sou fã deles, mas por que você se acha no direito de mandar alguém parar de fazer alguma coisa só porque você não gosta? Você é o dono da verdade ou algum modelo ideal a ser seguido por toda a humanidade, por acaso? ^~

      • Jonathan Pride

        24 de julho de 2012 em 15:21

        Não sou fã deles, sou mais MeTTalica, mas por que ? Eles podem usar oque quiserem… Voce é um preconceituso eles vestem oque quiser, se voce gosta ou não, te da o direito de comentar que nao gosta, mas não o direito de ficar ofendendo

  24. Gildarts

    8 de junho de 2011 em 12:10

    contra os teletubies… digo digo.. gaystart, já passou a ser pós – conceito,não?

  25. Júlio Pradera

    8 de junho de 2011 em 11:15

    Eu acho que no caso do
    Happy “Rock” não é um preconceito, mas sim um
    pós-conceito!Julgar uma pessoa sem conhecê-la, é
    preconceito… dizer que a banda Restar é um lixo, é a mais pura
    realidade.

  26. thor

    8 de junho de 2011 em 08:52

    preconceito contra pastores????????porque sera né ???

    • Arceus Levignin

      23 de novembro de 2013 em 14:08

      Sim… e todos os nazistas eram ruins né?

  27. leosamuca

    8 de junho de 2011 em 02:05

    Então o q acontece com uma loira crente, que assiste uma banda de happy rock nos programinhas dominicais da Globo? (~_^)

    • Douglas Da Costa

      9 de junho de 2011 em 21:55

      ela vai pro inferno!

      • Jonathan Pride

        24 de julho de 2012 em 15:19

        Preconceito detectado Não pela Leosamuca, E os que responderam

    • Capivara Selestial

      8 de junho de 2011 em 11:50

      provavelmente ela seria retardada e sofreria bullyng na escola e pelo resto da vida 

  28. Saymonn Gonçalves

    8 de junho de 2011 em 00:31

    “12 – Contra os Happy Rockers”, Não chega a ser preconceito,  mas é a verdade.
    Se uma pessoa diz que na África tem negros, não é preconceito.
    Dizer que no meio dos “Happy Rockers” a grande maioria são gays, também não pode ser preconceito, é retórico…
    (Rockers… essa palavra chega à ser um insulto aos verdadeiros rockeiros)

    • Arceus Levignin

      23 de novembro de 2013 em 14:07

      Mas parece que a maioria dos rockeiros tem uma grande coceira nu cu, pois não podem ver alguém ouvindo restart ou Fresno e essas bandas que já ficam dizendo “Oh, olha o viadão” “esse ai só pode é ser gay…” Caralho, se eles gostam de Happy Rock deixa eles gostarem…

  29. Luciano

    7 de junho de 2011 em 22:34

    Bando ddhi ICHIUCULAS q TOMAAMMMM CHAAAZINHOOO ICHIUUCULOOOOO, MACUMUNADASSS COM AKELA VELA DETHIIII AHHHHHHHHHHHHHHHAAAAAAAAAAAAAAAA

  30. Anônimo

    7 de junho de 2011 em 22:09

    Só é preconceito se a pessoa não tiver senso de humor, vale tanto pra bullying, como pra loiras, times de futebol, musica, etc. Se a pessoa sabe brincar ela não vai encarar como preconceito e vai zuar de vc também, penso assim.

    • Sombra

      9 de junho de 2011 em 20:42

      Mas como um pessoa teria senso de humor se estiver sendo ofendida? Tem diferenças entre brincar e ofender e mesmo brincando, tem gente que não sabe a hora de parar com a brincadeira

    • Mauro ,,,

      7 de junho de 2011 em 22:23

      tbm penso assim, mas o que mais me deixa pu#% da vida sao quando as pessoas brincam com vc e vc aceita numa boa,mas quando vc vai brincar com elas, elas apelam.

  31. Joel Alvarenga

    7 de junho de 2011 em 21:26

    Com Loiras não é preconceito, pelo menos eu faço brincadeiras, mas se a pessoa não estiver gostando eu paro, mas de vez em quando, quando está pessoa faz uma burrada não da para resistir e não falar “Tem que ser Loira, mesmo”

  32. Ronald Souza

    7 de junho de 2011 em 21:25

    preconceito com restart que nada isso é bom senso… até uma criança sabe disso… vide youtube XD

    • Arceus Levignin

      23 de novembro de 2013 em 14:05

      Ta bom Corinthiano ladrão…

    • Joel Alvarenga

      7 de junho de 2011 em 21:28

      Isso kk, Cores bonitas mesmo são preto e branco.
      Saudações corinthianas.

  33. CelasVictoria

    7 de junho de 2011 em 21:07

    Dizer que a Rede Globo sofre preconceito é o mesmo que ter piedade por um nazista. Se achar que eu to exagerando assista “Além do Cidadão Kane” e tire suas proprias conclusões.

    Kisus  ;**

    • Matheus Marquetti

      9 de junho de 2011 em 19:35

      sabia que 80 por cento dos nazistas, se não servi-cem a Hitler, seriam mortos? (o papa bento 16 a foi nazista, sabia?)

      • Matheus Marquetti

        9 de junho de 2011 em 19:38

        OBS: não estou do lado dos nazistas, só estou abrindo-lhes a porta da realidade. odeio nazistas, especialmente pois gosto de call of duty, e de o resgate do soldado ryan, e return to castle wolfenstein. grato.

        • Douglas Da Costa

          9 de junho de 2011 em 21:26

          Aí está toda a resposta colega, A globo é o Hitler e os soldados nazistas são as várias pessoas que a seguem, os judeus e os que Hitler maltratava são aqueles que querem o bem da sociedade e da família de hoje. Quer um exemplo? Macho man, é um programa de incentivação a homossexualidade. Nem vem me chamar de homofóbico, que é um termo que a globo e sues aliados inventaram para criticar os que se opõem a esse mal. Só pra constar, tenho muitos amigos homossexuais, então não se trata de fobia e sim de respeito a moralidade.

          • Fernando Zarth

            23 de junho de 2011 em 01:15

            Você diz ter muitos amigos homossexuais mas declara que eles são imorais. Qual sua razão para declarar que a homossexualidade é imoral? 

          • Douglas Da Costa

            23 de junho de 2011 em 23:13

            Cara, família, familia é a palavra. Se vc é um homossexual, Deus te perdoa por tudo o que vc fez, basta vc querer mudar; Deus ama o pecador e não o pecado.

    • Gustavo Pena

      8 de junho de 2011 em 20:22

      Concordo plenamente!

  34. Anônimo

    7 de junho de 2011 em 21:00

    Seria legal se vc fizesse uma matéria sobre essa “alienação” que, supostamente, a Rede Globo faz. “Preconceito contra góticos”, usando o meio de comunicação para “auto-defesa”? xD  (brincadeirinha)

    Teh + e belo post ^^

    • Jeff Dantas

      7 de junho de 2011 em 21:04

      Valeu pela mensagem, Ícaro! Sugestão anotada! PS: No meu caso, felizmente, nunca sofri preconceito..Só de vez em quando que sou chamado de “Matrix”, “mágico”, “Blade” e cia.. hauhauhauhauaha

      • Anônimo

        7 de junho de 2011 em 21:25

        UAHSUAHSUAHSUAHSUAHUSAHUSAUSHAUHSUAHSUASHUASHUS
        Ri alto com os apelidos =D
        Ahhh, e me lembra de te passar uma foto do Guilherme Briggs que ele está igualzinho vc! Tp, idêntico msm.

        Flws

65 Comentários
Topo