Sabotadores de carreira




Ainda vivemos num mundo em que a competição entre colegas de trabalho ocorre, embora esteja totalmente fora de moda e implique numa visão estreita do negócio, pois o trabalho em equipe é próspero para a empresa e logicamente, lucrativo para seus colaboradores.

Os sabotadores agem sutilmente e às vezes não é fácil identificá-los, mas basta estar atento a alguns detalhes: eles dificilmente elogiam os outros, estão sempre concorrendo e procurando manter-se no topo, sempre que têm oportunidade tecem elogios aos seus produtos.

Para especialistas em recursos humanos, os sabotadores são ardilosos, na frente do alvo ou dos alvos, costumam ser gentis e dão demonstrações de amizade,e esses são os mais perigosos de todos, pois demonstram parceria, dedicam-se a “ensinar” aos colegas novatos, escondendo certa arrogância no “saber”, no entanto quando estes sobressaem-se os sabotadores afastam-se, pois seu “auxílio” é limitado. A competição com colegas mais antigos é acirrada também, mas zelam por manter as duas faces, maquiavelicamente, ou seja, sempre são amigos, nunca falam mal pela frente, e pelas costas, a lógica é invertida, e embora sem exposição, apontam os colegas quando têm oportunidade e jamais admitem os créditos merecidos do outro perante demais colaboradores, chefia ou envolvidos em geral (clientes, assistentes e outros).

Há espaço para todos e conversar abertamente é o melhor caminho, pois os sabotadores geralmente são pessoas inseguras, invejosas e com pouco preparo, por isso temem em perder seu espaço conquistado, até porque há casos em que o sabotador exerce cargo de chefia, o que resulta numa situação bem mais complicada de resolver, já que o emprego pode correr riscos.

Reformulado de: RM Consultoria

  1. Lucas D

    26 de janeiro de 2014 em 23:37

    Tudo culpa do Cramulhão essas coisas.

  2. maia krunf jonas

    23 de fevereiro de 2013 em 16:46

    uhhhhhhhhhhhhhhhhuuuuu 6° a comentar

  3. Agelus Leite

    12 de julho de 2010 em 00:22

    Realmente sempre tem aquele que acaba te sabotando pelas costas, mas o negocio é fazer o melhor que puder sempre.

    Se eventualmente o sabotador assumir seu cargo ele geralmente se mostra mais incompetente em exercelo e isso será notado se o chefe for atento.

  4. ana lucia saldanha tavares

    16 de junho de 2010 em 21:52

    Puxa-saco e agente laranja é o que você mais encontra nos lugares .

  5. Adriano Saadeh

    10 de junho de 2010 em 10:23

    Infelizmente os sabotadores, ou vulgarmente conhecidos como puxa-sacos sempre vão existir em qualquer área!

  6. Aida Saadeh

    10 de junho de 2010 em 07:41

    Valeu! O minilua busca sempre o melhor p seus leitores. E bacana tua história de volta por cima, sobressair na profissão é sempre a melhor resposta para quem tenta nos derrubar!

  7. TKD kyosanim

    10 de junho de 2010 em 07:28

    Ja passei por isso no meu ambiente de trabalho … onde a regra eh o trabalho em equipe , ocorre o oposto … sao varias pessoas disputando quem ferra primeiro com quem , nao sao todos que fazem isso .. uma pequena minoria podre … se torna mais dificil quando sao pessoas de todos os lugares do mundo : poloneses , austriacos , ingleses , indianos , arabes , portugueses entao a coisa se torna realmente dificil devido as diferentes culturas … respeito sobre as diferencas eh a chave ! , mas mesmo assim tem pessoas q te rotulam por causa do seu pais natal … mas isso eh bem raro aqui , cada um na sua !… principalmente quando vc se destaca e recebe previlegios … uma vez tive um problema serio com um frances q ficou me perturbando por quase 7 meses ate q um dia vc estoura e o circo pega fogo … quase q nao me controlo e parto para a porrada , sou faixa preta de Taekwondo entao a coisa realmente iria ficar feia … mas aprendi a ter auto-controle na arte marcial e foi isso q me salvou… no pais onde moro agresssao eh um caso serio com penas altas de prisao … mas no fim deu tudo certo. Boa Materia.

7 Comentários
mais Posts
Topo