Minilua

Som misterioso é ouvido pelo mundo

Ruídos consideravelmente fortes e misteriosos têm sido ouvidos no litoral da Carolina do Norte, EUA, o que vem gerando pânico e curiosidade entre a população.

Estes sons também são conhecidos em outras partes do mundo, com os mais variados nomes, como no Litoral da Bélgica (mistpouffers ou Arroto do Nevoeiro), no delta do Ganges e Golfo da Bengala (armas Bansal), na Itália (brontidi ou trovão) e no Japão (yan ou furgão).

Este estranho acontecimento ainda continua sendo um mistério para cientistas do mundo inteiro, dentre as supostas explicações para estes sons estão: meteoros, vulcões, ondas, explosões de rochas, areias em expansão e até tsunami.

Os sons são descritos como barulhos muito altos, semelhantes a canhões ou a terremotos.

Presumindo-se que seriam terremotos, em 1975 alguns pesquisadores do Serviço Geológico dos EUA resolveram gravar na Califórnia sinais acústicos e sísmicos, quando detectaram três terremotos com magnitude entre 2,0 e 2,8 pontos, mas os sons iniciaram 0,02 segundos após a chegada das ondas sísmicas na estação. De acordo com pesquisadores, alguns terremotos pequenos podem ser ouvidos mesmo sem o chão tremer.

Outra teoria também são as explosões de rochas soterradas, causadas pela mineração onde há a liberação de estresse, podendo ser considerada um pequeno terremoto.

Ondas gigantes também tem sido consideradas prováveis responsáveis, já que muitos surfistas afirmam ouvirem sons em ondas maiores. Estas ondas também podem mexer com os depósitos de hidrato de metano localizados no fundo do mar, acumulando alta pressão de gás nas profundezas. Ruídos fortes também foram relacionados a tsunamis.

Meteoros também são fortes candidatos a responsabilidade pelos ruídos, pois geram sons ao explodir a medida que caem do espaço, já que sinais visíveis podem facilmente desaparecer, principalmente durante o dia, se um meteoro demorar a alcançar a terra.

Já no caso das dunas de areia, alguns dos diversos sons já são conhecidos (assobios, rangidos, etc), em expansão os ruídos podem ser ouvidos a cerca de 10 quilômetros e durante cerca de 15 minutos, em circunstâncias adequadas.

O mistério provavelmente vai continuar por muito tempo, mas com tantas opções, qual a sua opinião?

Adaptado de hypescience