Segundo estudo, religiosos tem maior tendência a sofrer com depressões

ateismoNormalmente se imaginaria que, pelo fato dos religiosos encontrarem conforto em sua fé, eles tendem a terem menos infelicidades e depressões, mas novos estudos apontam para resultados contrários a esta ideia.

O estudo, chefiado pela University College London Medical School e publicado na Psychological Medicine, observou mais de 8 mil pessoas em vários países, que incluíam Espanha, Holanda, Portugal, Chile e a própria Inglaterra. Durante um ano, as pessoas foram entrevistadas e no final um resultado surpreendente surgiu.

Os participantes foram divididos nos seguintes grupos:

Religião definida: aqueles que seguem alguma doutrina, como catolicismo, protestantismo, etc.

Religião indefinida: pessoas com crenças religiosas, mas que não seguem doutrinas ou religiões formais.

Humanistas: pessoas sem nenhum tipo de divindade ou doutrina religiosa, abrangendo assim ateus, agnósticos, deístas, etc.

Para deixar o estudo mais amplo, foram observadas pessoas das zonas urbanas e rurais.

feliz_infeliz

As pessoas mais propensas a depressão, no final das contas, eram as que seguiam religiões diversas (sem ser a católica ou evangélica), tendo uma taxa de depressão de 11,5%. Os resultados, foram:

Outras religiões: 11,5%
Evangélicos (ou protestantes): 10,9%
Religião indefinida: 10,8%
Católicos: 9,8%
Humanistas: 7%

Sem dúvidas era inesperado que os humanistas, que não tinham nenhum tipo de divindade ou doutrina religiosa, tivessem uma taxa de depressão quase um terço menor do que a média dos religiosos, chegando apenas aos 7%.

A conclusão do estudo foi que os resultados não suportam a ideia de que pontos de vista religiosos e espirituais podem melhorar o bem-estar psicológico. Não há nenhuma evidência de religião agindo como um tampão para evitar a depressão, depois de um evento complicado da vida.

Mais detalhes sobre a pesquisa podem ser lidos no site da CBC ou no The Huffington Post.

Siga Diego Martins no Google+: gplus/diegomartins

Ou adicione no Facebook: http://www.facebook.com/diegominilua

Faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/

  1. Cão Adamastor

    28 de março de 2014 em 15:32

    AMO chessus deus aida vai me cartiga e melhor eu para

  2. Nilson Nardaci

    29 de novembro de 2013 em 14:49

    Pesquisa sem fundamento científico. A depressão depende muito pouco daquilo que eu ou você acreditamos.

  3. Pikachu Girl

    7 de outubro de 2013 em 10:20

    Louvado seja Odin!!!

  4. A - K

    3 de outubro de 2013 em 18:44

    Claro que sim, os Ateus se matam quando sofrem de depressão, não tem nada a perde mesmo.
    Já os religiosos buscam ajuda logo tendo mais casos a contabilizar.

  5. Blue

    3 de outubro de 2013 em 17:33

    é que os que acreditam em algo ficam pedindo ajuda por uma semana,ateus resolvem o problema e esquecem no dia seguinte

  6. Muller Montreal Canadiens

    3 de outubro de 2013 em 16:07

    Depressão não é uma doença e sim um privilégio

    • Little Uchiha™

      5 de outubro de 2013 em 23:20

      Tá lendo a bíblia errada irmão.

  7. ah mepoupe

    3 de outubro de 2013 em 14:51

    é bem mais fácil falar que DEUS não existe né , assim é bem mais fácil cometer crimes , ofender as pessoas, maltratar. Sinceramente não sei como uma pessoa não pode acreditar em Deus, conheço idiotas que acreditam em ETS mas não acreditam em Deus, e isso tudo por que o convém, por que assim ele pode fazer oque quiser ,eu só tenho pena de quem não acredita em Deus, afinal viver na presença de DEUS é maravilhoso … Provavelmente o questionário foi feito com aqueles que vão para igreja dizem que tem religião mas na verdade nem sabem oque foi dito na celebração. Quem realmente acredita em Deus não sofre depressão pois sabe que tudo tem um proposito, e que se uma janela se fecha uma porta se abre.

    • Spelito

      5 de outubro de 2013 em 02:44

      *-*, gostei =P
      ps: Ja sofri de depressão, a igreja me salvou, remedio nenhum me deu oq a igreja pode me proporcionar, minha fé é quente e me faz arrepiar *–*, a presenta do sagrado me dá forças, e não me deixa depressivo, quando erro e faço algo que não agradou a Deus, eu num fico desesperado, apenas vou pra beirada da minha cama, ajoelho, e falo o que tem no meu coração, me sinto curado no mesmo instante =P

  8. Shun dlç

    3 de outubro de 2013 em 12:31

    Pelo menos os religiosos podem pedir a ajuda divina, já os ateus…

  9. KIRKSTREN

    3 de outubro de 2013 em 08:08

    Bem colocado o título da matéria. Não me surpreende que religiosos sofram de depressão, pois religiosidade é diferente de espiritualidade. Seguir a religião sem o espírito, simplesmente não surte efeito e pode até mesmo ser nocivo.

    De que adianta você ir na igreja, orar, jejuar e não tiver fé? De que adianta você fazer tudo isso simplesmente por fazer? É a chamada obra vã.

    Muitas pessoas recorrem á religião pra satisfazer suas necessidades, pra aliviar suas dores e até mesmo expressar o que sente. O objetivo geralmente é sarar a carne, mas não edificar o espírito. Seguem rituais, decoram as coisas de cabo á rabo e no final, continuam vazias e ainda por cima deprimidas, quando não revoltadas e alegando de que Deus não existe ou coisa do tipo. Elas acreditam na melhora de tal situação, mas não acreditam nAquele que pode melhorá-las.

    É falta de fé, paciência ou é simplesmente usura — dá alguma coisa esperando receber algo em troca, se esquecendo da caridade e de fazê-lo por amor e por espontânea vontade.

  10. Riddle Boy®

    3 de outubro de 2013 em 04:54

    “A religião verdadeira é esta; Visitar os órfãos e as viúvas nas suas aflições e guardar-se incontaminado do mundo” Tiago 1.26-27.
    O fim da religião é esta amar o próximo, contra isto não há lei.

  11. juan

    2 de outubro de 2013 em 21:35

    mesmo não sendo religioso eu não concordo com essa pesquisa,tem muitas outras coisas que pode deixar a pessoa depressiva.

  12. Lucas Araujo Maciel

    2 de outubro de 2013 em 20:24

    Cara eu não sei dizer se isso é verdade ou se eu sou um caso especial….
    Eu decidi abandonar deus e qualquer religião por perder a fé na humanidade e na “bondade” de deus, eu tenho orgulho em ser ateu mas isso me levou a odiar o humano e consequentemente a vida, acabei me tornando um niilista frio e calculista sem nenhuma expectativa de melhoras para o mundo no geral!
    Não se deve confundir meu estado com ingratidão, afinal eu estou em uma classe privilegiada da sociedade, com garantia de vida e saúde, não que eu seja rico XD
    Mas eu não devo ser um caso raro, abrir meus olhos para o mal de deus me fez sorrir cada vez menos, não pela falta de deus e sim por passar a conhecer os problemas do mundo e a psicologia humana
    Minha conclusão a vida é triste e cruel, sua obrigação é lutar pela sobrevivência, se possível sem pisar em ninguém, se não, pise em todos que lhe impedirem !

  13. Hideki Hinata

    2 de outubro de 2013 em 20:22

    O que eu acho que acontece é que a religião, apesar de prometer recompensas, também oferece punições. A pessoa acaba se preocupando tanto com isso que se sente mal por algo que fez e considera pecado, o que pode aumentar a taxa de depressão. Além de aumentar também o stress.

  14. Diego Flisch

    2 de outubro de 2013 em 17:33

    Discordo plenamente… se vc olhar pela lógica do pensamento, um ateu que acredita não existir nada depois da morte e que tudo acaba, tende muito mais a entrar em depressão por saber que nuca mais irá existir do que um religioso que aguarda uma nova vida… esse estudo é completamente se mfundamento

    • Maloqueiro popai

      2 de outubro de 2013 em 19:33

      Diego Flisch: Como o ateu não acredita em vida após a morte e etc como você citou isso não o faz + propenso a depressão porque se ele acha que quando acabar essa vida atual dele não têm + como viver, para onde ir e etc isso faz com que ele teoricamente busque viver a vida da forma melhor possível de acordo com o que e bom para ele, já enquanto um religioso por exemplo pode deixar de fazer coisas que ele queria fazer por achar que vai ter + de 01 vida vamos assim por dizer, e tudo uma questão de forma tecnicamente de se falar + que obtêm + sentindo do que você propõem em seu comentário.

      • Diego Flisch

        3 de outubro de 2013 em 19:25

        maloqueiro, entendi o que vc disse, mas o que um ateu pode aproveitar que um cristão não possa? Não percebe que seu comentário gira só em torno de coisas imorais e ilegais, que os religiosos são proibidos de fazer por sua doutrina. O fato de saber que não há futuro e nem punição, levam ateus a cometer atitudes além das permitidas pela sociedade, não vou generalizar, mas analise o perfil dos bandidos, se fosse fazer uma pesquisa tosca como essa, eu poderia afirmar que o ateísmo cria bandidos e estupradores.

        • Maloqueiro popai

          3 de outubro de 2013 em 19:56

          Você afirma que o ateísmo cria bandidos e estupradores então isso confirma mesmo que você têm preconceitos sobre os que não são adeptos a alguma religião como eu citei no post acima, e desde quando só porque um ateu pode fazer o que quiser por não seguir uma doutrina que impõe limites a um ser vivo de livre arbítrio fara com que ele cometa atos imorais e ilegais? já que na convicção dele não haverá punição depois de sua morte ou algo a parte? você não precisa fazer o certo só porque uma religião ou um ser divino diz que isso e que e o correto afinal de contas todos sabem o que e certo e errado, e você deveria pesquisar sobre países como noruega e suécia a onde cerca de 80% das pessoas são ateias e mesmo assim o país e muito + desenvolvido em todos os sistemas de uma sociedade e da qual o índice de estupradores e bandidos por exemplo e muito menor do que em países, regiões e etc da qual a maior parte de sua população segue alguma religião.

          • Diego Flisch

            3 de outubro de 2013 em 22:12

            Maloqueiro, eu comecei a ler o seu comentario e nem continuei pq vc não entendeu a ironia no final do meu comentário, eu não afirmei nada, eu disse que SE, SE!!, eu fosse afirmar alguma coisa com base em alguma maioria hoje em dia, eu poderia falar o que coloquei no final do meu comentário. Por favor leia de novo e se precisar mais uma vez, ou 10 vezes e reformule sua opinião, pq sinceramente, vc entendeu o que VC quis entender e não o que eu realmente falei.

          • Maloqueiro popai

            3 de outubro de 2013 em 23:39

            Mesmo que você tenha usado o seu tom irônico que você falou para o ” SE ” não deixa de provar que você e sim preconceituoso com não adeptos a religião como você citou em: mas sei que meus filhos serão educados nas tradições religiosas por que fará deles adultos educados e disciplinados, e nem adianta dizer que não têm preconceito e sim que acha que seguindo uma doutrina religiosa desde a infância o faz um adulto melhor já que de toda a forma você estaria achando que a religião forma pessoas melhores do que as que não seguem uma religião.

          • Diego Flisch

            5 de outubro de 2013 em 22:56

            Cara… vc é um completo ignorante, tambem, um cara que usa desenhinho de um maconheiro e se não se pode esperar muita cultura… eu desisto de discutir com vc, como eu disse anteriormente, você entende somente o que vc quer entender… não sou preconceituoso mas não tolero burrice

          • Maloqueiro popai

            6 de outubro de 2013 em 15:20

            Idai que eu uso um avatar de um maconheiro? você não têm senso de humor só porque e tão politicamente correto? Respondendo um trecho de seu comentário: Se não se pode esperar muita cultura… , desde quando estamos discutindo capacidade intelectual? Estamos e expondo uma opinião sobre um determinado tema na qual a sua linha de logica e extremamente contraditória porque em comentários anteriores você desconstrói coisas que você vem falar comentários a frente então quem e o burro aqui? Exemplo: Sim é exatamente o que eu acho, acho que uma família ateísta não terá muitos princípios de respeito e valores a ensinar, e ao mesmo tempo você cita em seu ultimo comentário que não e PRECONCEITUOSO e não e porque que você tem o direito constitucional de dar sua livre opinião que isso faz dela menos bosta e sem sentido linear e nem lógica, e já suponho porque na real você desiste de discutir comigo.

          • The Van Hoheheim

            7 de outubro de 2013 em 12:12

            UI

      • Little Uchiha™

        2 de outubro de 2013 em 20:56

        Vdd, tipo, o ateu vai comer a mulher de outro pq ele tem que aproveitar a vida, aí vem o corno e “passa” o cara, enquanto o religioso não faria isso…
        Não to falando que religiosos não cometem adultério e que ateu sai fazendo todo tipo de coisa errada, mas quis mostrar que religião impõe limites, e isso não é ruim.

        • Maloqueiro popai

          3 de outubro de 2013 em 19:59

          Independente de uma religião impor limites ou não Little Uchiha não e por isso que ela seja algo bom e que as pessoas devem venerar, afinal de contas se fosse preciso mesmo da religião para por limites nas pessoas todo os ateus ou + parte deles estavam cometendo crimes de todos os tipos perante a sociedade.

        • Diego Flisch

          3 de outubro de 2013 em 19:30

          Exatamente, entendi o que disse e reforço com o seu final, os limites impostos pelas religiões não são apenas regras e obrigações, as pessoas seguem por que elas acreditam que é o certo. Se existe uma vida após a morte eu não sei, mas sei que meus filhos serão educados nas tradições religiosas por que fará deles adultos educados e disciplinados

          • Maloqueiro popai

            3 de outubro de 2013 em 19:43

            Respondendo um trecho de seu comentário. Mas sei que meus filhos serão educados nas tradições religiosas por que fará deles adultos educados e disciplinados: Então você acha que uma criança que cresce numa família de ateus vão ser + mal educadas que uma criança que nasce em uma família de religião estabelecida. isso e preconceito de sua parte com os que não são adeptos a religião.

          • Diego Flisch

            5 de outubro de 2013 em 22:59

            Sim é exatamente o que eu acho, acho que uma familia ateísta não terá muitos principios de respeito e valores a ensinar, é a minha opinião, não me interessa a sua e nada do que vc falar vai mudar minha opinião

  15. Lua Cheia

    2 de outubro de 2013 em 17:22

    Eu não acho que tenha a depressão tenha haver com religião em si…

  16. Rafael (Baphomet)

    2 de outubro de 2013 em 11:25

    Ótima Matéria Diego , gosto muito das suas matérias , ñ pq sou ateu , e sim pq geralmente suas matérias falam sobre algo interessante …

  17. Dark J

    2 de outubro de 2013 em 11:25

    Veio, esse Diego causa mais polêmica do que os Nazistas.

    • Um qualquer

      2 de outubro de 2013 em 11:49

      Causava, não causa mais. Todo mundo sabe que ele é ateu e do porque ele faz estes posts. Daí quase ninguém mais liga

      • The Van Hoheheim

        3 de outubro de 2013 em 14:38

        Ele mesmo já confessou,que só posta isso pra ver tretas…

  18. Dark J

    2 de outubro de 2013 em 11:23

    É Diego, mas não pense que isso vai mudar a opinião de todo mundo.

  19. Muller Montreal Canadiens

    2 de outubro de 2013 em 10:20

    Quantos Ateus precisam para tocar a Lampada? R: duas, um troca a lampada e o outro fica de testemunha para comprovar que Deus não trocou a Lampada.

  20. ah mepoupe

    2 de outubro de 2013 em 10:06

    Nenhum homem diz “Deus não existe”, a não ser aquele que tem interesse em que ele não exista.

  21. ultramen Tiga

    2 de outubro de 2013 em 09:30

    ai ai e isso ajuda em que?
    que tal dar um animal de estimação pra eles?porque segundo “pesquisas que tem fundamento e propósito ” que pessoas que tem animais sofrem menos de depressão

  22. Slim Shady (Eminem)

    2 de outubro de 2013 em 08:51

    Religioso é mais triste infeliz?/
    Sei la, não sei, me diz/
    Sou católico desde que nasci, irmão/
    E digo que nunca “sofri”, mais que outros, pela religião/
    E se for, azar, que bom pros ateus/
    Sigo minha crença e acredito sempre em Deus/

    • Riddle Boy®

      3 de outubro de 2013 em 04:43

      É nois queiroz!

  23. Lucas Rodrigues

    2 de outubro de 2013 em 06:16

    Tenho muito mais motivos pra eu ficar depressivo do que simplesmente eu seguir determinada religião, como por exemplo o fato de eu não ter muitos amigos, eu me sentia péssimo quando ninguém falava comigo, na minha classe todo mundo conversa com todo mundo, menos comigo, e isso me faz pensar que eu sou muito diferente das pessoas que me cercam. Outro fator que me faz ficar depressivo e com complexo de inferioridade são as notas que eu tiro nas piores matérias, fiquei decepcionado comigo mesmo vendo que eu tirei a nota mais baixa da classe em matemática, e claro, tive plena convicção de que ninguém ia passar a mão na minha cabeça e me ajudar porque eu sei que as pessoas hoje em dia estão cada vez mais egoístas. As vezes eu penso que a vida injusta, será?
    Então, não sigo religião alguma, sou deísta e mesmo assim fico depressivo algumas vezes quando alguma coisa tá indo mal na minha vida, meses atrás eu tinha crises de depressão, mas eu não vou detalhar muito porque é meio difícil falar sobre isso :/

    • Grunger_pensante

      2 de outubro de 2013 em 13:39

      Bom eu sou quase que exatamente assim do jeito que você se descreveu.E tipo,é fato que sou diferente das pessoas da minha classe,só pelo fato de eu ter inventado um ”IDIOMA” que só eu entendo já me torna diferente e também pelo fato de eu ser descendente de Espanhol e neto de índio já me torna mais diferente ainda,fora que eu aprendo inglês como se eu estivesse aprendendo Língua Portuguêsa.Tenho esses e diversos outros motivos pra me sentir superior a muitas pessoas,mas não sou assim,pessoas que ficam se sentindo melhor que os outros me irritam de mais.

      • Lucas Rodrigues

        2 de outubro de 2013 em 14:26

        Muitos dizem que eu tenho cara de estrangeiro, talvez eu tenha herdado isso do meu pai, acredito que meu pai tinha uma nacionalidade diferente, ou seja, supostamente eu tenho uma dupla nacionalidade, mas eu nunca conversei sobre isso com a minha mãe, já que nunca conheci meu pai, ele nunca esteve presente na minha vida, não sei se ele tá vivo ou tá morto, mas as vezes eu tenho receio de perguntar quem era ele pra minha mãe, por medo de saber algo muito chocante, em toda a minha infância, em raras vezes, eu ficava questionando sobre quem era meu pai, mas um dia eu vou saber a verdade, acho que não é o momento certo ainda, mas o importante mesmo é que eu não posso morrer sem saber quem foi o meu pai :/
        Acho que essa suposta dupla nacionalidade minha é que me faz ser diferente das pessoas, ou talvez não, deve ser também pela minha autenticidade, sei lá. Quando ando pelas ruas alguns me admiram, outros me ignoram, mas tem aqueles que me olham como se eu fosse um E.T, é complicado conviver com isso, mas não quero obrigar as pessoas a me aceitarem, isso seria errado, sou eu quem devo aceita-las, mas a única coisa que eu não aceito são injustiças, calúnias, críticas infundadas de pessoas preconceituosas, que não aceitam as diferenças, confesso que isso me revolta e já passei por muita coisa referentes a esses exemplos que eu dei.

        • Grunger_pensante

          2 de outubro de 2013 em 15:00

          Sei como é difícil receber criticas,o tempo todo me criticam odeio isso,a pessoa nem tenta entender meu modo de pensar a já vai me criticando.

  24. Grunger_pensante

    2 de outubro de 2013 em 05:14

    Tem religioso que acha que tudo de mau que acontece é culpa do diabo e não consegue enfrentar os problemas sozinho,quando vê que a vida está difícil deixa tudo largado e vai pra Igreja pra ficar horando,horando,horando e horando e acha que todos os problemas vão ser resolvidos num passe de mágica.Não sou ateu,mas também não sou religioso porque religioso fala muita coisa errada e acha que eles são os donos da verdade.

    • Lucas Rodrigues

      2 de outubro de 2013 em 06:07

      Os religiosos que se acham donos da verdade são os mais fanáticos e os que tem mais fé. Também não sou ateu, mas sou deísta, quando estou com algum problema e acabo ficando depressivo eu recorro à pessoas de confiança que deem conselhos pra eu levantar a cabeça e seguir, mas o ruim mesmo é achar pessoas de confiança e que estejam dispostas a ajudar, esse tipo de pessoa está quase escasso no mundo de hoje :/

      • The Van Hoheheim

        2 de outubro de 2013 em 09:16

        me explica o que é deísta?:D

        • ultramen Tiga

          2 de outubro de 2013 em 09:35

          tipo é bem brando basicamente é um não religioso que está inclinado a acreditar na existência mas não afirma isso usando de religião mas a a razão

          • The Van Hoheheim

            2 de outubro de 2013 em 11:01

            Obrigado,seu LINDO!:3

          • Grunger_pensante

            2 de outubro de 2013 em 13:33

            kkkkkkk e concordo com você Lucas Rodrigues

          • The Van Hoheheim

            3 de outubro de 2013 em 14:37

            Acho q vc é um dos melhores usuarios

          • Grunger_pensante

            3 de outubro de 2013 em 15:30

            Quem?

          • Grunger_pensante

            3 de outubro de 2013 em 15:31

            Se estiver falando de mim,obrigado

          • The Van Hoheheim

            4 de outubro de 2013 em 11:05

            De nada

  25. Adrian Ackerman

    2 de outubro de 2013 em 01:41

    O Diego gosta de semear tretas religiosas pqp XD daqui a pouco vai ter mimimimi tenho certeza :C

    • Dark J

      2 de outubro de 2013 em 20:02

      Como é? Tetas?

    • Um qualquer

      2 de outubro de 2013 em 09:19

      Cara, deixa o véio cabeludo se divertir! Coitado, é a diversão dele, talvez seja a única….

      • The Van Hoheheim

        2 de outubro de 2013 em 11:01

        Ele mesmo já confessou isso…

  26. Leonam

    2 de outubro de 2013 em 00:19

    eu ja sabia disto.

    as pessoas que nao tem uma religião ou nao acreditam em um deus sao mais fortes em muitos sentidos dos que os que cre.
    afinal, nos ateus nao ficamos com medo de qualquer coisinha e implorando por um deus a sua ajuda o tempo todo, sabemos que precisamos enfrentar o dia a dia como ele é, que nao vai ter nenhum deus ou demonio no nosso cangote o tempo todo.

    os religiosos ficam nesta frescura de que tudo que acontece em suas vidinhas foi deus quem quis ou o diabo que fez, isto é deprimente, tm gente que passa o dia todo agradescendo a deus ate quando esta com diarreia e chegou no banheiro a tempo, tenham dó.

    tá, tá, podem me criticar, mas é assim que eu vejo as coisas, nao preciso de uma estorinha para consequir dormir, nao preciso da ilusao de um ser imaginario para sequir adiante.

    e me desculpem por qualquer coisa e pelos erros de prt, meu telcado é sem fio e continua dando defeito e eu estou sem tempo para comprar um novo.

    • Grunger_pensante

      2 de outubro de 2013 em 13:30

      E o que importa é o conteúdo do que a pessoa escreveu e não gramática.

      • Um qualquer

        2 de outubro de 2013 em 16:26

        Depende do ponto de vista. Se eu não entender o que ela quis dizer devido a um erro de gramática, o conteúdo deixa de ser importante…… afinal, não vou conseguir compreendê-lo.

        • Grunger_pensante

          2 de outubro de 2013 em 23:39

          eu não disse que eu defendo o cara por ele não respeitar a opinião dos outros,viu eu não cheguei nem perto de dizer isso e você acha que eu disse,pra você tem que explicar as coisas bem explicado porque você é muito burro.

          • Um qualquer

            3 de outubro de 2013 em 09:12

            Claro, claro, eu sou muito burro. Continue dizendo isso pra você mesmo champs , o único que irá acreditar é você. É questão de interpretação, mas você não deve saber o que é isso, já que não passa de um haterzinho da internet.

          • Pedro Henrique

            20 de maio de 2014 em 17:37

            oops, eu tbm acredito Grunger_pensante,ele ( como vários outro usuários do minilua ) enche o post de falácias,falácias e mais falácias.Procure a falácia do Ad Hominen (acho q é assim mesmo) , é igualzinho esse cara,não usa argumento algum,só chingamentos.

          • Grunger_pensante

            3 de outubro de 2013 em 15:29

            kkkk ta bom então,essa deve ter sido a terceira vez que eu uso uma imagem como resposta aqui no miniua e já sou considerado heter e pelo jeito você é quem não sabe interpretar um texto,mas deixa eu te explicar porque se eu não explico o seu desvio mental não te deixa entender.
            Eu não estou apoiando um cara que não respeita a opinião dos outros,nãooooooooooooooooooooo estou apoiando,nããããooooooooooo estou apoiando.Entendeu agora o seu fdp,ou será que sua burrice não te deixa ver que você é um merdinha que chegou aqui e acha que está arrasando falando um monte de merda,ma monte de coisas inúteis.

          • Um qualquer

            3 de outubro de 2013 em 15:55

            Faz o seguinte, vamos encerrar esta discussão que tenho mais o que fazer . Ah, e antes que eu me esqueça: sua depressão não vai se curar descontando ela na internet, capiche? Até mais.

          • Grunger_pensante

            3 de outubro de 2013 em 17:31

            Vai tomar no cú seu filho da puta,não sabe de nada,se minha depressão fosse ser curada
            descontando na internet eu já não teria mais depressão,fala muita merda cara,mew entenda,você não está com razão nenhuma,não adianta ficar com seus discursos de superioridade.E para de responder caralho,que porra mano,em qualquer lugar se acha um lixo desses pra ficar falando merda,vontade de meter um tiro no meio da cara de gente que acha que pode se entrometer na vida dos outros como se fosse o dono da verdade.

          • Um qualquer

            4 de outubro de 2013 em 09:22

            Só tenho uma coisa a dizer pra esta sua raivinha de mim:

          • Um qualquer

            4 de outubro de 2013 em 09:25

            Cara, se irritar comigo não vai adiantar nada. O único a se sentir mal será você. Eu tinha falado com o Cláudio e você veio se doendo pro meu lado. Se não quer que eu encha seu saco, é só não responder meus comentários… simples

          • Grunger_pensante

            4 de outubro de 2013 em 12:52

            e isso te diz alguma coisa ”
            ótimo, mais um hater, ou seja, mais um com uma vida entediante querendo aparecer.” bom,se você acha que eu fui me doendo pro seu lado,você deveria enxergar as coisas de um modo mais amplo,por exemplo:pense nas coisas que você e verá que você não passa de um simples babaca que me chama de imaturo,fala que não sei o que sinto.Tipo,você não faz nem ideia de quem eu sou e acha que sabe alguma coisa da minha vida.

          • Um qualquer

            5 de outubro de 2013 em 11:57

            Legal champs. Você nadou, nadou, nadou e morreu na praia. Seus “argumentos ” são me xingar, dizer que sou babaca e que me acho superior. E ainda diz que não é imaturo. Parabéns! Loro quer biscoito?

          • Grunger_pensante

            5 de outubro de 2013 em 18:00

            Nossa que legal,você acha que sua opinião é a única que vale alguma coisa e eu só sei te xingar,agora chega de discussão,com você não vale a pena discutir.

          • Um qualquer

            5 de outubro de 2013 em 19:17

            Mimimimimimi

          • Grunger_pensante

            5 de outubro de 2013 em 20:15

            Mimimimimi,PRONTO,ACABOU A DISCUSSÃO.

          • Grunger_pensante

            4 de outubro de 2013 em 12:53

            que você disse*

          • Grunger_pensante

            4 de outubro de 2013 em 12:46

            Você ainda continua sendo um babaca.simples ^^

    • Grunger_pensante

      2 de outubro de 2013 em 13:29

      ¬¬ conclusão

      Esse UM QUALQUER falou muita merda e ainda saiu como se estivesse totalmente certo.

      • Um qualquer

        2 de outubro de 2013 em 16:23

        Se quer falar de mim, fale diretamente a mim ,rapaz… Seguinte, quer dizer que você apóia uma pessoa não respeitar a opinião da outra?

    • Um qualquer

      2 de outubro de 2013 em 09:18

      “Eu sou o dono da generalização! Todo ateu é forte e todo religioso é fraco! Não me critique porque é verdade e eu sou foda! “.
      MIMIMIMIMIMIMI.
      Cara, na boa, se quer ter sua opinião respeitada, fale que nem gente, e não que nem um idiota.

      • Pedro Henrique

        20 de maio de 2014 em 17:24

        E o que seria falar que nem gente?

      • Leonam

        2 de outubro de 2013 em 09:28

        1 – não pedi para não ser criticado, alias, adoro ser cirticado. criticas ajudam e muito.
        2 – não dise que sou o dono da generalizaçao, mas é minha opiniao é ponto final.
        3 – não dise que nada que escrevi é “a” verdade ou que sou “foda” (o que é foda??)
        4 – a minha opiniao pode ser ou nao respeitada por quem quiser, eu nao respeito as dos outros, portanto, não exijo que respeitem a minha.
        5 – se eu estivese “falando” como um crente ou “um qualquer” eu estaria falando como um idiota, mas nao estou, dane-se o que vc pensa sobre o que eu escrevi, tõ nem ai.

        • Um qualquer

          2 de outubro de 2013 em 10:03

          Pode continuar com o MIMIMI criança….. bom, você pelo jeito sabe enumerar bem, já sabe até o 5. Mas o seu português sangrou meus olhos….. “dise” foi demais pra mim. Nem vou falar mais nada, tá na cara que você é uma criança que não sabe nem português direito 😉

          • Leonam

            2 de outubro de 2013 em 10:16

            obrigado professor, é estranho vc saber me corrigir e não saber ler, eu escrevi que meu teclado é sem fio é esta falhando, mas ta, vc diria: “vc não lê o que escreve para corrigir?” de fato as vezes não perco tempo com isto, pra mim o importante é entender e vc entendeu, então esta de bom tamanho.

            criança, obrigado por me chamar de criança, achei graça, se soubesse a idade que tenho… vejo que vc deve ser algum adolescente, acho que poderia ser seu pai, e nos dias de hoje, como as coisas estão, talvez seu avô, mas, pensando bem não, deus me livre, (como assim deus me livre, vc não disse ser ateu?), deixa pra la, nem vou tentar explicar.

            e fico feliz pelo sangramento em teus olhos, faz o seguinte, lava com pimenta que passa, é tiro e queda.

            E por favor não esqueça de corrigir o texto que escrevi, se encontrar muitos erros não esqueça de me informar, “professor” que numero vem mesmo depois do 5? esqueci, juro, acho que é a velhice chegando.

          • Um qualquer

            2 de outubro de 2013 em 10:32

            Hahahahaha, adolescente, hahahahahaha …….. Então é pior do que eu pensava. Uma pessoa mais velha, que não respeita a opinião das outras e ainda age como um menino de 12 anos. Provas?
            ” 4 – a minha opiniao pode ser ou nao respeitada por quem quiser, eu nao respeito as dos outros, portanto, não exijo que respeitem a minha.
            5 – se eu estivese “falando” como um crente ou “um qualquer” eu estaria falando como um idiota, mas nao estou, dane-se o que vc pensa sobre o que eu escrevi, tõ nem ai.”
            Ah, não sou adolescente , jovem. Você até pode ter a idade pra ser meu pai, mas graças a Deus ( você não acredita, mas tudo bem) você não é. Não iria querer ter um pai que não respeita a opinião dos outros.

          • Leonam

            2 de outubro de 2013 em 10:40

            Olha, só para terminar esta conversa que não chegara a lugar nenhum, graças a deus então que nem somos parentes, passe bem.
            tenho que ir dormir, trabalhei a noite inteira, hospital, e estou com sono.
            Boa sorte, Bom dia, Boa tarde e ponto final.

          • Um qualquer

            2 de outubro de 2013 em 11:48

            Concordo, graças a Deus. Desejo o mesmo. Ponto final.

          • Lucas Rodrigues

            2 de outubro de 2013 em 14:44

            Estão amigos agora?

          • Um qualquer

            2 de outubro de 2013 em 16:21

            Não, mas também não estamos inimigos.

          • Lucas Rodrigues

            2 de outubro de 2013 em 20:00

            Rivais então u.u

          • Um qualquer

            3 de outubro de 2013 em 09:10

            Nem…

          • The Van Hoheheim

            2 de outubro de 2013 em 11:00

            Boa noite

    • Wagner

      2 de outubro de 2013 em 08:41

      Ah, generalizações! Sempre tão idiotas.

      • Pedro Henrique

        20 de maio de 2014 em 17:23

        Mas se pensar por outro lado,é meio utópico pensar que há algum jeito de falar de um grupo sem generalizar.Como você acha que são feitas as pesquisas do IBGE ou da OMS?Generalizando.

      • Diego Martins

        8 de outubro de 2013 em 14:06

        E falar que generalizações são idiotas é ainda mais idiota. Todo muno sabe que não dá para generalizar, só que se toda vez que falar de alguém ou algo tiver que lembrar disso, vai perder a vida só com isso. Espera-se que pessoas inteligentes já subentendam que nem todo mundo é igual.

        • Um qualquer

          8 de outubro de 2013 em 16:52

          Olha quem chegou! Tava faltando só você pra festa… pena que ela já acabou :\

      • The Van Hoheheim

        2 de outubro de 2013 em 09:15

        Isso é a cara do Minilua…

    • Grunger_pensante

      2 de outubro de 2013 em 05:13

      Eu penso mais ou menos igual a você,tem religioso que acha que tudo de mau que acontece é culpa do diabo e não consegue enfrentar os problemas sozinho,quando vê que a vida está difícil deixa tudo largado e vai pra Igreja pra ficar horando,horando,horando e horando e acha que todos os problemas vão ser resolvidos num passe de mágica.Não sou ateu,mas também não sou religioso porque religioso fala muita coisa errada e acha que eles são os donos da verdade.

  27. Luís Felipe

    1 de outubro de 2013 em 23:28

    “observou mais de 8 mil pessoas em vários países”

    [img]http://3.bp.blogspot.com/-1-qVi8tQzKo/UCPsCxi7xxI/AAAAAAAAAJY/2zO0JjyK8b0/s1600/VegetaItsOver9000-02.png[/img]

  28. Greg

    1 de outubro de 2013 em 22:53

    misericórdia kkkk

  29. Garota Infernal

    1 de outubro de 2013 em 22:39

    Mas também não houve um estudo que disse que a religião ajuda em algumas doenças, principalmente emocionais? Existe também um estudo que diz que 70 por cento dos estudos são mentiras, ou os cientistas mentem, ou os estudos são adulterados(exemplo: estudo sobre “homens preferem mulheres de vermelho”, os cientistas entrevistam os homens e só validam aqueles que disseram que preferem mulheres de vermelho), ou os estudos são mera coincidência. A ciência é genial, mas devemos por nossas energias no que é melhor para nós, cada um vá atrás da própria felicidade, pare de se torturar lutando contra tudo e contra todos(isso serve para os ateus ortodoxos e evangélicos fervorosos)

    • Ivanilson Almeida de Souza

      4 de outubro de 2013 em 08:29

      são bons pontos de vista mas uma coisa que eu gostaria de salientar sobre essa história de “outro lado”, pois depois de alguns estudos eu vi que a promessa da fé cristã não é como é difundida no imaginário popular, como aquele lance de quando vc morre sua alma se liberta e tudo mais, eles, ou melhor nós, acreditam em ressurreição. Bem espero ter ajudado :). Tudo de bom pra você.

    • Doppelgänger

      2 de outubro de 2013 em 18:01

      que estudo é esse que diz que 70% dos estudos são mentiras?? esse estudo foi feito por quem??

      “os cientistas entrevistam homens e só validam aqueles que disseram que preferem mulheres de vermelho” uee, cade o erro nessa pesquisa?? não entendi o que vc quiz mostrar.

      • Garota Infernal

        2 de outubro de 2013 em 18:31

        Funciona assim: eles entrevistam 1000 pessoas, 500 respondem vermelho, aí eles dizem que entrevistaram 550 pessoas, entendeu? Eles manipulam a pesquisa de forma que ela tenha o resultado que eles querem. E eu não estava falando do efeito placebo, mas sim, que a religião numa situação de câncer, por exemplo, faz a pessoa ter mais vontade de viver e mais fé na cura.

        • Jonathan Fabrício Pereira

          3 de outubro de 2013 em 13:50

          E por que um religioso iria desejar mais vida se para ele o “outro lado” é melhor?

          • Spelito

            5 de outubro de 2013 em 02:33

            Porque as vezes há pessoas com sonhos que só se podem concretizar nesta vida.

          • Garota Infernal

            3 de outubro de 2013 em 18:41

            Eu também não entendo,mais quero continuar vivinha da Silva.

        • Doppelgänger

          2 de outubro de 2013 em 18:36

          aaaah tendeu =)

          só nao entendo pq eles fariam isso…

          • Garota Infernal

            3 de outubro de 2013 em 18:41

            Para ganhar notoriedade no meio científico e aparecer em alguma revista (Tipo aquelas revistas femininas)

    • Jonathan Fabrício Pereira

      2 de outubro de 2013 em 13:53

      Você está se referindo ao “Efeito Placebo”? Se for, lembre-se que este efeito só pode ser usado à favor da fé religiosa.

    • The Van Hoheheim

      2 de outubro de 2013 em 09:07

      Obrigado por partilhar essa informação 😀

  30. gato do apocalipse

    1 de outubro de 2013 em 22:23

    eu acredito no que o estudo concluiu
    mas tem uma questão.
    um estudo que tem um numero total de 8000 participantes cientificamente falando é irrelevante.

    • Diego Martins

      1 de outubro de 2013 em 22:34

      Então a única pesquisa que serve para ti, dentre todas elas, é quando eles perguntam para todas as pessoas do mundo?

      • Wagner

        2 de outubro de 2013 em 11:03

        Não é necessário ser com todo mundo. Só pegaram 8000 indivíduos, que é sim uma amostra pequena , e verificaram se sofriam de depressão ou não e sua religião. Não se pode concluir basicamente nada com isso, uma vez que não determina os motivos das pessoas estarem em depressão ou por entrarem nesse estado.
        Tanto que de 8000 pessoas, apenas 360 separam os “mais depressivos” dos “menos depressivos”. O que torna isso menos confiável ainda.

      • gato do apocalipse

        2 de outubro de 2013 em 06:35

        O maior problema do estudo é que não teve critérios específicos de inclusão e exclusão, uma vez sem isso, uma pesquisa totalitária com uma amostra de 8 mil não pode concluir que o fato de uma pessoa religiosa e mais propensa a depressão do que outras. Depressão tem tantas outras causas maiores do que foi mostrado no estudo, que é difícil supor que as pessoas estudadas que apresentaram depressão era realmente devido a ser ou não ser religioso.

        • ultramen Tiga

          2 de outubro de 2013 em 09:39

          não é a causa man é uma relação entre um fato e outro
          tipo pessoas que mijam sentado costumam serem mulheres,mas se um homem for mijar sentado não vira mulher, entende?

          • gato do apocalipse

            2 de outubro de 2013 em 10:34

            Entao, você leu o estudo, eles não explicaram a relação entre ambos, simplesmente usaram estatística para justificar a união de dois fatos.
            é como dizer que beber agua faz mal a saúde pois 100% das pessoas que morrem beberam agua em algum momento de suas vidas

          • ultramen Tiga

            3 de outubro de 2013 em 05:48

            igual eu falei apesar da agua não ser a causa da morte dessas pessoas.
            as estatísticas mostram que existe uma relação.
            não q a agua seja a “causa” mas é fato pessoas que bebem agua costumam morrer.

      • Terrorista

        1 de outubro de 2013 em 22:43

        Claro, cada ser humano é diferente. ” Todo homem e toda mulher é uma estrela “.

        • Grunger_pensante

          2 de outubro de 2013 em 05:06

          Nossa Satirista,que interessante,então quer dizer que você acha mesmo que você representa todos os religiosos do mundo né.Você fala que essa pesquisa é mentira só porque ela não não se adequou a sua vida, você fala em nome de todos os religiosos do mundo,mas na hora de usar uma frase bonitinha pra parecer ser inteligente você fala uma coisa totalmente diferente da primeira opinião que você deu não estou entendendo essa sua atitude.

          • Diego Martins

            8 de outubro de 2013 em 14:04

            Muito bom, foi exatamente isso.

          • Terrorista

            2 de outubro de 2013 em 14:40

            Foi você que entendeu errado, cara. Eu quis dizer que a pesquisa não vale de nada porque a pesquisa não foi feita com todos os religiosos do mundo, então existem muitos outros religiosos, muito mais que 8000, entendeu?

  31. Little Uchiha™

    1 de outubro de 2013 em 22:17

    Posso até acreditar nisso aí, mas não é pra todo mundo, os que acreditam de verdade, como diz a música, seguram na mão de Deus.

  32. Phantom Lord / Hyoga

    1 de outubro de 2013 em 22:01

    tinha q ser post do diego u.u

  33. L

    1 de outubro de 2013 em 21:57

    pra mim depressão é para quem tem mente fraca independente de religião….claro que existem alguns fatores biológicos e situações (religiosas ou não )que podem causar isso….mas mesmo assim minha opinião é a mesma…

    • Grunger_pensante

      2 de outubro de 2013 em 04:57

      Meu,na boa,eu tenho depressão e isso não tem nada a ver com ter a mente fraca disso eu tenho certeza.A pessoa passa por muitas situações e tem gente que aguenta até certo tempo,mas chega uma hora que essas situações começam a deixar sequelas não tem como comparar depressão com ter a mente fraca.

      • L

        2 de outubro de 2013 em 12:50

        em certo ponto eu concordo com quando você diz ”que as pessoas passam por muitas situações e tem gente que aguenta até certo tempo mas chega uma hora que essas situações começam a deixar sequelas” por isso eu me referi a fatores biológicos e situações (religiosas ou não)no comentário acima, e eu sei o quanto é difícil se livrar de uma situação ”depressiva” por que também passei por isso após uma cirúrgia, onde me excluía de tudo e de todos e vivia sofrendo e sempre triste com um diagnostico de ”pré-depressão”,mas isso não vem ao caso, o que eu quero dizer é que independente do nosso estado psicológico temos que entender que existe outra saída que é viver e fazer de tudo para ser feliz independente da situação e que devemos superar todos esses fatores(obstáculos) não importando o quão difícil sejam….entende???

        • Grunger_pensante

          2 de outubro de 2013 em 13:19

          Eu entendo,mas tem gente que consegue lidar melhor com essas coisas,tipo eu tenho só 16 anos,nem imaginava que iria ter depressão.E também não sei lidar muito com sentimentos mesmo que eu goste da pessoa eu não consigo demonstrar isso do mesmo jeito é com minha mãe,eu gosto dele obviamente,mas eu não demonstro isso.Por isso que pra mim é difícil acabar com minha depressão e talvez seja difícil também porque eu gosto de ter depressão e isso não é nada bom,mas esquece eu gosto de muitas coisas que me fazem mal e por isso a culpa é minha de eu ainda ter depressão.

          • Grunger_pensante

            2 de outubro de 2013 em 13:20

            eu gosto dela*

          • L

            2 de outubro de 2013 em 17:05

            a culpa não é exatamente sua, mas sim de situações que provavelmente te causaram traumas magoas e ou ressentimentos ,coisas que são difíceis de se lidar mas que podem ser esquecidas ou deixadas de lado na maioria das vezes…..
            mas prazer,converso com voce no próximo post….kk

      • The Van Hoheheim

        2 de outubro de 2013 em 09:14

        Haha,aqui no meu pais as pessoas se suicidam por causa do frio(que não ´€ tanto assim)mas tambem por que os filhos não gostam de ficar perto do pai(vi isso no jornal)

        • L

          2 de outubro de 2013 em 12:54

          ”porque os filhos não gostam de ficar perto dos pais”??? o_O
          como assim????

          • The Van Hoheheim

            3 de outubro de 2013 em 14:35

            Serio,os filhos aqui simplismente não gostam do pais,alguns até já se suicidaram por causa da depressão

      • The Van Hoheheim

        2 de outubro de 2013 em 09:11

        Vc é muito filosofico(fez facudade?:D)

    • L

      1 de outubro de 2013 em 22:00

      se bem que as pessoas de alguns países sofrem disso devido as guerras causadas pela religião….

      • Kelbert

        1 de outubro de 2013 em 22:46

        hum…

  34. Wagner

    1 de outubro de 2013 em 21:53

    Religião não age como tampão para depressão e nunca servirá para isso, que coisa. Não seria melhor perguntar sobre a rotina dessas pessoas? Se elas sofreram abuso na infância, são fracassadas na vida profissional, não tem amigos, perderam o cachorro… Enfim, são diversos fatores quem implicam mais diretamente na causa da depressão do que fé e religião. É a mesma coisa dizer que um ateu está em depressão porque não tem nenhuma divindade à recorrer para pedir que solucione os seus problemas ¬_¬’

    • Mita Rhee

      8 de outubro de 2013 em 19:08

      Mandou bem, cara…

    • Felino

      2 de outubro de 2013 em 20:20

      roubou minhas palavras e meu like

    • Doppelgänger

      2 de outubro de 2013 em 17:53

      o foco da pesquisa era saber se a religião tinha algo a ver com a depressão, o criterio não foi procurar quanto a pessoa sofreu na vida pois ai o foco seria outro. Existem pessoas sofredoras e não sofredoras em todas as religiões pesquisadas, mas mesmo assim o numero maior de depressivos deu em religiosos, fazer o que. Tem que saber interpretar a pesquisa antes de falar essas coisas colega.

      • Wagner

        2 de outubro de 2013 em 19:25

        Exato, mas qual a relação nisso? Pessoas religiosas são mais depressivas só por causa de uma pesquisa que avaliava religião? Pesquisa muito falha meu caro, uma vez que só um fator estava sendo analisado.
        Sim, eu soube interpretar. Percebeu o que está escrito no post? “Não há nenhuma evidência de religião agindo como um tampão para evitar a depressão”. E se os motivos de certo indivíduo estar em depressão é “maior” do que a fé que ele possui? Dessa maneira não dá para saber.
        O problema é que pensam só porque a pessoa é religiosa ela só recorrerá a religião para se livrar dos seus problemas.

        • Jonathan Fabrício Pereira

          3 de outubro de 2013 em 13:44

          Existe uma relação entre religiosidade e depressão, pois como eu disse antes, a maior parte dos religiosos são incapazes de aceitar a verdade, e isso pode levá-los a se sentirem infelizes e injustiçados…

          • gato do apocalipse

            4 de outubro de 2013 em 09:23

            Apesar que eu concorde parcialmente com que você diz, essa relação não foi comprovada, aliais, isso a nível cientifico é muito difícil ser comprovado. A psicologia terá esse karma em seus estudos, pois é muito difícil separar as condições secundarias que levam as pessoas a terem doenças psicológicas quando se quer estudar uma causa especifica.

            Exemplo,em relação a esse estudo,a única coisa que ele fez foi fazer essas pessoas responderem questionários identificando quais que tinham depressão, depois discriminaram eles em cada grupo, e chegaram no resultado. Ai eu digo, 8 mil amostras é um numero desprezível quando se quer chegar numa conclusão totalitária. Se fosse so europeus, ai teria alguma relevância, no entanto, há estudos que indicam que em países mais frios a tendência maior a depressão do que países quentes.

          • Wagner

            3 de outubro de 2013 em 13:57

            Para os fanáticos sim. Mas depressão não se dá por meio de injustiças ou com a incapacidade de lidar com a verdade. Às vezes pode ocorrer de uma hora para outra tanto que algumas pessoas podem nem notar que outra sofre desse mal. Os religiosos possuem as suas verdades, assim como os ateus possuem as deles. Porém na grande maioria das vezes, ambos tentam convencer uns aos outros que tais verdades são apenas mentiras. Daí um ateu poderia muito bem entrar em depressão por não lidar com uma outra verdade, que no caso seria de uma crença.
            Só quero dizer que isso tudo aí foi apenas uma coincidência. Não seria mais óbvio perguntar para as pessoas com depressão “O que você faz para tentar se livrar disso?”. Caso responda “Somente rezo” aí sim a pessoa não tem só depressão, mas problemas mentais também.

          • Jonathan Fabrício Pereira

            3 de outubro de 2013 em 18:34

            Existe apenas UMA verdade! E a melhor forma de se chegar a ela é pela Ciência, logo, quem se apoia a Ciência estará mais próximo da verdade…

          • Wagner

            3 de outubro de 2013 em 19:19

            Não meu caro. Quem se apoia totalmente na ciência é tão ignorante quanto quem se apoia totalmente na religião. E acredite, ninguém sabe a verdade. Só sabemos da morte, por mais cruel que isso seja.

          • Jonathan Fabrício Pereira

            3 de outubro de 2013 em 21:42

            “Se apoiar a Ciência” e “se apoiar totalmente a Ciência” são coisas bem distintas ao meu ver… E por mais que eu concorde que a atitude de se apoiar totalmente a Ciência seja uma atitude ignorante, não posso compará-la a atitude de se apoiar totalmente a religião, o cético, no caso, seria bem menos ignorante e preconceituoso…

            E sim! Ninguém sabe a verdade, mas nem por isso todas teorias, hipóteses e suposições devem ser colocadas no mesmo nível…

          • Doppelgänger

            3 de outubro de 2013 em 20:01

            o resultado da pesquisa indica que algum fator psicológico resultante da religião pode tornar as pessoas mais propensas a depressão, nao diz nada sobre a religião ser a causa da depressão, esse fator pode ser por qualquer coisa ainda que não se sabe ainda, seja as tradições, comportamento, pressão, etc. Se eles tivessem procurando por outro fator causador da depressão então a pesquisa não serviria pra saber o quanto a religião afeta na depressão, seria saber quais fatores que tornam uma pessoa depressiva.

            Sua critica faria sentido se eles tivessem feito com 1 representante de cada religiao e so os religiosos tivessem se ferrado na vida ou com psicológico todo maluco.

    • Jonathan Fabrício Pereira

      2 de outubro de 2013 em 13:50

      Wagner Cezário, a fé religiosa pode sim levar uma pessoa a ser depressiva, porque é muito mais difícil para ela aceitar certas coisas… Diferente do humanista (nem todos), que é sempre aberto a novas teorias, hipóteses ou contra-argumentos, uma pessoa assim, que tem facilidade para aceitar as coisas, com certeza sofrerá menos e se sentirá menos injustiçado…

      E isso não é a mesma coisa que dizer que um ateu fica em depressão porque não tem nenhuma divindade à recorrer… Esse argumento é ridículo e etnocêntrico, pois implica que só as religiões teístas nos dão uma vida longe de depressões…

      • Wagner

        2 de outubro de 2013 em 14:09

        Exatamente o que quis dizer. Fiz uma comparação (que era pra ser ridícula) em relação que os ateus são menos propensos a sofrerem depressões de acordo com a pesquisa. Isso não tem a ver com a religião. Religião não é só orar e pedir a Deus que tudo dê certo e fé não é resposta para tudo.
        Óbvio que existem uns fanáticos por aí que pelamor hein. Mas se sofrem de depressão pode ter certeza que não é somente por “Deus não atender os seus pedidos”

        • Jonathan Fabrício Pereira

          3 de outubro de 2013 em 13:41

          Você está dizendo que a causa da depressão, neste caso, é a incapacidade de lidar com a verdade?

    • Muller Montreal Canadiens

      2 de outubro de 2013 em 09:58

      Excelente colocação cara falou tudo

    • Lucas Rodrigues

      2 de outubro de 2013 em 05:59

      Concordo plenamente.

    • Greg

      1 de outubro de 2013 em 22:54

      Mais se uma pessoa acredita em Deus , tipo toda preocupaçaõ tem que ser evitada, e isso que eles quiseram dizer( eu axo)

      • eduardo (eduh)

        2 de outubro de 2013 em 00:01

        exato,o ruim é que muita gente pensa que Religião é só ”ir para igreja”,”orar/rezar”,mas religião não é só isso,ela também é uma filosofia de vida.

        • Riddle Boy®

          3 de outubro de 2013 em 03:32

          Acho que não o Eduardo, o mal esta no excesso de religiosidade, o principal fundamento da religião é o amor quando este objetivo se perde torna-se maligno.

        • The Van Hoheheim

          2 de outubro de 2013 em 09:06

          Boa filosofia cara

    • Terrorista

      1 de outubro de 2013 em 21:57

      C falou bonito, tiozão!

  35. Terrorista

    1 de outubro de 2013 em 21:52

    Eu sou religioso e nem tenho depressão, mentira isso dai.

    • Grunger_pensante

      2 de outubro de 2013 em 04:53

      claro que deve ser mentira néh,você representa todos o religiosos dos países que fizeram a pesquisa néh? ¬¬

  36. Lucas Lozano

    1 de outubro de 2013 em 21:52

    Depende,se a pessoa é mtt ligada na sua religião eu acredito na pesquisa,se ela usa religião sem ser fanática acho de boas ter uma religião ( Eu nn tenho,apenas acredito em Deus,eu sei,é estranho,acreditar em Deus e nn ter religião )

    • Grunger_pensante

      2 de outubro de 2013 em 04:51

      oxi,em que planeta é estranho acreditar em Deus,mas não ter religião!?eu acredito em Deus,mas não tenho religião também e acho isso normal,até porque se eu tivesse religião eu não iria querer chegar ao estado de achar que tudo de mal que acontece é culpa do capeta.

      • Lucas Lozano

        2 de outubro de 2013 em 14:01

        Legal achar alguém que tb é assim,é que nn vejo mtas pessoas que acreditam em Deus sem ter religião

      • Jonathan Fabrício Pereira

        2 de outubro de 2013 em 13:55

        Significa que você simplesmente escolhe no que acreditar como se isso fosse algum jogo…

      • The Van Hoheheim

        2 de outubro de 2013 em 10:58

        e Grunger,vc é baiano?

        • Grunger_pensante

          2 de outubro de 2013 em 13:12

          kkkkk não,sou 100% paulista

          • The Van Hoheheim

            3 de outubro de 2013 em 14:33

            AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAa,ok

      • The Van Hoheheim

        2 de outubro de 2013 em 09:10

        Haha,isso ´€ cara de evangelicos ou católicos fervorosos(sou evangelico,mas nao tao extreme),isso é a cara de minha avó,colocar a culpa toda no capeta

  37. Lobo Alfa

    1 de outubro de 2013 em 21:46

    “Publicado em 1 de outubro de 2013 (3 minutos atrás) por Diego Martins em “Religião”. Encontrou um erro? Clique aqui”
    DIEGO DIEGO…

    [img]http://1.bp.blogspot.com/-7I7BaO6DGbQ/Ud9Vd3b8udI/AAAAAAAAc1I/0KK_JU0PFOw/s1600/47.jpg[/img]

    • Garota Infernal

      1 de outubro de 2013 em 22:40

      Sempre o Diego kkk

  38. Altair Ibn-La'Ahad

    1 de outubro de 2013 em 21:44

    Meu método pra evitar depressão: “Depressão é coisa de baitolinha retardado genocida, homicidada, sem noção de vida, babão de mulher, virjão sem futuro comedor”
    é tiro e queda, só q sem tiros e… sem ninguém caindo também
    ._.

    • Grunger_pensante

      2 de outubro de 2013 em 04:47

      É isso ai Little Uchiha,quem não tem depressão acha que entende do assunto,depressão não é coisa que criamos não tem como você simplesmente achar que depressão idiotice que você está livre de ficar depressivo.

    • Little Uchiha™

      1 de outubro de 2013 em 22:18

      Típico pensamento de quem não sabe de nada, na mente não se manda rapaz.

    • Wagner

      1 de outubro de 2013 em 21:54

      Sem quedas mesmo. Conheci alguém que sofria de depressão e se enforcou.

  39. Estudante

    1 de outubro de 2013 em 21:44

    Deve ser porque religiosos têm que lidar com Satanás e ateus não .-.

    • Terrorista

      1 de outubro de 2013 em 21:53

      pasa a parafita la

  40. Bardock

    1 de outubro de 2013 em 21:43

    Ser mais depressivo, mas se curar “mais rápido” de alguma doença.
    Parece justo.

    • Doppelgänger

      2 de outubro de 2013 em 18:02

      eu não sabia que ao ser religioso, vc ganhava habilidade de fator cura .-.

      • Bardock

        2 de outubro de 2013 em 18:07

        Você não vai entender, a menos que veja um post antigo do ML.

178 Comentários
mais Posts
Topo