Minilua

O que seu cocô diz sobre você?

A morte e uma bela “cagada” são duas coisas que ninguém escapa nessa vida. E como essa manifestação da natureza vem de dentro de nosso corpo, ela pode revelar alguns dados importantes sobre nós mesmos e nossa saúde.

A forma do “barro”

Na grande maioria dos casos, a forma ou a consistência de nossas fezes tem muito a ver com o que ingerimos nos últimos dias. Mas é claro que, em determinados casos, isso pode ser afetado por problemas intestinais ou outras doenças. 

Para determinar o porque do formato de seus “tijolos”, os médicos possuem uma espécie de tabela do cocô, mostrando como eles são e as causas daquilo:

Após identificar seu cocô nesse gráfico, basta ver o que ele diz sobre você:

Tipo 1 e 2 – Quando o cocô sai em bolinhas ou em forma de uma salsicha bem irregular, significa que você sofre com prisão de ventre. Caso isso seja persistente, um médico precisa ser consultado, pois a dor que é causada durante o “ritual de liberação do nadador marrom” pode incomodar bastante.

Tipo 3 e 4 – Se o seu cocô parece uma salsicha lisa ou uma pouco enrugada, está tudo no mais perfeito estado. 

Tipo 5, 6 e 7 – Cocô mole e aguado é sinal de problema. Em alguns casos pode ser apenas uma determinada comida que não desceu bem, mas também pode ser um problema mais sério. Por isso, em caso de “caganeira” constante, consulte o médico.

Cuidado com a cor

Além do formato e da consistência, a cor de seu cocô pode ser sinal de que as coisas não andam muito bem dentro de sua barriga. 

Um dos sinais mais clássicos de problema é o cocô avermelhado ou preto. Isso pode indicar um sangramento ou até mesmo câncer. A melhor coisa a se fazer, caso seja persistente, é consultar um médico.

Já se ele estiver esverdeado, provavelmente seu corpo está tendo problemas com a bile. Mas no geral, caso suas fezes tenham qualquer cor diferente de um marrom, melhor ir no médico e descobrir a verdadeira razão.