Por trás da música: Tears in Heaven #2

6299_120649605273

“Tears in Heaven” (Lágrimas no céu) é uma balada escrita por Eric Clapton e Will Jennings ela fala da dor que Clapton sentiu com a morte de seu filho de quatro anos, Conor Clapton, que caiu do 53° andar, da janela do apartamento de seu amigo, em 20 de março de 1991. Clapton, que chegou no apartamento logo após o acidente, ficou visivelmente (e obviamente) perturbado após o ocorrido. Este foi um dos maiores sucessos de Clapton, chegando ao 1° lugar na Billboard dos EUA.

Will Jennings, que trabalhou com Clapton na música, relutou no início em ajudá-lo. A canção foi inicialmente apresentada na trilha sonora do filme Rush e ganhou três Grammy Awards para Canção do Ano, Gravação do Ano e Performance Vocal Pop Masculino, no Grammy Awards 1993.

eric_clapton







Tears In Heaven (Lágrimas no Paraíso)

0 Would you know my name
Você saberia meu nome

If I saw you in Heaven?
Se eu te visse no Paraíso?

Will you be the same
seria o você mesmo

If I saw you in Heaven?
Se eu te visse no Paraíso?

I must be strong
Preciso ser forte

And carry on
E continuar

Cause I know I don’t belong
Porque sei que não pertenço

Here in Heaven
Aqui no Paraíso

Would you hold my hand
Você seguraria minha mão

If I saw you in Heaven?
Se eu te visse no paraíso?

Would you help me stand
Você me ajudaria a levantar

If I saw you in Heaven?
Se eu te visse no paraíso?

I’ll find my way
Encontrarei meu caminho

Through night and day
Pela noite e dia

Cause I know I just can’t stay
Porque sei que não posso ficar

Here in Heaven
Aqui no paraíso

Time can bring you down
O tempo pode te botar para baixo

Time can bend your knees
O tempo pode fazê-lo curvar-se

Time can break your heart
O tempo pode partir seu coração

Have you begging please
Fazê-lo implorar por favor

Begging please
Implorar por favor

Beyond the dark
Atrás da escuridão

There’s peace
Há paz

I’m sure
Estou certo

And I know there’ll be no more
E eu sei que não haverão mais

Tears in Heaven
Lágrimas no paraíso

Em 1999, Clapton, então com 56 anos, conheceu a artista gráfica Melia McEnery, 25, em Los Angeles enquanto trabalhava em um álbum com B. B. King. Eles se casaram em 2002 e tiveram três filhas, Julia Rose (2001), Ella May (2003) e Sophie, nascida em 2005.

14

  1. Potter Silva

    5 de março de 2015 em 17:46

    que historia intrigante

  2. Sophia Loren

    14 de novembro de 2012 em 11:52

    Aff, só 12 comentários, porq será, um post tão bom…

  3. Sophia Loren

    14 de novembro de 2012 em 11:51

    Lindo, muito lindo, já conhecia a história, e Eric é a prova q quando as coisas são feitas com amor e emoção, são sempre um sucesso, apesar de que seu sucesso foi resultado destra triste tragédia q o levou a escrever esta música 🙁

  4. Fabio Souza

    4 de março de 2012 em 21:42

    Oi, 1ª vez aki p/ comentar ^^
    Eu gostaria de deixar uma sugestão  p/ o “Por trás da música”, é a música “let it be” dos The Beatles. Não sei se já foi criada uma postagem dessa música (procurei e não echei :-/) , é uma música bem legal, e sua história é bem interessante.
    Alguns anos a traz, eu estava passando por sérios problemas, financeiros e psicológicos, mas um dia, eu acordei com essa música na cabeça, e nela permaneceu até eu chegar ao trabalho. Embora eu já conhecesse a música, nunca prestei atenção em sua letra, resolvi pesquisar sobre ele, e encontrei muita coisa, além da própria letra.
    Ao final de tudo, me veio uma sensação de tranquilidade, como se eu tivesse plena certeza de que tudo acabará bem, e foi o que aconteceu ^^.
    Muito boa a postagem 😉

  5. Fernanda Scherzinger.

    21 de outubro de 2011 em 17:25

    Desconheço essa banda , nunca ouvi falar Ô.ô ‘ 

  6. Júlio Pradera

    9 de abril de 2011 em 07:40

    Outro vídeo da música Tears in Heaven que eu gosto muito é um onde botam para tocar e cantar juntos: Dave Kushner, Duff McKagan, Elton John, Kelly & Ozzy Osbourne, Matt Sorum, Phil Collins, Pink, Ringo Starr, Scott Weiland, Slash, Steven Tyler e vários outros artistas igualmente de peso.

    Vou colocar o link aqui para quem quiser dar uma olhada depois:  http://www.youtube.com/watch?v=JR0JmKpJeuQ

  7. Iago Gonzales Valderramas

    29 de março de 2011 em 20:40

    Coloca a história de “Gone Away” do The Offspring,resumidamente,ela foi composta após a morte d anamorada de Bryan Holland morrer

  8. Andy

    29 de março de 2011 em 17:29

    Grande post, mto boa a idéia! Parabéns, ansioso pelo próximo.

  9. Slayer death

    29 de março de 2011 em 17:20

    DEVE TER SIDO O ”AMIGO” DELE…¬¬

  10. Isa

    29 de março de 2011 em 02:24

    15 dias depois que eu nasci, puxa :(Toda vez que eu ouço essa música eu acabo chorando.

    Coloca alguma dos Beatles, tipo aquelas que falam sobre prostitutas e lésbicas (pra quem não entendeu,  http://www.youtube.com/watch?v=WQUjhqRpsyQ ). ahsuahsuh

  11. Madruga

    29 de março de 2011 em 00:07

    Proxima Queen Bohemian Rhapsody ou Death on two legs

    • Gabriele Gomes

      11 de outubro de 2012 em 11:33

      essas tem muita história

  12. Icaro

    28 de março de 2011 em 16:52

    Raquel, olha na 4ª linha” Clapton, que chegou no apartamento logo após o acidente, ficou visivelmente (e obviamente) após o ocorrido.” faltou algo ali ^_^
    Nossa… imagina a dor de perder um filho de 4 anos desse jeito.
    Belo post ^_^

    • Raquel Lisboa

      28 de março de 2011 em 17:19

      Corrigido, obrigado Icaro!

  13. Jonas Lopes

    28 de março de 2011 em 16:05

    Posta depois a história de Layla do mesmo cantor.Deixar este espaço um pouco mais divertido o/

16 Comentários
Topo