Minilua

As vezes dá vergonha de ser brasileiro… #3

Atualmente a indústria de games dos já superou e muito a do cinema, ou seja, ela dá bem mais lucro do que os filmes no mundo todo. Isso ocorre por que quem realmente gosta de jogar costuma investir alto, afinal um game custa bem caro.

Sendo ela uma das principais indústrias do entretenimento, seria normal vermos mais espaço para ela no Brasil, porém é difícil vermos um programa de TV sobre o tema ou mesmo que uma revista de renome fale sobre o assunto. Mas tudo bem que eles não falam muitos, porém o problema maior surge mesmo quando alguém resolve falar sobre os jogos:

Esse mês a ISTO É, uma das revistas de maior renome no país todo, resolveu fazer uma matéria sobre games nas terras tupiniquins. Contudo o problema é que só falou M****.

Primeiro: os preços dos consoles estavam todos errados e por muito. A matéria foi tão mal feita que os preços americanos e os brasileiros estavam errados. Imagine que a matéria foi feitas por duas jornalistas… Se as duas erraram tudo isso, imagine se tivessem sozinhas.

Segundo: Outro erro gigantesco foi uma lista com os preços dos games, onde simplesmente colocaram MW3 e Fifa 12 por 9 dólares… E na mesma lista colocaram os mesmo jogos por 99 dólares? Alguém me explica isso?

Terceiro: é compreensível que uma revista grande queira falar de games hoje em dia. Mas por favor, chamem alguém que conhece a área, não duas “grandes jornalistas” que nunca pegaram um controle na mão e provavelmente basearam sua “reportagem” em uma pesquisa mal feita no Google.

É difícil ser brasileiro, nem uma reportagem simples consegue ser feita por uma grande revista aqui, imagine o que sobra para pequenos jornais e outros meios que possuem orçamento para criação de conteúdo bem menor?

Errar é normal, mas escrever sobre algo, errando tudo é burrice.

Não se esqueça de espalhar essa notícia, em seu Facebook e Twitter. Fica a Dica: Não faça uma reportagem sobre o que não conhece, mas se mesmo assim ainda quiser fazer, estude o assunto bem, não coloque no Google: “Preços dos videogames”, leia dois sites e ache que sabe sobre o que está falando.