Minilua

E se a Segunda Guerra Mundial fosse uma briga de bar?

Se você nunca foi um bom aluno de história porque não conseguia decorar as datas, locais e países, quem sabe, se imaginar os fatos de uma maneira um pouco diferente, as coisas fiquem mais fáceis:

Segunda Guerra Mundial no bar

Após ter saído vitorioso da guerra passada, os EUA resolve assumir o bar e vai para trás do balcão tentar comandar as coisas. Enquanto isso, a derrotada Alemanha olha todo mundo bebendo e comemorando com seu dinheiro. Lá no canto, a Áustria fica isolada.

Indignada, a Alemanha pega sua carteira de volta e com um soco joga a Áustria no chão. Enquanto todo mundo observa sem reação, os alemães aproveitam e passam uma rasteira na Tchecoslováquia. Para evitar confusão, todo mundo finge que não viu nada.

Enquanto ninguém olhava para o outro lado do bar, o Japão deu uma voadora na China. Com medo, a atual potência se esconde embaixo da mesa. Lá do balcão, os EUA reclamam daquilo, mas não se mexem para ajudar.

Aproveitando o início de tumulto, a Alemanha soca a Polônia na cara e a Rússia chega para ajudar a vítima, mas acaba ajudando a derrubá-la. Antes que alguém pudesse fazer algo, a Finlândia também foi derrubada pela Rússia.

Do outro lado do Bar, a Inglaterra grita para todos pararem, porém, nesse meio tempo, a Rússia já tinha apertado as mãos da Alemanha, prometendo fornecer toda a bebida que os nazistas conseguissem beber em troca de algumas soqueiras.

Tentando se agigantar, a Inglaterra parte para cima da Alemanha, mas leva uma surra e acaba sendo jogada para fora do bar dentro em uma poça de água. O mesmo acontece com a França, que volta para dentro do bar com medo e acaba ficando do lado da Alemanha bem quietinha.

De longe, os EUA só olham tudo, mas decidem fornecer bebidas apenas para aqueles que são seus amigos das antigas. Enquanto isso, a Inglaterra e a Alemanha ficam jogando copos vazios um no outro, mas nada que realmente chegue a machucar alguém. Enquanto isso, perto da entrada, a Itália leva um soco de todo mundo que tenta encarar, até que pede ajuda para os alemães.

Sem aviso prévio, a Alemanha resolve trair sua parceria de bebida e ataca a União Soviética com um belo chute, porém escorrega na vodca e cai de cara no chão. Do outro lado, o EUA corta a bebida do Japão, que já está muito louco.

Sem ter o que beber, o Japão pirou de vez e pulou o balcão para atacar os americanos, entretanto só consegue quebrar algumas garrafas. Na volta, os japoneses tentam pegar a Inglaterra, França e Holanda, mas nada dá certo. Vendo a cena, a Alemanha tira sarro dos americanos, que ficam brabos e começam a atacar a Itália, saindo, enfim, de trás do bar.

Para entrar na confusão, os americanos chamam a Inglaterra e o Canadá. Sem aviso, o EUA apaga as luzes e pega os alemães de surpresa. Como eles ainda estavam atordoados do sopapo dado pela Rússia, fica mais fácil derrubá-los no chão. Sem forças, os alemães caem no chão e desmaiam de dor. Enquanto estão inconscientes, eles são roubados pelos americanos e russos.

Sem perceber, o Japão leva duas tacadas na cabeça e cai desmaiado, sem reação alguma.

Quando o Japão e a Alemanha acordam de novo, são obrigados a ficar sem beber por um tempo, mas logo os EUA estão vendendo alguns drinques para eles e a paz volta a reinar no bar. Mesmo assim, alguns olhares estranhos são trocados pelo EUA e a Rússia, porém essa briga é uma outra história de bar.