Minilua

Os terroristas mais atrapalhados do mundo

É, galera minilunática, ainda bem que os terroristas também cometem diversos fails e ficamos mais seguros ao saber que pelo menos alguns dos planos mirabolantes deles dão errado.

Se bem que as tarefas de um terrorista não são tão complicadas, qualquer maluco pode acordar e decidir explodir a casa, sua mulher, o bichinho de estimação ou quem sabe o mundo.

Bem, esperamos que mais ninguém tenha essas atitudes malignas e se tiver que seja o terrorista mais atrapalhado do mundo e que acabe explodindo uma bomba nele mesmo, fazendo um bem danado à humanidade.

E nada melhor do que conhecer os planos mais frustrantes de um terrorista, não é mesmo? Confira alguns de seus melhores fails:

Os terroristas de Fort Dix

Em 2007, seis homens que se diziam terroristas, fizeram um plano para atacarem a base militar de Fort Dix, em Nova Jersey. Mas, ao invés de capricharem no plano, eles pegaram diversas armas e foram praticar a trama nada secreta em um campo de tiro e os gênios levaram uma câmera de vídeo para registrar o momento único.

Como se já não bastasse as armas e os tiros bem suspeitos, eles gritaram bastante coisas do gênero: “Nós vamos tocar TERROR WOOOO!!” Depois de algum tempo eles decidiram converter o vídeo em DVD e adivinha como eles fizeram?

Eles o levaram para uma loja que fosse capaz de fazer o serviço, a Circuit City – uma loja norte-americana especializada em eletrônicos.

Mas o plano nada infalível tinha alguns motivos para dar errado: O primeiro é que eles levaram a fita para ser editada em uma loja da cidade, chamada Circuit City.

E como já era de se esperar, os funcionários da loja não gostam muito de terroristas, e ao converter o DVD, eles viram as cenas cheias de armas, piadas anti-americanos, gritos e ameaças e decidiram denunciar os malucos para o FBI, que prendeu os supostos terroristas.

Pensando aqui, que espécie de terrorista é essa? O mundo já está tão evoluído e as pessoas ainda não aprenderam que filmar é perigoso!!! Então quando tiver momentos íntimos, danças exóticas, quando estiver traindo e principalmente quando estiver fazendo um juramento para explodir a América, não filme galeraaaa!!

Agora vamos conhecer o outro terrorista digno de estar em nossa lista:

O gênio do terror

Uma dupla de terroristas, Armed e Saad, tiveram a ideia brilhante de explodir o Centro Cultural Thomas Jefferson. Quando você vai fazer algo, presumisse que você sabe fazer a coisa, certo?

Bem, felizmente nem sempre é assim…

Os caras fizeram o plano e iam colocar explosivos ligados a um temporizador, esconderiam as “bombas” e tocariam o terror no Centro Cultural. Simples, não é?

Só parece…

Um deles decidiu ser o homem-bomba, mas por incrível que pareça ele não sabia sequer fazer uma bomba. Sim, é verdade!

Ele tinha que armar a bomba no escuro e não pensou em levar uma lanterna. Então, foi naquela escuridão que o homem começou a armar a bomba. Até que se lembrou do isqueiro que estava no seu bolso.

Aí tudo começou a dar certo e não demorou muito para ele escutar o barulho do temporizador. Quando o maluco foi ver, não tinha 5 minutos, como planejado. Ele tinha armado “a coisa” de cabeça para baixo e poderia explodir a qualquer momento

Dito e feito! Em questão de segundos o cara teve seu destino alcançado e acabou virando pó. Ressaltando que a bomba explodiu e a única vítima foi ele, o tal Ahmed, homem-bomba, nada inteligente…

Por outro lado, Saad ficou coberto de sangue e sem entender, afinal de contas eles nem estavam no lugar combinado para a explosão. E o plano era tão simples que tinha que dar certo… Ele ficou atordoado e não saiu do lugar. Passou um taxista e vendo aquele sujeito, sujo de sangue e tonto, decidiu ajuda-lo levando-o para o hospital.

As autoridades acharam que ele era vítima daquele “atentado”, mas depois de algumas perguntas descobriram que o sem noção tinha participação direta no crime, ou melhor da palhaçada. Para não ser preso, ele pulou da janela do hospital e acabou morrendo ao cair do 20º andar.

Sinceramente, gostaria que existissem mais terroristas como esses…

Me adicione no Facebook: Nandy Martins