Uma prova de exemplo e superação

O que você faria se durante uma corrida você passasse por alguém que está com dificuldades técnicas? Bem, a maioria passaria reto para tentar vencer a prova, mas há uma menor parte que pararia para ajudar essa pessoa não somente a resolver essas dificuldades, mas também a vencer a prova. É o caso de Alessandro Zanardi, um ex-piloto italiano que teve suas pernas amputadas devido a um acidente e que ajudou um colega tetraplégico  a vencer uma corrida das Paraolimpíadas. 

zanardi_veneza_blog

Alessandro já havia competido antes nas paraolimpíadas e ganhou duas medalhas de ouro e uma de prata, mas seu maior prêmio veio com esta última que participou. Durante a prova, Eric Fontanari – um adolescente de 17 anos que ficou tetraplégico – começou a ter espasmos musculares por causa do frio a 17 km da linha de chegada e não consegui continuar. Até que o ex-piloto o alcançou.

Zanardi fez muito mais do que uma boa ação, fez uma boa ação altruísta: retirou a roda dianteira de Eric acoplou a cadeira dele à sua e agiu como um rebocador até poucos metros da linha de chegada, para deixar Eric seguir em frente, mas para isso ele precisaria da roda que um carro ficou encarregado de levar, mas que nunca chegou. Depois disso, Zanardi decidiu levar o jovem até o fim da linha chegada.

2

Quando estava para cruzar a linha de chegada à frente de Eric, Alessandro desceu de sua cadeira e empurrou o colega para que os dois cruzassem a linha e ganhassem juntos. A plateia aplaudiu incansavelmente a sensibilidade e cuidado que um teve com o outro. O sentimento sentido não somente por Zanardi, mas por ambos, foi realmente incrível, segundo eles mesmos.

Confira o vídeo que registra o momento final:




Realmente uma bela lição e exemplo para todos nós.

Me adicione no Facebook: Nandy Martins

  1. lucas rodrigues

    25 de março de 2013 em 20:35

    Isso mostra que ainda existem pessoas boas no meio de pessoas que usam o egoísmo e a ganância para conseguir seus objetivos.Seria ótimo se atitudes que demonstram altruísmo fossem vistas todos os dias,mas é uma pena que isso seja tão raro a ponto de não existir mais.Mesmo assim a humanidade ainda muito o que aprender.tem

  2. Wagner

    24 de março de 2013 em 15:49

    Não fez mais que a obrigação dele, que é ajudar o próximo U_u

    • Nandy Martins

      24 de março de 2013 em 15:54

      Mas nem todos pensam assim. Ajuda o próximo hoje em dia é algo raro. Infelizmente.

      • Wagner

        24 de março de 2013 em 15:59

        Infelizmente mesmo.
        É raro cumprirmos nossas obrigações, qualquer que seja.
        Quando alguém ajuda o próximo, é sinal de que ele quer ser ajudado quando o mesmo problema ou algo parecido ocorrer com ele.

        • Nandy Martins

          24 de março de 2013 em 16:02

          Não vejo camaradagem, justamente como vc disse pig. O que mais vejo é esse jogo de interesses. As pessoas até fazem coisas para os outros, mas antes pensam no que vão ganhar com isso… 🙁

          • Wagner

            24 de março de 2013 em 16:04

            Vamos seguir essa analogia:
            Só te ajudo quando você me der o meu pastel =)

          • Nandy Martins

            24 de março de 2013 em 16:12

            kkkkkkkkkkkkkkkkkk não disse!? rs

  3. jeff zika Mc

    24 de março de 2013 em 14:46

    Rastreie cada movimento do seu parceiro, empregado ou filho fazendo uso da nossa PODEROSA tecnologia de monitoramento celular

  4. Super

    24 de março de 2013 em 14:27

    uma vez eric cartman fingiu ser retardado pra entrar paraolimpíadas..
    .
    (podem me apedrejar agora se quiserem..)

  5. Backstreet Boys

    24 de março de 2013 em 13:37

    Alguém viu o Psycho, apagaram meu comentário, que eu fiz ha um certo tempo neste site, se virem ele, digam pra ele voltar pra casa…

    • Riddle Boy®

      25 de março de 2013 em 12:51

      Acho que ele disse coisas de duplo sentido, tipo pedindo para o gato de estimação o Psycho voltar para casa.

    • PATROCINADOR

      24 de março de 2013 em 14:52

      DIEGO… DIGO, PSYCHO
      NÃO COMENTA MAIS NO MINILUA, MAS ESTÁ NO FACEBOOK

    • Super

      24 de março de 2013 em 14:28

      acho que ele não esta mais entre os sobreviventes do ml..

  6. Finn

    24 de março de 2013 em 13:26

  7. Shun

    24 de março de 2013 em 13:25

    Como é bom ver que o egoísmo nem sempre predomina…

    • Nandy Martins

      24 de março de 2013 em 15:55

      Concordo Shun! Ainda tem gente boa por aí ^^

16 Comentários
mais Posts
Topo