Minilua

Redes sociais são como “chocolate” para nosso cérebro

De acordo com um estudo realizado em Harvard, as redes sociais estão diretamente ligadas ao funcionamento do cérebro. Quando você compra algo novo, o cérebro tende a sentir bem estar e prazer e, as redes sociais permitem ao usuário a possibilidade de contar a todos, de falar sobre si mesmo.

Os pesquisadores estudaram o cérebro de uma pessoa que permanecia por longos períodos nas Redes Sociais e perceberam que cerca de 40% de nossa vida gira em torno de contarmos aos nossos amigos e familiares o que estavamos pensando ou sentindo.

Os responsáveis pela pesquisa verificaram várias atividades nos cérebros de alguns participantes utilizando ressonância magnética, a fim de verificar as partes do cérebro ativadas quando as pessoas utilizavam Redes Sociais para falar de si mesmas.

Os pesquisadores também solicitaram aos participantes que falassem a respeito de outras pessoas, conhecidas ou não, para isso ganhariam certa quantia em dinheiro, porém ao contrário do que se imaginava, cerca de 17% a 25% dos participantes optaram por responder questões sobre si mesmas, não aceitando o dinheiro.

Agora você tem mais uma desculpa para postar nas Redes Sociais: “É prazeroso e necessário postar nas Redes Sociais sobre o meu dia a dia”.

 

Adaptado de wsagenciadigital