Minilua

As grandes inconsistências científicas da Bíblia #3

A Bíblia é um livro sagrado para 2 bilhões de pessoas no mundo, o que faz dele o mais vendido de todos os tempos, mas também um dos mais polêmicos. Por ser considerado sagrado, é defendido cegamente por muitos, enquanto outros apontam diversos erros históricos e científicos no livro. Confira:

 

Erros históricos e científicos

As escrituras sagradas cristãs possuem centenas de versos que não batem com a realidade. Já em Gênesis 1 existem diversas incoerências, como a luz sendo criada antes do Sol e a Terra sendo formada antes da Lua e de nossa estrela.

Gráfico com todas as contradições bíblicas:

Em Levítico 14:49-57 é possível ver Deus ensinando uma pessoa a como expiar sua casa de maneira a protegê-la de pragas e doenças. A técnica de desinfecção divina manda a pessoa matar um pássaro e usar outro pássaro vivo, junto com o sangue do morto e um pedaço de cedro, para que sua casa fique livre de lepra e outras doenças, mandinga esta que obviamente não desinfeta nada e é capaz de trazer ainda mais doenças…  

Além disso há diversas passagens “mágicas”, nunca vistas no mundo que conhecemos, como jumentos falantes, mortos voltando à vida, coisas se multiplicando do nada e diversas outras coisas que quebram as leis da física e da química.

A Bíblia cita que, na época de Jesus, um censo foi feito e que foi emitido um decreto onde todos deveriam voltar a sua Terra Natal, mas o problema é que não existe nenhum registro documental e histórico de que essas coisas tenham ocorrido.

Estudos feitos em registros da época nem mesmo confirmam a crucificação de Cristo, pois não há nenhum tipo de registro nos documentos do tribunal de Pôncio Pilatos, como revela o livro “Deceptions and Myths of the Bible”, na página 343.

Outro ponto importante da Bíblia na história, que parece não ser real, é o famoso massacre mandado por Herodes, onde ele manda matar todas as crianças com menos de 2 anos, na tentativa de assassinar Cristo. Não existe nenhum documento, fora as citações bíblicas, de que tal evento tenha acontecido. Isso é estranho, pois um ato tão marcante assim deveria ter deixado suas marcas na história.

Somando-se todos os erros e absurdos científicos e históricos, temos muito mais de 600 versos bíblicos com problemas. Essas incoerências e contradições podem ser vistas em forma de gráficos interativos no site: BibViz, que também lista todos os erros e problemas por capítulos.