O verdadeiro pai do Natal

O Natal como uma celebração onde a família se reúne, presentes são trocados e as pessoas tendem a ajudar as outras está tão fortemente gravado em nossa memória que é impossível imaginar um mundo diferente, mas nem sempre as coisas foram assim.




O antigo Natal

mensagens_de_natal_amizade

Durante muitos séculos, o Natal nada mais era que uma data importante no calendário católico, mas não passava disso. Até que, em 1600, a família real inglesa tentou revivê-lo, contudo sua tentativa não deu muito certo e no século XIX ninguém se importava com o 25 de dezembro.

Em 1843, o autor Charles Dickens, depois de ter visitado alguns lugares onde crianças trabalhavam de maneira quase escrava - devido as mudanças causadas pela revolução industrial - criou uma história de Natal que mudou o 25 de dezembro para sempre. 




O novo Natal

Charles_Dickens-A_Christmas_Carol-Title_page-First_edition_1843

O livro chamado de “Um conto de Natal”, além de ter revivido o espírito natalino, também criou diversas tradições que nós cumprimos até hoje.

A história do livro fala de um homem rabugento e solitário, que vive uma triste vida. Na véspera de Natal, ele recebe a visita de fantasmas, que também tiveram uma vida similar. Eles fazem o velho pensar em seus natais antigos e como a vida poderia ser melhor, caso ele desse uma chance as pessoas. Vendo que os fantasmas carregavam pesadas correntes, que representavam seus defeitos na vida, o protagonista da história acabou por se tornar um homem melhor. E no dia de Natal vai festejar com seus parentes e amigos.

O pequeno livro de cinco capítulos se tornou um sucesso sem precedentes, tanto de crítica como de público. E assim, do dia para a noite, todos os ingleses se tornaram adeptos do Natal de Dickens, algo que em pouco se espalhou para todo o mundo católico.

Um dos itens que o livro tornou obrigatório no Natal foi a árvore, que antes era utilizada apenas pelos alemães, mas como ela apareceu no conto, todo mundo começou a ter uma para o Natal. Outro ponto importante que o livro despertou foi a distribuição de presentes, que antes era coisa rara e incomum. As músicas de Natal foram outra contribuição do livro para nossa tradição. 

É por isso que, até hoje, muitas pessoas consideram Dickens como o verdadeiro pai do Natal, afinal, as principais tradições dessa época só ganharam o mundo devido ao livro dele e de todo o sucesso que teve no passado. Mostrando que, apesar de parecer um data comemorada há muitos e muitos séculos, o Natal, na verdade, surgiu há pouco menos de 200 anos.

  1. Tony Santos Gto

    3 de abril de 2014 em 00:59

    lol

    • Marvelunatico

      3 de abril de 2014 em 01:39

      Tem cara de quem joga LOL mesmo

  2. Death

    2 de abril de 2014 em 14:32

    E EU SOU O PAI DOS ANIVERSÁRIOS,SOU EU LEMBRANDO QUE VOCÊ ESTÁ MAIS PERTO DO TÚMULO

  3. Marvelunatico

    2 de abril de 2014 em 06:59

    O Natal não passa de uma grande mentira, uma farsa criada para que “cristãos” e pagãos pudessem ter uma festividade em comum. Historicamente, 25 de Dezembro seria o nascimento do Deus Sol. Daí, os chamados cristãos, para tentar criar bons laços com os pagãos deram essa data também por nascimento de Cristo. Essa data nem se encontra na Bíblia. Sem falar que é uma grande tacada comercial, assim como todos os demais feriados religiosos.

    • Repede

      2 de abril de 2014 em 20:10

      Vc não vai ganhar o PS4 que papai noel ia te dar :/

      • Marvelunatico

        2 de abril de 2014 em 22:32

        Aaaaaaaaaaaa 🙁 Mas eu escrevi a cartinha pra ele e ele prometeu 🙁

        • Repede

          2 de abril de 2014 em 23:08

          vc vai ganhar jogo da vida 🙂

          • Marvelunatico

            2 de abril de 2014 em 23:10

            huahuahah uma piada:
            sabe pq não ganhei presente?
            pq não sou um Bon Jovi kkkk

          • Repede

            2 de abril de 2014 em 23:16

            hauahuhaaaha
            It’s My Life!!!

  4. Garota Infernal

    1 de abril de 2014 em 21:27

    Um conto de natal, uma das melhores histórias já contadas.

  5. Riddle Boy®

    1 de abril de 2014 em 21:09

    Tem este tambem pela ótica capitalista .-.
    http://blogdotarso.files.wordpress.com/2013/12/13352814.gif

    • Leitor das Sombras

      1 de abril de 2014 em 23:59

      o natal se tornou muito capitalista

  6. Android

    1 de abril de 2014 em 21:05

    Diego, vc sabe como postar fotos nos comentários sem ser por url?
    Eu vejo que muitos usuários postam do próprio computador, mais não sei como eles fazem!
    Se puder ajudar fico grato.

    • Diego Martins

      1 de abril de 2014 em 22:54

      Exatamente como foi explicado, diretamente do PC não rola.

      • Android

        1 de abril de 2014 em 23:01

        Pois é! Passei meses tentando fazer o upload direto, mais não conhecia nenhum site pra isso tb!

    • Estudante

      1 de abril de 2014 em 22:37

      [img]http://i.imgur.com/13hbD4B.png[/img]

      • Android

        1 de abril de 2014 em 23:03

        [img]http://1.bp.blogspot.com/-3anRfSrNjs0/Uaied7hGElI/AAAAAAAAAbs/pJLYDoLoS0Q/s400/945245_490787860989484_720942986_n.jpg[/img]

        • Marvelunatico

          3 de abril de 2014 em 01:42

          UADAFOCAS?
          O.o

    • Wagner

      1 de abril de 2014 em 22:34

      Dá certo pelo tinypic também.

    • Thiago.

      1 de abril de 2014 em 21:32

      Upa nesse site aqui, o mais fácil / simples que tem:
      http://postimage.org/

      • Android

        1 de abril de 2014 em 21:44

        Valeu cara!! Vou ver lá.

    • Senhor do Tempo

      1 de abril de 2014 em 21:31

      Sempre é por URL, você hospeda em um site de imagens e copia a URL de lá.

    • Garota Infernal

      1 de abril de 2014 em 21:29

      Eles upam pelo imgur e depois postam o link da foto aqui u.u

      • Android

        1 de abril de 2014 em 21:36

        Valeu msm Garota Infernal! Tava com essa dúvida a tempos!

    • Lucas Rodrigues

      1 de abril de 2014 em 21:13

      Eu também gostaria de saber como se faz. Tentei uma vez e fracassei.

  7. Cleysson Alberto

    1 de abril de 2014 em 20:56

    lenbro q na minha imfancia meus colega tinha tudo armina de esputleta e pedi po papai noel uma tanbem dai no oto dia meu pai disse q o papai noel tinha dexado meu presente na lixera, xeguei la tinha um 38 com numeraçao raspada, mo noia as mina piravam no meu tres oitao xupei mina primera xota nesse ano devia te uns 5 anos altos delirios atiava nos saco de lixo nas latinha mais dai meu pai vendeu meu tres oitao e comprou uma espingardna pra ele mais foi altos tempos loko

  8. Luís Felipe

    1 de abril de 2014 em 20:45

    Engraçado q eu li esse livro pela primeira vez num projeto do governo chamado “Literatura em minha casa”, q distribuiu 5 livros pra cada aluno da escola. Por um grande acaso esse livro veio entre meus 5, e, como sempre gostei de ler, conclui-o em menos de uma semana. Com o passar do tempo eu fui vendo peças, musicais, filmes… enfim, uma série de obras baseadas no livro, e só assim descobri q eu havia lido um dos maiores clássicos da literatura mundial.

  9. Xion

    1 de abril de 2014 em 20:38

    Bem interessante.

  10. derpy hooves

    1 de abril de 2014 em 20:29

    é esse o verdadeiro espirito de natal o unico problema NAO É NATAL!
    [img]http://images3.wikia.nocookie.net/__cb20120419020144/callofduty4s/images/7/74/Twifacepalm.png[/img]

    • Android

      1 de abril de 2014 em 22:42

      O Diego é um viajante do tempo!

  11. Lucas Rodrigues

    1 de abril de 2014 em 20:27

    Legalzinha a história, apesar de eu não curtir muito essa data.

  12. 3 Hits

    1 de abril de 2014 em 20:24

    Um Conto de Natal é a história mais regravada da história. Trocentos desenhos e programas já fizeram sua versão. A tv americana ta empestiada com isso. Poucos como Charles Dickens consegue fazer genialidades destas, que ficam para a eternidade, tanto na literatura quanto na cultura.

  13. Gato Endiabrado

    1 de abril de 2014 em 20:17

    Em outras palavras, um livro que mudou muita gente, assim como a Bíblia ‘-‘

  14. Thiago.

    1 de abril de 2014 em 20:17

    Natal sempre me lembra essa parte de uma música…
    ” Todo santo natal escrevia pro Seu Noel
    Meu bom velinho me manda um Atari se der
    Põe na lixeira, que aqui em casa não tem chaminé
    Cresci e descobri que era tudo gogó
    Passava moto, viatura, e nem sinal do trenó ”
    :/

  15. Capitão Jack Sparrow

    1 de abril de 2014 em 20:16

    Voltei do DVD velho que está jogado na sua estante, sim eu sei disso…

    • Eren Jaeger

      1 de abril de 2014 em 21:42

      Eu vi todos no cinema, não tenho DVD

    • Xion

      1 de abril de 2014 em 20:30

      Mas eu não tenho nenhum DVD do Piratas do Caribe. ‘-‘

      • Capitão Jack Sparrow

        1 de abril de 2014 em 20:39

        Ou talvez tenha e não se lembre…(Não olhe para trás)

  16. Wagner

    1 de abril de 2014 em 20:10

    Muito tarde para falar disso…
    Ou será muito cedo?
    `-`

    • Diego Martins

      1 de abril de 2014 em 22:52

      Meio longe, mas a história era boa, então…

  17. André Silva

    1 de abril de 2014 em 20:10

    Os fantasmas de Scrooge – Um dos melhores filmes q ja vi!

    • Garota Infernal

      1 de abril de 2014 em 21:27

      Me dá arrepios.

      • Android

        1 de abril de 2014 em 22:22

        Se te dá arrepios a coisa é séria rsrs

        • Garota Infernal

          1 de abril de 2014 em 22:27

          O filme é épico, a melhor animação que eu já vi e tem até umas cenas perturbadoras. Uma das poucas animações que eu considero que não é direcionada ao público infantil.

          • André Silva

            1 de abril de 2014 em 23:03

            Verdade

          • Android

            1 de abril de 2014 em 22:30

            Infelismente eu nunca vi ele, mais tenho que concordar que existem animações muito boas!

47 Comentários
mais Posts
Topo