Minilua

Afinal, por que espirramos?

De repente surge aquela coceira no nariz e os pulmões começam a se encher de ar. Nesse momento, a pessoa para de fazer o que está fazendo e se prepara para soltar aquele grande espirro. Mas por que será que ele ocorre?

Uma proteção extra

O espirro, apesar de parecer banal, é o resultado de um complexo sistema de proteção de nosso corpo. Quando a mucosa do nariz é irritada, o cérebro envia a ordem para que o espirro seja desencadeado. Diversos músculos se preparam para a tarefa e o sistema respiratório muda a respiração normal para uma mais profunda, angariando todo o ar que consegue. Depois, vem aquela explosão de ar, capaz de jogar pequenas partículas a 150 km/h para fora de nosso corpo.

A causa mais comum do espirro é a irritação da mucosa que existe dentro de nossas vias aéreas. Mas ele também surge quando a garganta e pulmões são bloqueados por alguma bactéria ou vírus, como ocorre em uma pessoa gripada. Resumindo: O espirro é uma tentativa do corpo para expelir algo que esteja incomodando ou fazendo mal a pessoa.

Outras causas

Algumas pessoas costumam espirrar quando são expostas a uma luminosidade muito grande. Esse fenômeno ainda tem causa desconhecida, mas o choque da luz no corpo pode desencadear o espirro devido a algum tipo de falha existente na interpretação do cérebro, porém ainda não existe resposta correta.

Outras pessoas sofrem com espirros depois de chegar ao orgasmo, outro fenômeno desconhecido, mas muito comum. 

Mas seja qual for o motivo, todo mundo que espirra faz a mesma coisa: Fecha os olhos. Reza a lenda que nenhuma pessoa consegue espirrar e ficar com os olhos abertos ao mesmo tempo. Pode ser que isso até seja verdade, porém tal acontecimento tem uma explicação. Os nervos que controlam os olhos estão ligados aos que controlam o nariz, por isso quando o espirro surge, nossos olhos se fecham. Isso também impede que as sujeiras expelidas não voltem para dentro do corpo através dos vasos sanguíneos oculares. 

Apesar de nós, por educação, reprimirmos o espirro em certas ocasiões, é altamente recomendado que isso jamais seja feito. O espirro joga ar com uma força muito grande para fora, por isso, quando o reprimimos, diversos problemas sérios podem ocorrer. Os efeitos colaterais podem ser uma lesão do nervo óptico ou da retina, dor de cabeça, rompimento do tímpano e até mesmo, devido ao enfraquecimento dos vasos sanguíneos, um AVC.