Minilua

Produtos piratas: Você compraria?

CDS: Nos grandes centros urbanos, sua disseminação é cada vez maior. Diferente da versão original, um modelo pirata pode custar 3 ou 4 vezes menos.

Valor de mercado: De R$ 12,00 a R$ 40,00

Versão pirata: De R$ 3,00 a R$ 6,00

Quem perde: Gravadoras, produtores e artistas.

Jogos: São encontrados em diferentes espaços. De feiras livres e galerias, passando pela banquinha do camelô e pelas calçadas das ruas.

Valor de mercado: De R$ 100,00 a R$ 200,00 (dependendo do console)

Versão pirata: De R$ 15,00 a R$ 25,00

Quem perde: Fabricantes e profissionais envolvidos.

Azbox/Azamerica: Com o aparelho, a possibilidade de sintonizar centenas de canais. O sinal das emissoras, por sua vez, é gerado via satélite, sem custo adicional.

Valor de mercado: De R$ 150,00 a R$ 250,00 (dependendo da loja)

Quem perde: Assinantes e operadoras de TV assinatura (Telefônica TV Digital, OI TV e Via Embratel).

Tênis: Sem dúvida alguma, um dos itens mais pirateados no Brasil. Dependendo do comerciante, seu preço poderá chegar a R$ 30,00 ou R$ 40,00.

Valor de mercado: De R$ 60,00 a R$ 320,00

Versão pirata: De R$ 35,00 a R$ 60,00

Quem perde: Fabricantes, lojas e vendedores.

Softwares: Windows 7, Office 2010 e Photoshop. Estes são apenas alguns exemplos de softwares pirateados.

Valor de mercado: De R$ 500,00 a R$ 850,00

Versão pirata: De R$ 4,00 a R$ 10,00

Quem perde: Empresas, fabricantes e consumidores.