Publicidades para jogos que não deram certo #2

A ascensão dos vídeo games tem sido tão meteórica nos últimos anos que deixou de ser vista como a busca preferida dos geeks e crianças para se tornar uma indústria multibilionária. Na verdade, o mercado de jogos é tão grande que a receita global supera o de outros meios de entretenimento. As campanhas de marketing para os próximos títulos evoluíram, mas, de vez em quando, uma idéia que é claramente muito estúpida é aprovada.




PSP vende através de racismo

3-psp

Imagine por um momento que você é a Sony. Você subiu até o topo da montanha no mundo dos consoles graças aos enormes sucessos que foram o PS1 e PS2, e agora você está para enfrentar o mercado de portáteis. Você desenvolveu um console que fica de igual para igual com a marca DS, da Nintendo e agora tudo que resta é chamar atenção para seu console. Como você faz isso?

Se você respondeu “com o racismo implícito,” então parabéns, membro da equipe de marketing da Sony, já está em seu caminho.

Uma vez que um console foi lançado, o mercado é inundado com atualizações e mudanças de cor, em um esforço para sugar o máximo de dinheiro do consumidor. Essa é sem dúvida o que a Sony tinha em mente quando eles lançaram um PSP branco como um contraponto ao preto padrão.

Não é má idéia. Afinal de contas, a variedade é o tempero da vida. O problema surgiu quando a empresa decidiu que seria uma boa ideia criar um outdoor na Holanda que mostra uma pessoa branca em uma clara posição de poder sobre uma pessoa negra, com muitas implicações infelizes que você esperaria de tal anúncio. As pessoas ficaram indignadas e, apesar da Sony ter removido o outdoor em pouco tempo, o PSP nunca chegou a conseguir quebrar o domínio do mercado da Nintendo.




Shadow Man 2

4-gravestone-2

O original Shadow Man foi um jogo bastante decente de aventura em terceira pessoa que nunca realmente foi popular. A sequência foi mais do mesmo, apenas com um “dois” anexados ao final. Claramente, algo precisava ser feito para construir alguma campanha publicitária para o jogo.

Tendo em conta que o conceito geral do jogo giravam em torno da morte e da vida após a morte, a Acclaim, desenvolvedora do jogo, decidiu tentar pagar as pessoas para colocar anúncios nas lápides de seus entes queridos falecidos.

Eles disseram que a controvérsia vende, mas, neste caso, tudo o que aconteceu foi um monte de indignação seguido de mais um jogo de video game caindo no esquecimento. Quanto à campanha publicitária, foi aparentemente tudo uma grande brincadeira de primeiro de abril.

  1. Giovany Dias

    16 de janeiro de 2015 em 23:18

  2. Vinicius de Oliveira

    15 de janeiro de 2015 em 08:12

    prefiro xbox

  3. Gabriel Frigini

    14 de janeiro de 2015 em 22:36

    rsrsrsr! é cada ideia!

  4. Togashi Yuuta

    14 de janeiro de 2015 em 14:36

    Se o playstation originalmente fosse branco e lançassem uma versão preta, a propaganda seria a mesma, mas ao contrário, e ninguém se importaria.

  5. Webber Anohito

    14 de janeiro de 2015 em 14:02

    Só lançar “PSP Café com Leite Edition” que tá resolvido…

  6. Blue

    14 de janeiro de 2015 em 07:10

    A Sony tenta passar a Nintendo pra trás, mas não adianta, a Nintendo vai continuar viva por muito tempo, fez história nos corações de muitos gamers, nunca vai ser esquecida, mas bem que podia parar de fazer remakes e criar alguma coisa nova.

    • chapolim do mal

      14 de janeiro de 2015 em 12:11

      Menos qui no Brasil onde ela não vende nem grampo de cabelo mais.

      • Ferto Malis

        15 de janeiro de 2015 em 20:31

        realmente

    • Ferto Malis

      14 de janeiro de 2015 em 12:00

      tipo pokemon flame fire red e pokemon branch leaf gren

  7. Ferto Malis

    13 de janeiro de 2015 em 19:21

    isso me lembrou pokemon black e white,confesso que os pokémons da capa me deixaram meio confuso.

  8. chapolim do mal

    13 de janeiro de 2015 em 18:56

    Sem brincadeira, eu nem vi o neguinho no outdoor.
    Esses publicitários são uns bosta mesmo.

    • Ferto Malis

      14 de janeiro de 2015 em 11:41

      ele tava camuflado

    • Tácio Fernandes

      13 de janeiro de 2015 em 19:58

      Me sinto mau por isso mais so reparei no neguinho quando li no texto

  9. Allen Walker

    13 de janeiro de 2015 em 17:42

    Aposto que o Jeff tem o jogo Shadow Man 2 HUEHEUHEu

    • Jeff Dantas

      13 de janeiro de 2015 em 22:14

      Não, mas não seria má ideia!!! 🙂 hehehe

  10. DCemblemático

    13 de janeiro de 2015 em 17:24

    Umas das poucas pessoas que ia ver um anúncio em um cemitério séria os góticos he-he-he

    • Jeff Dantas

      13 de janeiro de 2015 em 22:13

      Aeeee sim, bom saber disso… 🙂 hauahahaha

  11. FunkyMiniluaCat

    13 de janeiro de 2015 em 17:20

    Bem a acclaim foi a falência em 2004…não era novidade para uma empresa que fazia uma campanha de marketing tão ruim colocando nome de turok nas pessoas e zoando lápides. Já a sony com seu psp foi um enorme erro…um console com com carência de jogos e um marketing tão agressivo não iria aumentar as vendas de qualquer jeito,agora vc prefere um psp branco que suja fácil ou o preto? só para constar eu tenho o psp preto…. Mas se pudesse teria todos.heheh

  12. TKD kyosanim

    13 de janeiro de 2015 em 17:13

    [img]http://www.marketing-blog.biz/blog/uploads/PlayStation-Portable.jpg[/img]
    http://www.sanjeev.net/printads/s/sony-psp-white-psp-1049.jpg

    Na primeira foto, parece ateh que a negra esta sendo bulinada pela branca… =)
    Na segunda foto, indica masoquismo,
    Acredito que eles queriam chamar atencao de qualquer maneira, a propaganda, vende o produto. e realmente funcionou comigo, pois tenho os dois modelos de PSP em minha colecao… “o White e o Black”.
    A propaganda é alma do negócio.

  13. Um Usuário

    13 de janeiro de 2015 em 17:01

    Até eu que não sei nada de publicidade sei que racismo não ajuda a vender nada e o outdoor foi de uma grosseria e uma falta de educação incríveis, revolucionou criando um novo nível de burrice.

    • DCemblemático

      13 de janeiro de 2015 em 17:21

      Depende, se você quiser vender alguma coisa para pessoas racista então um propaganda de racismo séria uma boa he-he-he

      • FunkyMiniluaCat

        13 de janeiro de 2015 em 17:25

        Roberto o “Nergal” gostou desse psp branco.kkkkkk

22 Comentários
mais Posts
Topo