Minilua

Turismo para suicida nenhum botar defeito

Quem aí gosta de uma dose super alta de adrenalina no corpo? Pois bem, muitos gostam, outros já preferem ficar mais tranquilos e  tudo mais, mas, para aqueles que gostam de uma boa aventura, existem certos lugares pelo mundo que são considerados como atrações turísticas para suicidas tamanho o perigo que é para percorrê-las! Que tal conhecer algumas delas?

Mountain Bike ao extremo

A trilha mais perigosa para quem gosta, encontra-se na Bolívia, em uma estrada chamada Yungas. O mais macabro é que você pode ver vários túmulos ao decorrer da pista de várias pessoas que já morreram por ali. A média de pessoas que morrem tentando percorrer a estrada chega a 200 pessoas por ano.

Caminhadas em montanhas

Sem dúvida, uma das mais perigosas modalidades, mas que possuem um equipamento muito bem reforçado e seguro, mesmo assim, nas montanhas Huashan, na China, essa segurança é bem mais relativa, já que as únicas coisas que te protegem de uma queda de mais de 7000 metros são algumas tábuas e correntes. Apesar disso tudo, o local é bem visitado, já que é considerado sagrado. A média de mortes nesta trilha chega a ser de 100 por ano.

Tour Nuclear

Você conhece a usina nuclear de Chernobyl, não é? Pois bem, o lugar atualmente foi aberto  para turismo, sendo cobrada uma taxa de 250 dólares para quem quiser visitar um lugar com alto risco de contaminação nuclear. Claro, existem roupas especiais para o turismo, mas mesmo assim…

“Embarque Vulcânico”

Esta atração foi criada por Darryn Webb e consiste em usar um trenó para descer pela encosta do vulcão Cerro Negro, na Nicarágua, que já entrou em erupção 23 vezes em somente 100 anos e que ainda está ativo.

Bungee Jump Vulcânico

Desta vez foi ideia do Chile usar um vulcão ativo para turismo. É simples: basta subir em um helicóptero e espera-lo ficar em cima da boca do vulcão, depois, basta você pular com a corda do bungee jump amarrada a você e esperar que o vulcão não entre em erupção.

Gaiola da Morte

Esta atração envolve nada mais do que crocodilos de água salgadas, um dos répteis mais vorazes da natureza, se não o maior. Nesta atração, basta entrar em uma jaula de acrílico que espera-se que nunca se quebre e ficar dentro dela de 15 a 60 minutos. Uma vez, a gaiola já foi quebrada, mas, felizmente, ninguém morreu.

 

E aí? Topa fazer algum deles?