O que rolou de melhor no Oscar 2015

Ontem (e a madrugada de hoje) foi dia de gala em Hollywood, ocorreu a 87ª entrega dos Academy Awards, o prêmio mais importante da indústria cinematografica. Muita gente dormiu pouco, pois ficaram até duas da madruga expiando qual filme levaria a estatueta.

Claro, a internet explodiu com vários comentários e memes sobre as celebridades de Hollywood, e para quem perdeu algum coisa, ou não resistiu e dormiu, confira a nossa seleção dos fatos que ocorreram na premiação e que você precisa saber.

Tudo começou no Tapete Vermelho com a Lady Gaga usando umas luvas vermelhas:

lady gaga luva

Como a internet não perdoa, virou o meme do Oscar 2015:

lady gaga memes

Já dentro da premiação, teve o apresentador Neil Patrick Harris só de cueca fazendo uma alução a uma cena do filme “Birdman”:

Também teve Patricia Arquette, a vencedora de melhor atriz coadjuvante por “Boyhood”, que subiu ao palco para fazer um discurso a favor de uma maior igualdade salarial em Hollywood:

A todas as mulheres que deram à luz neste país, a todos que pagam impostos, nós temos que lutar por direitos iguais para todos. Está na hora de termos salários iguais de uma vez por todas e direitos iguais para as mulheres nos Estados Unidos.


Meryl Streep e Jennifer Lopez apladuriam e apoiaram a atitude da atriz:

A empolgação de Meryl Sreeep também virou meme:

meryl-meme


Nem todo mundo ganhou um Oscar, mas teve gente que se contentou com um Oscar de lego:
oscar 2015 lego

Também teve o momento cute-cute. Lady Gaga mostrou que sim, ela canta, e fez uma bela homenagem ao filme “A Noviça Rebelde”. No final da apresentação, ela se emocionou ao dividir o palco com a atriz Julie Andrews, que interpretou o papel principal do clássico filme:




novica gaga oscar

No momento “In Memoriam” esqueceram do nosso querido Chaves, mas para não passar em branco, o pessoal da internet criou a homenagem ♥:

bolanos_oscar

Teve isso e muito mais no Oscar 2015. Para fechar, veja abaixo todos os ganhadores:

Melhor filme
“Birdman”

“Sniper americano”
“Boyhood: Da infância à juventude”
“O grande hotel Budapeste”
“O jogo da imitação”
“Selma”
“A teoria de tudo”
“Whiplash”

Melhor diretor
Alejandro González Iñárritu (“Birdman”)

Richard Linklater (“Boyhood”)
Bennett Miller (“Foxcatcher: Uma história que chocou o mundo”)
Wes Anderson (“O grande hotel Budapeste”)
Morten Tyldum (“O jogo da imitação”)

Melhor ator
Eddie Redmayne (“A teoria de tudo”)

Steve Carell (“Foxcatcher”)
Bradley Cooper (“Sniper americano”)
Benedict Cumberbatch (“O jogo da imitação”)
Michael Keaton (“Birdman”)

Melhor ator coadjuvante
JK Simmons (“Whiplash”)

Robert Duvall (“O juiz”)
Ethan Hawke (“Boyhood”)
Edward Norton (“Birdman”)
Mark Ruffalo (“Foxcatcher”)

Melhor atriz
Julianne Moore (“Para sempre Alice”)

Marion Cotillard (“Dois dias, uma noite”)
Felicity Jones (“A teoria de tudo”)
Rosamund Pike (“Garota exemplar”)
Reese Witherspoon (“Livre”)

Melhor atriz coadjuvante
Patricia Arquette (“Boyhood”)

Laura Dern (“Livre”)
Keira Knightley (“O jogo da imitação”)
Emma Stone (“Birdman”)
Meryl Streep (“Caminhos da floresta”)

Melhor roteiro original
Alejandro G. Iñárritu, Nicolás Giacobone, Alexander Dinelaris Jr. e Armando Bo (“Birdman”)

Richard Linklater (“Boyhood”)
E. Max Frye e Dan Futterman (“Foxcatcher”)
Wes Anderson e Hugo Guinness (“O grande hotel Budapeste”)
Dan Gilroy (“O abutre”)

Melhor roteiro adaptado
Graham Moore (“O jogo da imitação”)

Jason Hall (“Sniper americano”)
Paul Thomas Anderson (“Vício inerente”)
Anthony McCarten (“A teoria de tudo”)
Damien Chazelle (“Whiplash”)

Melhor filme em língua estrangeira
“Ida” (Polônia)

“Leviatã” (Rússia)
“Tangerines” (Estônia)
“Timbuktu” (Mauritânia)
“Relatos selvagens” (Argentina)

Melhor documentário
“CitizenFour”

“O sal da terra”
“Finding Vivian Maier”
“Last days”
“Virunga”

Melhor documentário em curta-metragem
“Crisis Hotline: Veterans Press 1”

“Joanna”
“Our curse”
“The reaper (La Parka)”
“White earth”

Melhor animação
“Operação Big Hero”

“Como treinar o seu dragão 2”
“Os Boxtrolls”
“Song of the sea”
“The Tale of the Princess Kaguya”

Melhor animação em curta-metragem
“Feast”

“The bigger picture”
“The dam keeper”
“Me and my moulton”
“A single life”

Melhor curta-metragem
“The phone call”

“Aya”
“Boogaloo and Graham”
“Butter lamp (La lampe au beurre de Yak)”
“Parvaneh”

Melhor fotografia
Emmanuel Lubezki (“Birdman”)

Robert Yeoman (“O grande hotel Budapeste”)
Lukasz Zal e Ryszard Lenczewski (“Ida”)
Dick Pope (“Sr. Turner”)
Roger Deakins (“Invencível”)

Melhor montagem
Tom Cross (“Whiplash”)

Joel Cox e Gary D. Roach (“Sniper americano”)
Sandra Adair (“Boyhood”)
Barney Pilling (“O grande hotel Budapeste”)
William Goldenberg (“O jogo da imitação”)

Melhor figurino
Milena Canonero (“O grande hotel Budapeste”)

Mark Bridges (“Vício inerente”)
Colleen Atwood (“Caminhos da floresta”)
Anna B. Sheppard e Jane Clive (“Malévola”)
Jacqueline Durran (“Sr. Turner”)

Melhor maquiagem e cabelo
Frances Hannon e Mark Coulier (“O grande hotel Budapeste”)

Bill Corso e Dennis Liddiard (“Foxcatcher”)
Elizabeth Yianni-Georgiou e David White (“Guardiões da Galáxia”)

Melhor trilha sonora
Alexandre Desplat (“O grande hotel Budapeste”)

Alexandre Desplat (“O jogo da imitação”)
Hans Zimmer (“Interestelar”)
Gary Yershon (“Sr. Turner”)
Jóhann Jóhannsson (“A teoria de tudo”)

Melhor canção
“Glory”, de John Stephens e Lonnie Lynn (“Selma”)

“Everything is awesome”, de Shawn Patterson (“Uma aventura Lego”)
“Grateful”, de Diane Warren (“Além das luzes”)
“I’m not gonna miss you”, de Glen Campbell e Julian Raymond (“Glen Campbell…I’ll be me”)
“Lost Stars”, de Gregg Alexander e Danielle Brisebois (“Mesmo se nada der certo”)

Melhor design de produção
“O grande hotel Budapeste”

“O jogo da imitação”
“Interestelar”
“Caminhos da floresta”
“Sr. Turner”

Melhores efeitos visuais
Paul Franklin, Andrew Lockley, Ian Hunter e Scott Fisher (“Interestelar”)
Dan DeLeeuw, Russell Earl, Bryan Grill e Dan Sudick (“Capitão América 2: O soldado invernal”)
Joe Letteri, Dan Lemmon, Daniel Barrett e Erik Winquist (“Planeta dos macacos: O confronto”)
Stephane Ceretti, Nicolas Aithadi, Jonathan Fawkner e Paul Corbould (“Guardiões da Galáxia”)
Richard Stammers, Lou Pecora, Tim Crosbie e Cameron Waldbauer (“X-Men: Dias de um futuro esquecido”)

Melhor edição de som
Alan Robert Murray e Bub Asman (“Sniper americano”)

Martín Hernández e Aaron Glascock (“Birdman”)
Brent Burge e Jason Canovas (“O hobbit: A batalha dos cinco exércitos”)
Richard King (“Interestelar”)
Becky Sullivan e Andrew DeCristofaro (“Invencível”)

Melhor mixagem de som
Craig Mann, Ben Wilkins e Thomas Curley (“Whiplash”)
John Reitz, Gregg Rudloff e Walt Martin (“Sniper americano”)
Jon Taylor, Frank A. Montaño e Thomas Varga (“Birdman”)
Gary A. Rizzo, Gregg Landaker e Mark Weingarten (“Interestelar”)
Jon Taylor, Frank A. Montaño e David Lee (“Invencível”)

  1. Lucas

    26 de fevereiro de 2015 em 18:27

    Leonardo DiCaprio vai morrer sem o oscar,aí vão fazer um filme sobre a vida dele e ator que interpretou ele vai ganhar o oscar.

  2. Jeff_Silveira

    25 de fevereiro de 2015 em 09:19

    Um absurdo Bob Esponja um Herói fora d’água foi a melhor animação do ano, como pode não ter indicação nenhuma…
    http://3.bp.blogspot.com/_nMz70dMdYzw/TCayPdbdTYI/AAAAAAAAALY/dIT64A2MtPc/s1600/Lula-Molusco-lula-molusco-te-despreza.jpg

    • Guih Ferreira

      26 de fevereiro de 2015 em 12:48

      Como assim? o filme lançou esse ano, as escolhas do oscar foram dos filmes lançados em 2014

  3. chapolim do mal

    24 de fevereiro de 2015 em 23:26

    Finalmente eu to conseguindo ler as matérias.
    Sobre a premiação, eu achei o mais fraquinho dos que eu já assisti, esse cara do How I Met UR Mother foi tão mosca morta, deu saudades da Ellen e da Zuera.

    • Anubis

      25 de fevereiro de 2015 em 04:04

      Não é pra tanto!

  4. Greengineer

    24 de fevereiro de 2015 em 23:02

    A Lady Gaga já fez sua homenagem ao Bolaños com aquele penteado de Bruxa do 71.

    [img]http://portalpopline.com.br/wp-content/uploads/2015/02/lady-gaga-bruxa.jpg[/img]

  5. Jeff Dantas

    23 de fevereiro de 2015 em 21:00

    Bom, no caso do Bolaños, nada mais justo.. 🙂

7 Comentários
mais Posts
Topo