Minilua

Seres da mitologia que realmente existiram: Amazonas #5

Em mais um capítulo da série “Seres da mitologia que realmente existiram”, falaremos sobre as famosas Amazonas, mulheres guerreiras que viviam isoladas e que não gostavam de ter contato com homens.

Segundo Heródoto, famoso historiador, as Amazonas surgiram após uma captura em massa de mulheres. Transportadas em navios, as prisioneiras foram colocadas em um cativeiro. Após algum tempo presas, elas acabaram por dominar seus sequestradores e com isso fundaram uma civilização de mulheres guerreiras.

Com ódio dos homens, elas se isolaram e não permitiam a entrada de nenhuma pessoa do sexo masculino. Como era comum na época, as Amazonas foram atacadas pelos Citas, guerreiros iranianos que tinham como objetivo dominar as mulheres guerreiras.

Ao se deparar com tamanha determinação e força das Amazonas, os Citas resolveram propor uma espécie de acordo/união com as guerreiras, visto que não podiam derrotá-las. Com isso, houve uma união de povos, o que resultou em casamentos entre Amazonas e Citas.

Mesmo com essa união, uma condição foi mantida, a tradição das mulheres guerreiras não seria interrompida nas futuras gerações, mas sim celebrada e continuada. Isso se cumpriu e a tradição foi mantida, mas com algumas ressalvas, visto que as Amazonas acabaram por desaparecer com o tempo.

Conceito histórico

Como parte histórica das Amazonas, devemos citar algumas covas encontradas no Irã, onde existiu essa civilização. Nesses “túmulos”, a maioria dos achados eram de mulheres com marcas de golpes nos ossos, o que confirma que as mesmas estiveram em batalhas.

Além disso, nas covas também foram encontradas arcos, adagas e espadas enterradas junto aos corpos das Amazonas. Após essas escavações, foi constatado que essas mulheres guerreiras também existiram em outras áreas, como é o caso da América do Sul.

Citação nos games e quadrinhos

Nos games, existe uma menção interessante sobre as Amazonas no MMORPG, Tibia, nele há criaturas denominadas, Amazons, que vivem isoladas em alguns pontos do mapa. Nenhum invasor é bem vindo nesses locais, a maior concentração delas pode se encontrada na Amazon Camp.

Nos quadrinhos, a maior representada das Amazonas é a Mulher Maravilha, no entanto a sua roupa é meramente fictícia, visto que as cores ilustram a bandeira dos Estados Unidos. Mas sua força, armas e adereços são característicos do seu povo.

Mais pesquisas e estudos estão sendo feitos a cerca da existência das Amazonas, mas ao que tudo indica, essas mulheres guerreiras não existiram apenas na mitologia grega, e sim no mundo real em épocas passadas.

Se gostou do artigo, clique em Curtir!