Youtube completa 5 anos: conheça algumas curiosidades e os vídeos mais vistos da sua história

youtube

Cinco anos atrás, o YouTube era apenas uma ideia para compartilhamento fácil e rápido de vídeo. Hoje: dois bilhões de visualizações diárias, “quase duas vezes a audiência em horário de pico das três maiores emissoras de TV norte-americanas juntas”,segundo a empresa.

Esse número de acessos coloca o site em terceiro lugar entre os mais acessados em toda a web. Para comemorar a data, o YouTube lançou o canal CincoAnos (FiveYear) com a campanha “Minha história com o YouTube”, que convida qualquer usuário a compartilhar um pouco de sua experiência com o site.

A página, disponível em 24 idiomas, apresenta um mural de vídeos com localização geográfica por meio do Google Maps e recomendações de vídeos “essenciais” do YouTube.

O YouTube foi comprado pela Google em novembro de 2006 por 1,65 bilhão de dólares. Em 2009, o atual CEO da empresa, Eric Schmidt, admitiu que a cifra foi 1 bilhão de dólares superior ao que a empresa realmente valia.

Vale ressaltar que o primeiro vídeo do YouTube a atingir um milhão de visualizações tem a cara do Brasil: foi o popular vídeo do Ronaldinho Gaúcho, que atingiu esse número em julho de 2006.

Veja abaixo alguns dos momentos marcantes da história do YouTube.

Fatos

2 bilhões de visualizações por dia

3º website mais visualizado (Fonte: Alexa.com)

Localizado em 23 países com 24 idiomasdiferentes

15 é o número médio de minutos que uma pessoa dedica ao site a cada dia

24 horas de vídeos são enviadas ao YouTube a cada minuto

70% do tráfego do YouTube vem de fora dos Estados Unidos

100 anos em vídeos são monitorados todos os dias pela tecnologia de gestão de direitos autorais

1700 anos é o período que demoraria para uma pessoa assistir aos milhares de vídeos no YouTube

Principais registros

Primeiro vídeo enviado ao site - abril de 2005

Primeiro vídeo alcança um milhão de visualizações - julho de 2006

Google adquire o YouTube - outubro de 2006

YouTube lança site móvel - janeiro de 2008

Registros gerais

YouTube habilita embed de seus vídeos - junho de 2005

Lançamento do programa de parcerias - dezembro de 2007

Lançamento do recurso de publicidade InVideo Ads - agosto de 2007

Vídeos do YouTube disponíveis em alta definição (HD) - dezembro de 2008

Exibição de seriados e filmes - abril de 2009

Suporte a vídeos em HTML 5 - janeiro de 2010

Os mais visto da história

1 - Lady Gaga - Bad Romance - 206933874 exibições

2 - Charlie bit my finger - again! - 191067667 exibições

3 - Evolution of Dance - By Judson Laipply - 143633463 exibições

4 - Pitbull - I Know You Want Me - 120972822 exibições

5 - Miley Cyrus - 7 Things - 118897616 exibições

Fonte: idgnow

  1. KonaKona

    14 de fevereiro de 2016 em 04:50

    faltou o aruan dddddhjhudfi

  2. Thiago Mendes

    18 de fevereiro de 2012 em 22:13

    ainda acho que o video do ronaldinho é montagen !

  3. Lucas Mafagafo

    9 de abril de 2011 em 22:31

    vocês erraram com o maior número de visualizações.
    infelizmente, o vídeo com mais visualizações é Baby, do Justin Bieber, que atualmente tá com 512297427 views

    • Dany

      21 de abril de 2011 em 00:19

      baby so foi tão acessado por calsa de parodias

  4. Jeny;

    14 de julho de 2010 em 00:09

    Achei o da dança mto legal, ainda não tinha visto!

  5. Don King

    18 de maio de 2010 em 13:32

    quando se trata de net quase tudo é tosco mesmo mas agente sempre da uma olhada né mesmo..??

  6. Bruno ......

    18 de maio de 2010 em 12:31

    Só gostei o da dança

  7. André Alves

    18 de maio de 2010 em 10:45

    Acho que o pior é o da Miley Cyrus. LIXO TOTAL!!!

    • gabriel filipe

      3 de janeiro de 2012 em 14:07

      a miley cyrus canta muito bem  
      lixo total e funk esse tipo de lixo e pior do
      que um desastre nuclear

  8. Pablo Sthefano

    18 de maio de 2010 em 10:05

    PORCARIA O CACETE SÃO VIDEOS MUITO BONS

  9. Diego Martins

    18 de maio de 2010 em 00:44

    Para ver como o povo gosta de porcaria, só videos ruins nos mais vistos… O único que se salva é a da dança, o resto não vale um centavo furado.

    • Junior !

      18 de maio de 2010 em 20:34

      Que tenso ver comentários desse tipo nesse site,gostos postos a mesa,o que era pra ser um post sobre o You Tube se torna uma discussão FÚTIL sobre gostos,péssimo,mesmo.

      • Diego Martins

        18 de maio de 2010 em 20:38

        Opa, não estou discutindo o gosto, estou discutindo a qualidade musical da música e dos supostos “músicos” que a cantam. É diferente. ^^

        Outra coisa, as pessoas tem que parar de achar que discussão e debate são sinônimos de brigas, o que nos separa dos animais é exatamente isso, nós podemos debater os assuntos de forma civilizada sem problemas, não vejo nada de errado nisso, acho até bom que aja o debate.

        • Junior !

          18 de maio de 2010 em 20:41

          Na minha opinião gosto não se discute,além de promover discussões sem utilidade pois eu não vou deixar meu gosto porque alguém resolver dizer que meu gosto musical é “…”[não darei nomes],não tem nada de saudavel nesse tipo de “debate”,bom,minha opinião :]

          • Monique Casagranda

            18 de maio de 2010 em 20:53

            De fato, gosto não se discute, musicalidade sim. Particularmente, não gosto de nada do que ta ai, mas acho o ‘debate’ útil. Você não precisa mudar o seu gosto musical mas pode expandir. O grande erro de muitas pessoas é usar cabresto e não conseguir abrir para as novas ideias. Não precisa aceitar tudo o que os outros falam, ao menos escute, debate não é mesmo sinônimo de briga (:

          • Junior !

            18 de maio de 2010 em 20:56

            OK,não estou brigando,mais eu entrei neste post pra ler sobre o You Tube,não sobre o lixo musical atual (:, agora o debate é útil para…?E como eu expando meu gosto se ele está sendo criticado em vez de estar recebendo dicas?Estou lendo tudo com muito gosto!

          • Monique Casagranda

            18 de maio de 2010 em 21:37

            Debate útil pra cada um poder explanar o que pensa. Ninguém tentou ‘agredir’ o seu gosto musical, a maioria do pessoal que comentou não gosta, nosso direito, como é o seu gostar.

    • Caio Jusi

      18 de maio de 2010 em 16:49

      a discordo , pra min o unico rui e o clip da lady gaga (clip) pq a musica e maneira

      • Diego Martins

        18 de maio de 2010 em 18:27

        Cada um com seu gosto, mas que é ruim é ruim.

        Lady Gaga só faz sucesso por que usa roupa estranha, por que uma pessoa que faz música eletrônica para mim é a mesma coisa que um escritor que não escrever, ou seja, não serve para nada.

        O videos do bebe não tem graça nenhuma.

        Pitbull – I Know You Want Me: tem gente que acha que isso é música….

        Miley Cyrus – 7 Things: imagino que ela não deve nem compor as músicas delas, assim como a maiorias dos grandes artista americanos atuais, então um músico que não sabe de música para que serve?

        • Rhaone Yves

          30 de julho de 2010 em 09:40

          Cara, hj em dia é tudo muito artificial…
          reelax meu velho, sei que esse play list é uma merda mesmo, mais vc ñ é nenhum produtor musical, nem humorista, então reelaxa! tb não gostei, mais nem por isso vou ficar radicalizando tudo com minhas opniões… 🙂

        • eder vilela

          18 de maio de 2010 em 19:15

          Essa coisa de gosto não existe mais. Enquanto uma pessoa acha que gosta de alguma musica os empresários do jabá já estão programando o que essa mesma pessoa vai gostar ano que vem. E é por meio das cansativas repetições desse lixo sonoro por toda a parte que pensamos que estamos por espontânea vontade curtindo o que toca.
          O único esforço que a Lady Gaga tem é de comparecer aos shows e programas que os empresários agendam pra ela.
          Como disse o Diego, a maioria dos “músicos” de hoje não precisam nem cantar em seus eventos. Tudo maquiado. Basta ter um rostinho bonito e se passar de rebelde sem causa, mas só se passar por isso, nunca se rebelar contra esse sistema.

          • Diego Martins

            18 de maio de 2010 em 19:17

            Realmente, a maior parte dos músicoas pop’s atuais não vive sem playback, mas isso também não chega a ser estranho, pois a grande maioria deles se quer compõe suas músicas…

22 Comentários
mais Posts
Topo