Minilua

O que você faria se tivesse apenas mais um ano de vida?

E se você um dia acordasse e descobrisse que iria viver menos de um ano? Certamente, ficaria chocado por algum tempo, mas depois iria viver como pudesse, não é? Então por que não viver cada instante possível ao máximo? Às vezes a vida é cruel, mas são pessoas como Zach Sobiech que mostram o quão bela ela pode ser.

Tudo começou quando ele tinha 14 anos. Nessa época, foi descoberto um raríssimo tumor maligno em Zach, chamado de Osteossarcoma e que ataca os ossos. Como uma medida pra diminuir o avanço do tumor, Zach começou suas sessões cirúrgicas – dez no total – e quimioterápicas – 20 ao todo.

No ano passado – 2012 – o tumor venceu os médicos: não havia mais nada a ser feito, a não ser esperar pela morte. Zach, então com 17 anos, decidiu que não iria se dar por vencido e resolveu mostrar à vida do que ele era capaz e por isso resolveu seguir sua maior paixão: a música.

Com a ajuda de sua amiga de infância, Samantha Brown, Zach gravou o seu primeiro álbum intitulado “Fix me up” (conserte-me, em inglês), e que foi lançado no começo de 2013. Uma de suas músicas, chamada “Clouds” (Nuvens), acabou tornando-se um dos vídeos mais acessados no Youtube, tendo quase cinco milhões de acessos. O mais legal é que diversos atores e famosos se comoveram com o vídeo e a história de Zach que acabaram fazendo vários covers de sua música.

Pouco antes de maio de 2013, foi gravado um documentário chamado “My Last Days” (Meus últimos dias) que narrava a vida de Zach durante o seu último ano de vida. Se você assistir ao vídeo, verá que não houve desistência em hora alguma, muito pelo contrário, houve, principalmente, superação.

Antes de completar dezoito anos no dia três de Maio, Zach disse o seguinte: “você não precisa descobrir como vai morrer. Apenas comece a viver”. E então, no último dia 20, Zach perdeu a luta para o tumor definitivamente e acabou falecendo. Após sua morte, a família de Zach criou uma organização para ajudar crianças com câncer.

Muitas pessoas demoram a achar um bom motivo para viver, mas não percebem que viver já é um ótimo motivo para tentar ser feliz, para cuidar das outras pessoas, para lutar e acreditar.

Me adicione no Facebook: Nandy Martins

E faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/