UFS, o carro do futuro

As cidades do nosso planeta estão ficando mais e mais densamente povoadas e com isso problemas com deslocamento no trânsito começam a se tornar algo sério.

EN-V, which is short for Electric Networked-Vehicle, maintains t

Problemas de tráfego, no entanto, parecem ter sido aceitos como parte integrante de uma vida cosmopolita e os carros do futuro terão de ser fabricados para ajudar a aliviar o congestionamento nas nossas estradas. Parece impossível? O que você vê acima é a ideia do designer Alex Langensiepen que vem de Beverly Hills, MI, Estados Unidos, chamando-o de “USF – Ultra Small Footprint Vehicle”.

Este conceito particular foi especialmente desenvolvido para prosperar dentro da cidade de Tóquio, quando o ano de 2025 chegar, o objetivo da USF é trazer a emoção de volta nas viagens diárias do transporte regional.

Tóquio pode ter um dos sistemas de transporte mais eficiente e rápido do mundo, mas não lidar com essa questão o quanto antes poderia levar a uma experiência extremamente negativa e apertada no futuro.

A inspiração para o projeto? Filmes como Tron, onde um veículo poderia desaparecer e re-aparecer em segundos. A USF contém um motor, um sistema de bateria e uma estrutura de proteção, que são armazenadas dentro de um par de rodas amplas, no cubo da roda e em ambos os lados do assento, o que maximiza a quantidade de espaço e redução de peso no processo.

Existe também o sistema de proteção contra o mau tempo, que pode ajustar-se automaticamente com a direção da chuva. Além disso, ele também pode dobrar-se em um tamanho menor tornando-o menos espaçoso para guardar em uma garagem. Por enquanto o projeto não se tornou realidade, mas será que algum dia nossos carros serão substituídos por máquinas deste tipo?

  1. Willyam Gaideczka

    4 de março de 2016 em 08:16

    Se esse for o futuro, prefiro viver no passado.

  2. André Silva

    3 de março de 2016 em 00:34

    Por que tudo do futuro tem que ser cheio de vidro? Que falta de privacidade!

    • Lynn Rock

      14 de março de 2016 em 21:47

      Concordo… não gosto de tudo aparecendo…

  3. Léo Oliveira

    2 de março de 2016 em 16:04

    meio feinhos né?

    • Luciano Lobato

      2 de março de 2016 em 17:06

      Acredito que com espaço faltando nas ruas não vai ter mt espaço pra admirar a beleza deles kkk

5 Comentários
mais Posts
Topo