Tecnologias do apocalipse

A humanidade anda a passos largos para o futuro. Cada dia uma nova tecnologia surge, trazendo avanços em diversas áreas. Sonhos, que há uma ou duas décadas eram totalmente inviáveis, hoje são feitos como algo comum. Nunca antes nós tivemos tanto poder e em algum momento ele pode acabar fugindo do controle:




Nano-armas I

nanotecnologia-cura-de-doencas

Conforme o ser humano foi compreendendo as propriedades da matéria, ele conseguiu miniaturizar diversas coisas. Hoje chegamos ao ponto de podermos manipular o que desejamos, praticamente, átomo a átomo. Isso criou um novo campo de estudo, chamado nanotecnologia.

A nanotecnologia nada mais é que a manipulação de materiais a nível atômico, permitindo a criação de objetos úteis e que, ao mesmo tempo, sejam menores do que um grão de areia ou mesmo invisíveis a olho nú.

O grande perigo dessa tecnologia envolve robôs auto replicadores. Se alguém, seja um governo ou um maluco em um porão, conseguisse criar um nano robô capaz de se reproduzir usando coisas encontradas na natureza, o mundo poderia entrar em um colapso sem precedentes em poucos dias.

Imagine um pequeno robô do tamanho de um grão de areia. Digamos que a cada meia hora ele seja capaz de se reproduzir. Em um período de 12 horas, nós teríamos mais de 16 milhões desses robôs e a cada hora esse número dobraria, criando um exponencial que rapidamente chegaria aos trilhões. Além disso, seres tão pequenos seriam praticamente indestrutíveis.

Caso nada fosse feito, em pouco tempo todo o metal do mundo poderia ser consumido, criando um caos jamais antes visto.




Nano-armas II

gold-nanotech-2

Mas a coisa não para por aí. A mesma tecnologia usada para criar um robô capaz de se replicar, poderia dar a oportunidade para a criação de um robozinho capaz de assassinar humanos de dentro para fora.

Imagine um nano robô que consiga entrar na corrente sanguínea da pessoa e ataque um determinado órgão vital, como o coração ou o cérebro. Depois, ele abandonaria o corpo destruído e iria para o próximo alvo. Se existissem um milhão desses robôs, cada um matando uma pessoa por hora, em pouco menos de dez dias toda a população do Brasil estaria morta.




Superinteligência artificial

347846-artificial-intelligence

A cada dia que passa os computadores ficam mais rápidos e poderosos, os programas mais complexos e existem diversos projetos buscando uma inteligência artificial. A não ser que alguma catástrofe recaia sobre nossa raça, muito provavelmente chegará o dia em que os computadores serão tão potentes e teremos tanto conhecimento sobre nós mesmos, que poderemos gerar uma superinteligência artificial.

Esse cérebro de bits pensará mais rápido, responderá perguntas complexas com facilidade e será capaz de pensar por milhões de gênios em um segundo. Isso, que por um lado pode revolucionar os avanços da ciência e do intelecto humano, pode se tornar nossa desgraça.

Uma super mente pode criar coisas que jamais imaginaríamos ou mesmo poderia manipular as pessoas a seu bel prazer, da mesma maneira que líderes menos inteligentes já conseguiram.

  1. VanDrak SubZero

    30 de setembro de 2014 em 15:23

    E assim Surge a Skynet :p

  2. Julcinei Carvalho

    25 de setembro de 2014 em 18:27

    Vão se ferrar, para de olhar filme. Olhou muito GI Joe, se fuder!

  3. Leonam

    25 de setembro de 2014 em 08:37

    acredito que um dia o mundo será tipo a animação “Wall-E” ou o filme “eu robô” , acredito que maquinas farão quase tudo, ou tudo, por nos, desde cuidar da casa, dos filhos, ate cuidar de nossa saúde, cidade, etc.
    Sei que para alguns isto seria difícil de acontecer, mas se tem uma coisa que acredito (ja que não acredito em um Deus) é na tecnologia, acho que ainda vamos longe, muito longe, coisas que ainda nem imaginamos, que acreditamos ser impossíveis fará parte de nossas vidas um dia.

    pena que acho que isto ainda levara décadas para se tornar real, talvez ate séculos, e eu (talvez) não estarei aqui para ver, outra coisa importante a se lembrar e se o ser humano não perder o controle da coisa toda e tudo virar uma Matrix, ou um cenário tipo Transformers querendo destruir a raça humana para dar espaço a tecnologia.

  4. Ijar de Andrade

    25 de setembro de 2014 em 00:58

    Quero carro voador…

    http://www.ijar.com.br/
    Construtora e reformas em geral

  5. Tábata Vidiri

    24 de setembro de 2014 em 21:58

    Mas para o as maquinas se rebelarem elas precisariam de coisas como vontade própria e ganância.

    • ultramen Tiga

      25 de setembro de 2014 em 01:11

      mas para fazerem algo ruim basta o programador não prestar atenção 😀

      • Mauro Trevisan

        13 de fevereiro de 2015 em 23:25

        então essa é a questão da inteligencia artificial o robo vai ter vontade propria ele pode se rebelar atacar matar e não vai precisar que alguem os recarregue porque eles vão saber fazer isso e além do mais os robos assim como nós não iria gostar de trabalho forçado

  6. Beliel

    24 de setembro de 2014 em 19:08

    Eu tenho um pouco de medo do avanço tecnológico por três motivos:1-As tecnologias do apocalipse, 2-Eu tenho medo que tudo fique muito automatizado e todo mundo vire um bando de gordos sedentarios e 3-Eu gosto das coisas do jeito antigo e não gosto muito de mudanças.

    • Leonam

      25 de setembro de 2014 em 08:43

      ” todo mundo vire um bando de gordos sedentários” ja assistiu “Wall-E”? é exatamente isto que acontece.
      Eu ja amo tecnologia e tudo que ela traz, embora nem toda tecnologia me agrada, tipo, não vejo graça nenhuma em uma smart tv e dispenso vários aplicativos super populares para smartphones, e outro grande problema é que a tecnologia é muito cara, inacessível a muitos.

  7. Allen Walker

    24 de setembro de 2014 em 17:39

    O titulo devia ser “tecnologias do apocalipse nos filmes”

    • Fantasma Renegado

      24 de setembro de 2014 em 18:02

      Nada a ver isso aí que tu escreveu.

      • DCemblemático

        24 de setembro de 2014 em 18:22

        É otaku, de tanto assisti porcarias de animes fudeu com a mente dele he-he-he

        • Allen Walker

          24 de setembro de 2014 em 23:57

          Deixa de ser burro carai eu to falando isso ai porque essas “tecnologias do apocalipse” ai ele fez só se baseando em filmes como O dia em que a terra parou e Exterminador do futuro.

          • DCemblemático

            25 de setembro de 2014 em 03:49

            Nada ver, tu acha que os caras tiveram essa ideia depois desses filmes? Lol que cara burro he-he-he

          • Marvelunatico

            25 de setembro de 2014 em 04:09

            LOL

            Menos animes e mais educação, por um futuro melhor! HUEHUE

          • DCemblemático

            25 de setembro de 2014 em 05:56

            Apoiado he-he-he

          • Asafe Gonzaga

            17 de outubro de 2014 em 17:51

            NÃO

    • DCemblemático

      24 de setembro de 2014 em 17:52

      Que? He-he-he

  8. Doge

    24 de setembro de 2014 em 17:18

    Não tenho certeza se isso vai acontecer. Por mais que computadores possam processar muito mais rápidos que humanos, eles fazem isso quebrando em processos básicos e cálculos simples os quais foram programados pra fazer. Não tenho certeza se algum dia “Inteligência” vai poder ser resumida a isso.(A menos que o Google evolua muito mais aí já é outra história xD)

    • Fai

      25 de setembro de 2014 em 18:39

      Talvez já esteja acontecendo de baixo do nosso nariz. sempre, sempre vão ocultar coisas importantes, avançadas.

    • Leonam

      25 de setembro de 2014 em 08:48

      não é exatamente minha área, mas, não acho que seja impossível uma maquina ter inteligência, poder fazer quase tudo que nosso cérebro faz, acho que falta poucos detalhes para isto acontecer, eu mesmo tenho umas ideias que so ficam no papel por falta de grana, creio que começar a trabalhar um projeto assim seria “quase” fácil.
      e não acredito que tal tecnologia venha do google, pelo menos espero que não, não gosto desta empresa.

    • Diego Martins

      24 de setembro de 2014 em 19:59

      É, mas alguns cientistas, agora não vou lembrar de onde, andaram pesquisando e algumas evidências apontaram que nosso cérebro, no mais baixo nível, trabalha de maneira binária…

      • Doge

        24 de setembro de 2014 em 21:09

        o.o

        Interessante, se você puder faz uma matéria sobre isso depois.

  9. DCemblemático

    24 de setembro de 2014 em 17:01

    Sempre souber que as máquinas ia ser rebelar contra os humanos, James Cameron ele previu o futuro he-he-he

  10. Fantasma Renegado

    24 de setembro de 2014 em 16:43

    Ah, tá! A tecnologia avança, avança, avança e até agora nada de Medabots pra vender.
    Seria massa se o meu Arcbeetle fosse real 🙁

    [img]http://30.media.tumblr.com/tumblr_lsd5bppQXd1qj9e4io1_500.jpg[/img]

    • Jeff Dantas

      24 de setembro de 2014 em 18:12

      Hummm pensando bem, não seria má ideia!! 🙂

      • Fantasma Renegado

        24 de setembro de 2014 em 20:33

        Já imaginou ter um robô que fala, solta mísseis e faz mais um monte de coisas como amigo? Ia ser foda!

    • Match

      24 de setembro de 2014 em 17:57

      Sempre sonhei em joga yu-gi-oh com hologramas dos monstros.

      • Fantasma Renegado

        24 de setembro de 2014 em 17:59

        Isso aí deve ser mais fácil de se fazer, se não me engano fizeram uma parada assim no Fantástico, tipo, o cara não estava no estúdio, mas tinha uma imagem dele lá como se estivesse, só não sei se era realmente um holograma.

    • Elisson Alan

      24 de setembro de 2014 em 16:48

      Mas ele é real… (na sua imaginação)

      • Fantasma Renegado

        24 de setembro de 2014 em 17:57

        Não tem graça cara, não brinque com os meus sentimentos de medalutador.

  11. P Pierrot

    24 de setembro de 2014 em 16:42

    Stephen Hawking é um dos que temem esse avanço da inteligencia cibernética. Além desse eu acho que uma coisa que deveriamos ficar atentos é o fato da tecnologia ficar cada vez mais ligadas a nos, a ponto de que futuramente haja quem se disponha a fazer implantes eletronicos no corpo.

    • Adriano Saadeh

      27 de setembro de 2014 em 10:03

      Já vivenciamos uma era andrógena, não as que vemos nos filmes de ficção, mas se pararmos para pensar, o próprio redimensionamento das medidas do corpo, constantes plásticas que as pessoas fazem e modificações corporais já indicam isso!

    • Leonam

      25 de setembro de 2014 em 08:57

      não tenho nada contra este chip, ja vi alguns projetos e achei interessante, eu colocaria um sem pensar duas vezes, dependendo pra que ele me serviria, infelizmente a imagem deste chip esta sendo sujada por muita gente, principalmente por religiosos fanáticos que insistem em insinuar que isto é a marca da besta, estas palhaçadas de crentes e alguns outros.
      alguns projetos que li por ai:
      1 um deles pode monitorar a saúde de um paciente mantendo seu medico informado a respeito de alterações diversas, seria muito útil para quem precisa de tratamentos específicos e acompanhamentos constantes.
      2 um chip identificador que funcionaria também como cartão de credito, chave de acesso a veiculo, casa, etc.
      3 e outra função que acho interessante, milhares de crianças (e adultos também) desaparecem todos os anos no mundo, se estas pessoas tivessem um chip que permitissem o rastreamento isto seria evitado, claro que qualquer pai (em especial se for evangélico) ficaria de cabelo em pé ao pensar na hipótese de colocar um chip no seu bebê, porem, mais assustador do que isto é ter o filho desaparecido e nunca mais encontrado, como o caso da menina inglesa Madeleine desaparecida em Portugal e tantos outros por ai.

      eu defendo a ideia.

      • P Pierrot

        25 de setembro de 2014 em 11:37

        Claudio eu reconheço que são bons argumentos , contudo eu ainda veria isso com olhos de desconfiança. Nós já vivemos numa época em que a privacidade já está quase extinta. Ai me vem medidas assim que colocam as pessoas sob monitoramento constante e na palma das mãos do governo, que infelizmente se mostra cada vez menos confiável. Dependendo de como for a implantação do chip, até que ponto ele influiria na nossa biologia? que tipo de controle ele poderia influir sobre nós sem que o soubéssemos?e o quanto ele seria vulnerável a ataques em potencial (conforme a tecnologia avança, as ações criminosas poderiam evoluir na mesma medida). São alguns dos pontos que eu fico desconfiado. Bom eu admito que é uma questão de crença também, no meu caso que sou cristão, e apesar de eu ter receio que você vá me descrediblizar por isso , eu não poderia deixar de expor isso. Valeu.

        • Leonam

          25 de setembro de 2014 em 14:08

          ok, tudo bem eu respeito a questão de crenças, desculpe por qualquer coisa.
          olha, talvez eu esteja sendo ingênuo, mas creio que a intenção do governo de monitorar e invadir a privacidade é para combater abusos, crimes, como se diz, quem não deve não teme, não vejo o porque o governo gastaria tempo monitorando e invadindo a privacidade de pessoas comuns, inocentes.
          Mas falando nisto, mesmo sem o chip, o governo ja faz coisas assim, o tempo todo vários órgãos pode monitorar em silencio uma pessoa, sem que ela saiba, em especial o governo americano que possui acesso a inúmeras tecnologias para isto, podem monitorar internet, telefone, correspondência, tudo isto em busca de algo suspeito.
          Recentemente vi uma matéria que o próprio google monitora (ou invade) a conta dos usuários em busca de pedofilia para denuncia-los, programas sofisticados podem identificar tal material armazenado no google drive e emails para denuncia-los,
          é para isto que vários monitoramentos são feitos, pegar criminosos e não pessoas comuns.
          As questões que vc levanta sobre como influiria na nossa biologia e que tipo de controle ele poderia influir sobre nós sem que o soubéssemos é sim de si pensar, e quanto a criminalidade é outro ponto, se o acesso aos dados destes chips caírem nas mãos de criminosos, mas creio que ate la todas estas questões seriam bem trabalhadas a ponto de não deixar duvidas, tudo que tem ate o momento são projetos, alguns ja em funcionamento, mas tudo apenas testes.

          mas, se vc tem medo do chip, li em um caderno científico de um jornal a um bom tempo sobre um grupo no Japão que estava testando um sistema que permitiria rastrear e monitorar pessoas pelo seu DNA, não encontrei dados sobre isto na internet, se isto der certo, com ou sem chip seria impossível fugir do monitoramento.

          • P Pierrot

            29 de setembro de 2014 em 13:51

            Não se acanhe, não me ofendi e vc tem bons argumentos. Apesar dos meus medos e perspectivas pro futuro, na realidade não tem como imaginar como irá se desenrolar o rumo dos acontecimentos e de como o nosso progresso vai afetar as nossas e as futuras vidas. Vamos ficar atentos quanto ao rumo dos acontecimentos para que possamos escapar de qualquer embuste que inventem. Tudo de bom pra vc.

    • ultramen Tiga

      25 de setembro de 2014 em 01:09

      já tem muitos, tipo o seu josé que perdeu o braço…ou o joãozinho que perdeu os movimentos da perna…

      • P Pierrot

        25 de setembro de 2014 em 08:05

        Ah sim, eu entendo,mas eu quis ser mais especifico sabe , aqueles tipos implante de chip e tal.

        • ultramen Tiga

          26 de setembro de 2014 em 08:39

          ah entendo tipo você quis dizer usar apenas por vaidade

          • P Pierrot

            29 de setembro de 2014 em 13:52

            Também ultra. É tipo a mesma coisa que esse povo que inventa botar silicone e coisetal. Salve algumas excecões na questão estética é tudo futilidade.

  12. Edson Junior

    24 de setembro de 2014 em 16:29

    Maquinas não são inteligentes, só são rápidas, jamais serão capazes de gerar respostas q não foram programadas previamente.

    Socorro, elas obrigaram a digitar isso… 😛

    • Adriano Saadeh

      27 de setembro de 2014 em 10:01

      Não são ainda… não tem consciência ainda…

    • Pão

      24 de setembro de 2014 em 16:33

      vc veio aqui as 16;30 fala merda… lol

      • Edson Junior

        24 de setembro de 2014 em 23:49

        Sorry, tem hora certa?

        • Fai

          25 de setembro de 2014 em 18:11

          Não. pode fala, aqui o povo não tem limites kkk

  13. Kratosm4niaco ÷=÷

    24 de setembro de 2014 em 16:13

    Devia ter uma lei pra cria um botão pra destruir robos ou inteligencia artificiai e pá…..

    • DCemblemático

      24 de setembro de 2014 em 17:06

      Que nada, quando os robôs se volta contra os humanos a primeira coisas que vão fazer é destruí qualquer meio dos humanos desativa eles he-he-he

    • Elisson Alan

      24 de setembro de 2014 em 16:46

      E n sei o q lá…

  14. chapolim do mal

    24 de setembro de 2014 em 15:58

    ¨Digamos que a cada meia hora ele seja capaz de se reproduzir. Em um período de 12 horas, nós teríamos mais de 16 milhões desses robôs e a cada hora esse número dobraria¨. Eu demorei um tempão pra entender essa parte
    [img]http://http://www.poetryfoundation.org/harriet/wp-content/uploads/2012/08/picard-facepalm.jpg[/img]

51 Comentários
mais Posts
Topo