Minilua

Quanto tempo dá para sobreviver no oceano?

O sumiço do avião da Malaysia Airlines fez muitas pessoas acreditarem que ele caiu no meio do mar. Mas se isso tiver realmente acontecido, quanto tempo os possíveis sobreviventes podem resistir?

A queda

Quando falamos em situações que envolvem a queda de avião, antes de sobreviver aos perigos do mar, a pessoa precisa aguentar a queda e ter condições de se mover. Segundo dados da NTSB (instituto americano responsável por toda a segurança área do país), em média, 95% das pessoas sobrevivem a acidentes aéreos. Ao contrário do que se pensa, os acidentes de avião, onde todo mundo morre, são extremamente raros. Em 2011, nenhum acidente com mais de 100 vítimas ocorreu, já em 2012 apenas dois acidentes mataram mais de 100 pessoas.

Contando de 1999 até 2012, a média de mortes por ano envolvendo aviões fica em torno de mil em todo o mundo. Sendo que o número de acidentes fica entre 100 e 200 por ano. Algo extremamente baixo, se comparado a outro meios de transportes mais comuns. No Brasil, existe um registro de 3500 mortes de aviões em toda a história, enquanto o trânsito mata 42 mil pessoas POR ANO! Ou seja, a cada mês, o trânsito brasileiro mata o mesmo número de pessoas que toda a história da aviação nacional. E você com medo de pegar o avião, quando na verdade deveria estar com medo de ir até o aeroporto de carro…

Uma pessoa que estiver viajando de avião, também pode fazer algumas coisas para aumentar suas chances de sobrevivência. A primeira é pegar uma poltrona atrás da asa. Além disso, após algum tipo de problema, a pessoa tem que se manter calma e sair da aeronave o mais rápido possível. Relatórios de acidentes revelam um grande número de mortos que sobreviveram a queda, mas não tiveram a calma necessárias para desprender o cinto e sair do avião.

Vivendo no mar

Se você estiver em um avião que caiu no mar e ainda ficar vivo, melhor se preparar para uma vida dura até o resgate chegar.

O ideal seria que todo avião operando sobre algum tipo de mar tivesse bote salva-vidas, pois, além de ajudar as pessoas a se protegerem de tubarões e do frio da água, os botes chamam a atenção de peixes, que podem ser uma boa fonte de alimento. Infelizmente nem todas as aeronaves possuem esse equipamento.

Uma pessoa normal consegue sobreviver, em média, a uma semana sem beber água. Esse é um dos maiores problemas, para isso é indicado que o sobrevivente tente capturar animais e beba seus sangue, além de comer a carne, mesmo que crua.

Outro grande problema é a hipotermia, que pode matar uma pessoa em horas. Caso a água no local da queda seja fria, perto dos 16 graus, o sobrevivente vai acabar morrendo. Não existe nada muito efetivo que se possa fazer contra o frio, pois mesmo que a pessoa tente se aquecer, em algum momento ela vai cansar de mover-se.

Então, se um dia seu avião cair no mar, torça para que seja no Mar do Caribe e que você seja um amante de sushi.