Projeto visa criar rede anônima colocando dispositivos USB em locais inusitados

A partir do final de outubro, quem circular por algumas ruas de Nova York pode dar de cara com alguns dispositivos USB presos nos lugares mais inusitados, como telefones públicos, paredes, escadas e prédios. O projeto, chamado “Dead Drops”, visa criar uma rede anônima e offline para compartilhamento de conteúdo em espaços públicos.

À princípio, os dispositivos USB continham arquivos textos que explicavam o que significa o projeto. Basta agora saber quem vai querer se arriscar nesses locais.








































Adaptado de datenform

  1. Bardock

    10 de abril de 2013 em 00:53

    Já vão montar as mafias virtuais.

  2. Pedo Bear

    1 de agosto de 2012 em 20:56

    Espero que as crianças venham com seus notebooks ali e deixem fotos suas com frases legais 

  3. Kallel Roman

    15 de maio de 2012 em 21:51

    woohoo, trollar os americanos com programas hackers. vou levar meu ote quando for visitar meu irmão lade novo! rsrsrsrsrsrsrsrs

  4. Kouta H!'

    14 de janeiro de 2012 em 23:20

    Eee vamos espalhar virus em Nova York, ficou mais facil invadir “O Sistema” agora

  5. RaYsLaN ®

    8 de novembro de 2011 em 15:15

    Coloca um desse no c* de outro para entrar na rede interna.

  6. Thiago

    8 de novembro de 2011 em 15:07

    Isso vai ser igual a rodadora de bolsinhas,em vez de espalhar AIDS vai espalhar vírus

  7. JuhNogueira

    13 de junho de 2011 em 22:46

    Projeto visa espalhar vírus nos loucos que conectam seu PC em qualquer buraco! rs

  8. Sarah

    24 de maio de 2011 em 16:06

    não percebi qual é o uso disso

  9. Tiago Sardie

    25 de janeiro de 2011 em 17:33

    Affff! ao invés de usar Wireless para criar uma rede,eles usaram um modem!!!!!!!!!!!!!! que bando de jegue

  10. BRUNO LIMA

    4 de novembro de 2010 em 16:07

    NOSSA, QUE POVO RETARDADO, HEIN! KKKKKKKKKKKCADA UMA! ;P

  11. Tiago sampa

    3 de novembro de 2010 em 23:00

    opá virus gratis  😀

  12. Laerte FA

    3 de novembro de 2010 em 22:48

    Melhor seria compartilhar via wireless, ja vi pendriver queimar saidas usb, que tal se um desses ai ta com problema ai so vai da prejuizo, nem vale a pena isso ai, wireless e mto melhor de compartilhar.

    • Valdeir Info

      4 de novembro de 2010 em 04:20

      nem falar no desconforto de ficar grudado na parede 😀

      • Jonas Eliazer Silva

        7 de maio de 2011 em 14:47

        Desconforto não seria o problema amigo “Valdeir”, os interessados usariam obviamente um cabo extensor USB. ^^
        Amigo “Laerte”, na minha opinião, wireless seria mais perigoso que padrão USB, já que no modo wireless é mais complicado de se monitorar. Ainda sim seria compensador explicar as pessoas modos de usar este dispositivo sem riscos de danificar o equipamento!
        “Tiago Sampa” vem com uma coisa certa, várias pessoas de má índole poderiam usar dessa intenção de capturar informações pessoais, por isso a entidade responsável pelos equipamentos deveria estar com todas as opções de segurança atualizadíssimas (de preferência com ajuda dos amigos hackers).
        Quanto a mensagem de “Tiago Sardie”…. cadê esse modem que vc disse que eu num vi… kkkk

        Agora a minha…
        Seria interessante, eu particularmente, usaria para compartilhar informações sobre o lugar.
        Ex. (Em um prédio)
        Data que foi construída, construtora responsável, comerciais ali já colocados, fatos engraçados, e por aí vai!

  13. Diego Martins

    3 de novembro de 2010 em 22:44

    Já to vendo que vão encher de putaria…

15 Comentários
mais Posts
Topo