Minilua

O que o seu modo de dormir diz sobre você?

Você acredita que a posição em que dormimos possa influenciar nossa personalidade? Não? Pois é o que revelou uma pesquisa realizada pelo Serviço de Avaliação e Aconselhamento sobre o Sono, em Londres.

O estudo fez uma análise sobre as principais e mais frequentes posições adotadas pelas pessoas durante do sono, revelando que traços de personalidade podem estar associados com a forma de dormir.

“Estamos conscientes da linguagem do nosso corpo quando estamos acordados, mas esta é a primeira vez que conseguimos ver o que nossa postura inconsciente diz a nosso respeito”, comentou Chris Idzikowski, autor do estudo.

 

 

O Feto – aqueles que se encolhem na posição fetal são descritos como durões por fora, mas sensíveis por dentro. Eles podem ser tímidos quando são apresentados a uma pessoa, mas depressa ganham confiança. Esta é a posição mais comum, adotada por 41% das pessoas que participaram na pesquisa. As mulheres tendem a adotar mais esta posição do que os homens.

O Tronco – Deitado de lado, com ambos os braços ao longo do corpo. Estas pessoas são fáceis de se relacionar, sociáveis e gostam de fazer parte de uma equipe, além de confiar em estranhos. No entanto, podem também ser ingênuos.

O Insatisfeito – Pessoas que dormem de lado com ambos os braços estendidos à frente do corpo são descritas como abertas, mas podem ser desconfiadas e cínicas. São lentas para tomar decisões, mas quando o fazem, não tendem a mudar de opinião.

O Soldado – Deitado de costas, com os braços ao longo do corpo. Pessoas que dormem assim são geralmente caladas e reservadas e não gostam de confusão.

Queda-Livre – Deitado de bruços com as mãos em redor do travesseiro, com a cabeça virada para um dos lados. Geralmente as pessoas que dormem nessa posição são ousadas, mas podem ser nervosas e susceptíveis, além de não gostarem de críticas ou de situações extremas.

Estrela-do-mar – Deitado de costas com os braços para cima, em redor do travesseiro. Estas pessoas são boas amigas porque estão sempre prontas a escutarem os outros e oferecer ajuda, quando necessário. Geralmente não gostam de ser o centro das atenções.

 

O que você pensa a respeito? Compartilhe com seus amigos no Twitter e Facebook!