O silêncio constrangedor

Todo mundo já passou por um momento de silêncio constrangedor. Duas pessoas estão conversando e, de repente, o assunto acaba. As duas trocam mais algumas palavras sobre o que estavam dizendo, na esperança de que outro assunto tenha tempo de surgir, mas eis que o silêncio chega e aquela sensação estranha toma conta. Mas então, porque será que sentimos o silêncio como algo constrangedor?




A cultura do barulho

Escute-o-silêncio

Nós, ocidentais, vivemos em uma sociedade barulhenta. Em países orientais, como no Japão, o silêncio entre é considerado bom. O silêncio representa respeito, tanto pela pessoa, quanto pela situação. Em países orientais é normal ocorrerem longos períodos de silêncio em uma reunião, pois os participantes fazem isso para pensar com mais calma. Da mesma maneira ocorre em conversas com amigos, onde o silêncio é apenas mais uma parte do evento.

Esse comportamento, bem diferente do existente nesse lado do mundo, faz com que os ocidentais, aos olhos dos orientais, pareçam barulhentos e falantes. E é exatamente essa cultura que gera o silêncio constrangedor.




O silêncio

Awkward_0061b1_2007905

Mesmo que não tenhamos nada muito interessante para falar, sempre queremos continuar a conversa para evitar o silêncio. Isso acontece, devido a nosso extinto social aguçado.

Mesmo sem querer, tendemos a agir de maneira a sermos aceitos nos grupos em que vivemos. Por isso, ficar em silêncio com uma ou mais pessoas faz nosso cérebro pensar que estamos agindo de maneira errada. Afinal, para que realmente sejamos aceitos no grupo, precisamos nos enturmar. Namkje Koudenburg, psicólogo da University of Groningen, descreve a conversa como uma dança. Duas pessoas que se conhecessem podem dançar perfeitamente em sincronia, criando um belo espetáculo, que segue com fluidez. Essa fluência da dança surge na conversa, quando ela está indo bem. Nesse momento nos sentimos aceitos e acreditamos que tudo está certo, afinal “as coisas estão fluindo”.

O psicólogo, que estuda o comportamento social humano, revela que enquanto estamos falando com alguém, nos sentimos bem, pois acreditamos que estamos sendo bem aceitos. Assim, aquele medo de rejeição desaparece, mas basta um pequeno descuido para que ele volte a aparecer…

Devido ao nosso comportamento natural e a nossa cultura, o silêncio em uma conversa virou esse drama. Para piorar, o mesmo pesquisador descobriu que bastam quatro segundos de silêncio para que o sentimento de constrangimento surja. Por isso, se quiser evitar o silêncio na conversa é bom ter um grande repertório de assuntos.

  1. Gênesis

    15 de maio de 2015 em 15:15

    Lhes darei a dica primordial para evitar a ausência de assuntos em uma conversação: solte uma bufa.

  2. Fantasma Renegado

    12 de maio de 2015 em 22:59

    Interessante, muito interessante!
    Eu já vinha observando que uma colega minha de trabalho simplesmente não consegue ficar em silêncio se houver outra pessoa (que não seja eu) no mesmo ambiente que ela. Comentários e perguntas como “tá quente, né?” ou “você mora aqui na cidade?” ou “como está fulano?” são a arma que ela usa para quebrar o gelo. Aí eu pergunto: PRA QUÊÊÊÊÊÊÊÊ?! Deixa o cara quieto, poha! Não tem coisa mais desconfortável do que ver alguém estranho falando com vc só para, educadamente, não te deixar no vácuo!
    Eu amo o silêncio e os desconhecidos que não puxam conversa comigo! S2

    • André Silva

      13 de maio de 2015 em 00:38

      Já eu amo os desconhecidos que vem falar comigo, como sou um pouco tímido e não tenho coragem de puxar assunto com quem eu não conheço eu gosto quando tomam a iniciativa, eu me sinto mais encorajado em continuar a conversa e PUF! Um novo amigo!
      Eu gostaria de trabalhar com essa sua colega de trabalho, como sou novo no meu trabalho eu não falo muito com o pessoal, e infelizmente eles também não são de puxar assunto, então fica aquela coisa meio chata de não poder falar com ninguém, a minha sala fica tão calada que parece que sou só eu que to ali. Acho que um simples “tá quente, né?” de alguém já seria um bom início pra eu continuar o diálogo.

      • Fantasma Renegado

        13 de maio de 2015 em 09:29

        Beleza, pode levar ela pra você e prepare-se para ter assunto pra conversar pelo resto da sua vida ahahaha
        Bom, eu realmente sou péssimo em fazer novas amizades porque simplesmente não gosto de conversar com estranhos. Não é frescura, não é orgulho nem nada assim, apenas não fico confortável falando com os socialmente novatos para mim. Mas é pra isso que existe a internet, né? Eu tô falando com vc, uma pessoa que eu não faço ideia de quem seja, e não tô nem aí xD

  3. Caciano Genz

    12 de maio de 2015 em 22:47

    este artigo foi criado para voltar o movimento no ml, só pensarei nisso até que me argumentem o contrario.

  4. Miroslau

    12 de maio de 2015 em 22:41

    Ficar no vácuo é tipo cometar no minilua sem likes ‘-‘ T-T

  5. Kuzan

    12 de maio de 2015 em 22:11

    Eu procuro assunto onde não tem só pra poder conversar mais. Quando as conversas com seus amigos vão ficando meio vazias, parece que você está perdendo um amigo. Então, para evitar isso, eu sempre tento ter assunto pra não perder uma amizade. 2 amigos meus já se distanciaram desse jeito de mim, mas eu ainda sou um grande amigo de um deles, mesmo não sendo tanto quanto antes.

  6. Francisco Junior

    12 de maio de 2015 em 21:53

    . . . .

  7. chapolim do mal

    12 de maio de 2015 em 21:52

    Vou comentar aqui só para me enturmar com os coleguinhas do minilua.
    O cara que perde tempo fazendo pesquisas obvias como essa tem que perder a bolsa na hora.

    • Caciano Genz

      12 de maio de 2015 em 22:39

      é né?

  8. Dark

    12 de maio de 2015 em 21:40

    ‘-‘ Vei, que post mais chato ‘-‘

  9. Blue

    12 de maio de 2015 em 21:40

    Interessante, faz sentido, alguns povos orientais costumam ser mais fechados, não quer dizer que são frios, só que são mais reservados, aqui no ocidente somos mais soltos, bem, a maioria, alguns (tipo eu) são tímidos, amam o silêncio e muitas vezes ficam quietos mergulhados em suas próprias mentes, mas todo mundo aprecia a companhia de uma pessoa legal e interessante, ter uma boa conversa que flui bem, até o assunto acabar, aí esse silêncio toma o lugar, e pra quem é tímido, quebrar esse silêncio é ainda mais difícil. Se em uma conversa comum esse silêncio já é chato, imagine em um encontro…

    • Mutley

      13 de maio de 2015 em 09:14

      Eu também sou assim , mas tem uns assuntos que se me deixar eu falo até amanhã , eu também não sou muito de conversar com muitas pessoas ao mesmo tempo , só se forem conhecidos , mesmo assim eu só consigo manter o foco em uma pessoa , sou do tipo que detesta quando todo mundo fala ao mesmo tempo , mesmo que seja numa discussão , eu espero sempre a minha a vez de falar , outra é que raramente eu dou a minha opinião espontaneamente (tirando aqui na internet) , tem pensamentos que eu acho que as pessoas não entenderiam se levar em conta o lugar em que eu vivo no momento e com quem me relaciono.

    • André Silva

      12 de maio de 2015 em 23:10

      ”alguns (tipo eu) são tímidos, amam o silêncio e muitas vezes ficam quietos mergulhados em suas próprias mentes, mas todo mundo aprecia a companhia de uma pessoa legal e interessante” – Eu li uma vez que pessoas tímidas (tipo eu também) depois de um tempo com muitas pessoas precisam de silêncio, um tempo sozinhos, pois se sentem mal, ficar sozinho depois de um tempo com outras pessoas é reconfortante pra quem é tímido, quase como se fosse pra recarregar as baterias. Mas ficar muito tempo sozinho também é chato, sempre é bom bater um bom papo com alguém legal.

      • Blue

        13 de maio de 2015 em 22:11

        Sim, eu começo a trocar algumas palavras e me atrapalhar na conversa quando estou falando com alguém que não conheço bem, quando estou sozinho eu me sinto bem, pensando sobre tudo e questionando as coisas, a solidão é inspiradora de um jeito incrível, concentrar-se em si mesmo faz sua alma florescer, faz sua chama se acender.

  10. Sabrina

    12 de maio de 2015 em 20:31

    Pior que silêncio na conversa, é aquela pessoa que responde como um robô: “sim”, “não”, “bom”, “ruim”, “talvez”… até uma porta é mais educada.

    • Francisco Junior

      12 de maio de 2015 em 21:50

      Sim

  11. Mutley

    12 de maio de 2015 em 20:22

    É foda quando você quer puxar um assunto e a pessoa te deixa no vácuo .

  12. Elyane

    12 de maio de 2015 em 20:18

    Melhor maneira de quebrar o silencio da forma mais idiota possível é falar sobre o tempo ( esta frio, quente, vai chover, qualquer coisa relacionada ao clima) e começa uma conversa sem sentido que flui mesmo em velórios. Recurso amplamente testado e aprovado!

    • Caciano Genz

      12 de maio de 2015 em 22:42

      é fato…

  13. Wyvern Björk

    12 de maio de 2015 em 19:57

    Caso eu ocorra silêncio durante uma conversa minha eu provavelmente citarei essa matéria só pra voltar a ter assunto ‘-‘. Vlw ML!

    • Miroslau

      12 de maio de 2015 em 22:37

      -Oi
      oi
      -Bem?
      uhum e aí?
      -Tbm
      legal

      ***le silencio***
      **mais silencio**
      *Agora silencio com um asterisco*

      -Bah foi 4 segundos como o minilua disse ashusahu

    • André Silva

      12 de maio de 2015 em 20:07

      É mesmo, boa ideia!

  14. André Silva

    12 de maio de 2015 em 19:25

    ”O psicólogo, que estuda o comportamento social humano, revela que enquanto estamos falando com alguém, nos sentimos bem, pois acreditamos que estamos sendo bem aceitos” – Realmente, quando começo a conversar com alguém e vejo que os assuntos vão aumentando e a gente vai falando sem parar eu me sinto bem pra caramba, principalmente quando é com uma pessoa que eu não conheço muito bem. Ótimo post! bom saber que não sou só eu que me sinto estranho quando o assunto acaba.

  15. Rodrigo Duarte

    12 de maio de 2015 em 18:50

    Ai, ai, amadores… Quando o assunto acabar é só lançar o recurso da Vaca Amarela.

  16. Xablau

    12 de maio de 2015 em 18:48

    Não iria comentar, mas pareceu-me constrangedor…

  17. Greengineer

    12 de maio de 2015 em 17:38

    Pelo visto devo ser um péssimo dançarino, não consigo manter um diálogo por mais de 10 min.

    Mas foda-se, estou comentando no Minilua!

  18. Jeff Dantas

    12 de maio de 2015 em 17:19

    Não sei pq, mas me lembrei da música “Enjoy the silence…” 🙂

    • Tolerância Zero

      14 de maio de 2015 em 12:13

      Vc nunca sabe o porquê.

  19. Hotarius Hilarius Repugnants

    12 de maio de 2015 em 17:19

    1 minuto de silencio pro post…

31 Comentários
mais Posts
Topo